Alefla: Se credenciando a vaga no 1º escalão do Metal nacional

Resenha - End Of The World - Alefla

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Alexandre Sparrow, Fonte: MCA Blog
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Segue resenha do trabalho da Banda Alefla, END OF THE WORLD, realizado pelo Blog MCA, musicacontinuaamesma, onde Leandro Vieira explanou seu sentimento na audição do album.
Taylor Swift: banda de Metal se revolta com a cantora popMáscaras: confira algumas das mais fodas do metal

Na maior parte do tempo, me pergunto o porquê da má vontade de uma parte considerável dos headbangers brasileiros para com as bandas nacionais de trabalho autoral, já que muitas não ficam nada a dever com relação a nomes de porte médio do exterior, em alguns casos até mesmo inferiores, que conseguem ter bom público no Brasil. Não entenda isso como um daqueles discursos ufanistas feitos por certos setores da nossa cena, de que o apoio a toda banda nacional deve ser irrestrito. De forma alguma cometeria tal insanidade, já que sim, existem nomes por esses lados que realmente são fracos, mas vou sempre defender o respeito e valorização das bandas que possuem qualidade. E olha, essas não são poucas.

A esse grupo, podemos a partir de hoje incluir a paulistana Alefla. End of the World é seu trabalho de estréia e a proposta aqui é praticar uma mescla de Metal Tradicional com Power Melódico que, se não apresenta grandes novidades, pode ser considerado muitíssimo bem feito. Tentando situar o ouvinte de alguma forma, tente imaginar uma mistura do Stratovarius dos bons tempos com o Iron Maiden, mas com uma dose de personalidade própria. O primeiro ponto que me chamou a atenção aqui é a maturidade demonstrada pelo Alefla, já que se o ouvinte não souber que se trata de um debut, vai pensar que estamos diante de uma banda com diversos cd’s já lançados. A parte vocal também me chamou muito a atenção, já que apesar de contarem com uma vocalista de muito boa qualidade, Fla Moorey, diversos duetos são realizados com o guitarrista Alexandre Nascimento, que mostra possuir ótima voz. Isso acaba dando uma dinâmica bem legal às faixas onde tal artifício é utilizado, saindo assim do lugar comum do estilo. Musicalmente, temos o esperado, ou seja, bons riffs e solos, melodias de qualidade, alguns refrões que grudam na mente, bastante peso e uma parte rítmica de qualidade, que dá a diversidade necessária ao álbum. Elogie-se aqui o fato de não apelarem para aquela fórmula batida de músicas velozes e bumbo duplo. Destaques para “Watching Over Me”, “Wind Blows… Time Flows” (com participação de Tito Falaschi, que também produziu o álbum), “Battlefield”, “Seven Sign”, “Hope To Live”, “Eyes Of The Soul” e “Walking Through The Night”.

A produção é de muito boa qualidade, sendo possível escutarmos todos os instrumentos perfeitamente. Sem duvida alguma, mais um belo trabalho de Tito Falaschi. Demonstrando muita maturidade para um primeiro álbum e potencial para crescer, o Alefla mostra a sua cara e se credencia a uma vaga no primeiro escalão do Metal nacional nos próximos anos.

Alefla - End of the World (2015)
MS Metal Records - Nacional

01. Beginning Of The End
02. Watching Over Me
03. Believe Now
04. End Of The World
05. Wind Blows… Time Flows
06. Battlefield
07. Seven Signs
08. Miracle
09. Hope To Live
10. Killing Sparrow
11. Eyes Of The Soul
12. Walking Through The Night

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de End Of The World - Alefla

Alefla: Metal tradicional com toques de melódicoAlefla: Não reinventa mas possui um senso de composição enormeAlefla: Dando ainda mais gás ao Power MetalAlefla: Metal melódico ressurge com toda sua força

Todas as matérias e notícias sobre "Alefla"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Alefla"

Taylor Swift
Banda de Metal se revolta com a cantora pop

Máscaras
Confira algumas das mais fodas do metal

Derek Riggs
"Run For Cover" conta toda a história de Eddie e de seu criador

Metallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas da década passadaMegadeth: Dimebag e Vinnie Paul quase entraram no grupoDavid Coverdale: "Sou eternamente grato ao Deep Purple"Capas Ridículas: LaWeekly elege as piores do Metal em 2014Iron Maiden: as capas dos álbuns, da pior para a melhor

Sobre Alexandre Sparrow

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online