Encéfalo: Subindo alguns degraus

Resenha - Die To Kill - Encéfalo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Curiosamente “Die To Kill”, segundo álbum dos cearenses do Encéfalo, começou a ser preparado antes da tour europeia de mesmo nome e a banda o terminou depois de retornar. Curiosamente também, o vocalista e guitarrista Alex Maramaldo – um dos fundadores da banda – deixou o grupo depois, que seguiu como trio.
Belphegor: numa cerimônia dedicada ao mal pode dar tudo certo?Monsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond

Porém, “Die To Kill” não parece reflexo destes obstáculos, e mostra o Encéfalo destilando tudo aquilo que sabe: Thrash/Death Metal de qualidade, com ênfase em ótimos riffs de guitarras, mas tendo uma cozinha consistente com um baixo bem firme e uma bateria com boa pegada.

Continuando a abordar o caos da humanidade de uma forma geral em suas letras, o Encéfalo continua se mantendo equilibrado e mostra uma leve evolução técnica. Leve porque a banda mostra ainda mais feeling, fazendo algo mais variado e intrincado, porém sem perder a agressividade.

Há uma boa e equilibrada variação rítmica nas composições que duram em média cinco minutos. Outro ponto positivo é o equilíbrio encontrado entre as faixas, tornado difícil a escolha dos destaques que de qualquer forma podem ficar para Endless Suffering e Psywar, mas não muito à frente das outras.

O que caiu um pouco em relação ao renomado debut, “Slave of Pain”, foi a produção, mas se mantendo boa, já que a do álbum anterior se mostrava acima da média. Apesar da baixa em sua formação, o Encéfalo parece se manter firme e, se depender deste trabalho, subirá mais alguns degraus.

https://www.facebook.com/encefaloband
https://twitter.com/bandaencefalo

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Die To Kill - Encéfalo

Encéfalo: Mais um petardo death/thrash da banda

Belphegor
Numa cerimônia dedicada ao mal pode dar tudo certo? Pode.

Belphegor: abertura em Fortaleza será da EncéfaloTodas as matérias e notícias sobre "Encéfalo"

Melhores de 2012
As escolhas do redator Leonardo Daniel Tavares

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Encéfalo"

Monsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond

Slayer
King não entende como alguém quer entrar no Megadeth

Slash
Como ele largou os vícios em drogas, álcool e cigarro?

Rock: as dez lendas mais macabras do gêneroUm por todos e todos por um: o making of de Led Zeppelin IVDeath: a avó do fã que foi sepultada com a camiseta da bandaJulio Marcondes - colecionador e apresentador do programa A História do RockAs Diversas Sessões de Jimmy PageCristina Scabbia: musa elege sete filmes de terror italianos

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online