Desdominus: Entre melhores CDs de Metal extremo nacional de 2015

Resenha - Uncreation - Desdominus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Mais uma vez encarando a tarefa difícil de superar um álbum antecessor (a banda vem se tornando profissional nisso), o Desdominus retorna com “Uncreation”. O disco consolida a formação e estabelece uma sonoridade característica, mostrando a qualidade da banda de forma ímpar.

Fotos de Infância: os primórdios da banda SepulturaDeu show: Headbanger canta Frozen em "The Voice britânico"

Imagem

“Uncreation”, a princípio soa como uma evolução natural de “Devastating Millenary Lies” (2013), mas é muito mais que isso. Novos elementos e um pouco mais de melodia aqui foram inclusos, além de uma variação maior nos ritmos e temáticas metaforicamente mais conectadas à realidade.

Ao mesmo tempo em que o álbum traz uma sonoridade mais seca e ríspida, adquire uma melodia interessante calcada principalmente nos solos de guitarra (algo bem característico do Desdominus), sem mexer um ‘palito’ sequer na essência Death/Black Metal que a banda sempre impôs.

A técnica dos músicos também mostra uma evolução natural, além de uma coesão fora do comum que faz com que o conjunto em si se destaque, sem individualizar ou se sobrepor um ao outro. Tudo enfatizado por uma produção de qualidade a cargo de Ricardo Biancarelli em parceria com a própria banda.

Outro grande diferencial de “Uncreation” é o teor mais pegajoso de algumas composições (fato raro e no bom sentido), pois já na primeira audição músicas como a faixa título e a sensacional Sacred Scrolls of Holy Lies entram no hall de clássicos do estilo. Destaque ainda para a propícia Certo e Convicto que abre o disco brutalmente, Inner Elevation e Waves Collide, essa última mostrando uma faceta mais ‘doomer’ e moderna da banda. A única coisa certa e garantida é que o Desdominus mais uma vez, em um futuro próximo (esperamos), passará apertado pra se superar. Belíssimo!

https://www.facebook.com/desdominus

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Uncreation - Desdominus

Desdominus: lançando um dos melhores discos de 2015

Todas as matérias e notícias sobre "Desdominus"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Desdominus"

Fotos de Infância
Os primórdios da banda Sepultura

Deu show
Headbanger canta Frozen em "The Voice britânico"

AC/DC
A origem do nome da banda

Duff McKagan: as lembranças de quando tocou no Rock In RioPirataria: o nascer de uma indústria alternativaMonsters: vaias ao Black Veil são sintomas de um problema maiorNirvana: "Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtorWhitesnake: Coverdale explica de onde vem o nome da bandaNirvana: após cover estranho, Claudia Ohana diz que público não a entendeu

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online