Animal House: Prioriza o Metal mas dá espaço a outras influências

Resenha - Limbo - Animal House

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Os paranaenses do Animal House enfrentaram problemas de produção em seu primeiro disco, “First Blood” (2014). Mesmo mostrando um som de qualidade, que prioriza o Metal e algumas influências de Southern, Blues e Rock, quase tudo se perdeu devido à fraca produção.
Red Hot Chili Peppers: ouça baixo isolado de Flea em várias músicasSupernatural: uma série com uma trilha sonora do caralho

O novo EP “Limbo” mantém a proposta, mostra uma banda (duo na verdade) naturalmente evoluída, mas que ainda sofre com a produção. Mesmo sendo mais bem timbrada, dessa vez dando o peso que faltava, o som oscila entre tom médio e baixo e soa ainda um pouco embolado, ou seja, ainda faltam alguns ajustes.

Mas, falando sobre as composições, “Limbo” traz M. Animal (vocal/bateria) cantando com mais energia e Paulo On (guitarra) mais técnico e dando mais peso aos seus riffs. Aliás, o peso adicionado neste novo EP foi uma bela cartada e a gana aqui se mostra maior.

Destaque para a ótima faixa Monochromatic que mostra velocidade, melodia e bons solos, o que surpreende pela proposta da dupla. Além das outras duas composições, há um Blues acústico ao vivo (curiosamente com uma produção melhor) com a faixa Middle Finger Blues. Enfim, composições de qualidade, capa belíssima e produção que merece mais atenção. No final, o disco ainda é acima da média.

https://www.facebook.com/ahouseofficial
http://www.reverbnation.com/animalhouseofficial

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Animal House"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Animal House"

Red Hot
Ouça baixo isolado de Flea em várias músicas

Supernatural
Uma série com uma trilha sonora do caralho

Sepultura
Aceite ou não, a maior banda brasileira da história

Dave Mustaine: as diferenças entre o Megadeth e o AC/DCDerek Riggs: Top 10 das capas mais bonitas longe do Iron MaidenDimmu Borgir: Silenoz escolhe músicas para o HalloweenArch Enemy: "não perco tempo com idiotas"Kiss: a trágica história que inspirou "Detroit Rock City"Pink Floyd: entenda o "estilo Gilmour" de tocar guitarra

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online