Jordan Rudess: Seria mais interessante com menos piano solo

Resenha - Unforgotten Path - Jordan Rudess

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Tiago Meneses
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 5

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Existe aquilo que conhecemos e que possui uma enorme qualidade, mas que faz parte de um conjunto e que caso haja um desprendimento da sua zona de conforto, pode começar a não soar muito agradável e ficar por fim monótono, sonolento, enfadonho. insosso. Estou falando do JORDAN RUDESS em relação ao DREAM THEATER? Na verdade não, falo é das músicas escolhidas, que tirando JOHN LENNON (Imagine), ELTON JOHN (Your Song) e talvez SIMON AND GARFUNKEL (Sound of Silence), e que tiveram boas versões, não me agradaram.

Vocalistas: os menos conhecidos de bandas famosasMetallica: Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou Reed

Imagem

O repertório escolhido e que segundo o próprio JORDAN, são de canções que fazem parte da sua história desde a infância até os dias mais atuais como, YES (Soon), GENESIS (Entangled) RADIOHEAD (Karma Police), KING CRIMSON (Moonchild), ROLING STONES (As Tears Go By) está muito bom, mas que tocado unicamente ao piano não convence. O trabalho foi gravado na própria casa dele em uma situação completamente intimista, e ao meu ver, não havia a necessidade de ter sido lançado em um registro oficial, poderia continuar como um hobby mesmo, e quando achasse que devesse, postar vídeos nas redes sociais tocando uma ou outra como costuma fazer. Talvez se tivesse chamado uma banda como aconteceu em seus dois melhores trabalhos solos, "The Road Home" e "Rhythm of Time", o resultado teria sido outro.

JORDAN RUDESS é um músico de qualidade que dispensa maiores comentários, possui uma habilidade sensacional e mostra-se extremamente virtuoso em "The Unforgotten Path", mas ainda não basta quando se está tocando sozinho, e com isso, o resultado final ficou muito aquém daquilo que se espera quando se fala de alguém tão conceituado. Claro que não vou dizer que trata-se de um registro ruim. Mas seria mais interessante com mais teclados junto a uma banda e menos piano solo. As coisas soariam bem melhor.

Músico:

Jordan Rudess - Piano

Faixas:

1.Entangled (4:24)
2.Your Song (3:34)
3.For Japan (3:36)
4.Karma Police (3:39)
5.Soon (3:34)
6.The Sound of Silence (3:57)
7.Here, There and Everywhere (2:48)
8.Grandchester Meadows (5:18)
9.Old Man in the House (3:28)
10.Scarborough Fair (2:50)
11.As Tears Go By (3:14)
12.Imagine (3:49)
13.Moonchild (3:25)
14.The First Time Ever I Saw Your Face (3:38)
15.Send in the Clowns (2:49)
16.Tribute to Jobs (2:03)
17.Opus 58 (1:50)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Vocalistas
Os menos conhecidos de bandas famosas

Blend Guitar: John Petrucci tenta tocar como Lil WayneMike Portnoy: tocando sua "12 Steps Suits"Todas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Mastodon
Brent Hinds: "O Dream Theater é uma banda Gay!"

Total Guitar
Enquete com os melhores riffs do século 21

Dream Theater
Garota de 10 anos em um destruidor cover na guitarra

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de dezembro de 2015

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dream Theater"

Metallica
Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou Reed

Full Rock
Músicas perturbadoras e inquietantes

Megadeth
"Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine

Dark Side of the Moon: os Bastidores da obra-primaLegião Urbana: O dia em que Renato calou a plateia do Programa LivreAquiles Priester: 50 discos essenciais na vida do bateristaAndre Matos: Em 2013, explicando porquê não se reúne com o AngraRock para iniciantes: Kiss

Sobre Tiago Meneses

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online