Antcorpus: Agressividade do início ao fim

Resenha - Na Terra do Metal - Antcorpus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Direto do Pará, mais precisamente de Parauapebas, vem o Antcorpus com seu nervoso Thrash Metal com pitadas de Speed Metal e até Crossover. “Na Terra do Metal” é o primeiro álbum da banda que foi antecedido pela demo “Chuva Ácida” (2010).
Iron Maiden: esperança e glóriaHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 2009

Com agressividade do início ao fim, o trabalho possui uma produção muito boa, a cargo do vocalista Djair Oliveira e de Ivan Jangoux (que também mixou e masterizou o disco). Com letras em português, a banda abrange temas ‘desgracentos’ como caos, violência e a realidade nua e crua metaforizando o cotidiano local.

Impressiona a coesão da banda, onde guitarras nervosas dão a tônica acompanhadas por uma cozinha veloz e de pegada. Impressiona a qualidade dos riffs, sendo que o timbre das seis cordas foi muito bem escolhido e caiu como uma luva para a proposta dos paraenses.

O único problema fica por conta do vocal de Djair. Suas linhas não comprometem totalmente a sonoridade da banda, mas o rasgado/gritado soa agudo em demasia e o fato de ser monocórdio faz com que soe irritante após certo tempo de audição. Talvez um pouco mais de versatilidade cairia muito bem.

Porém, quase todas as composições aqui possuem qualidade, dificultando e muito escolher apenas ‘algumas’. Mas se quiser dar uma passada pra conhecer procure por Artérias Podres, Na Terra do Metal, Chuva Ácida e Tortura. Alguns acertos e o Antcorpus voará ainda mais alto.

https://www.facebook.com/antcorpus
https://soundcloud.com/antcorpusthrash

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Antcorpus"

Iron Maiden
A ascenção, queda e ressurreição da Donzela

Heavy Metal
Os melhores álbuns de 2009 segundo o About.com

Corey Taylor
Não podíamos trabalhar junto com Jordison

Venom: "Matar pessoas não é entretenimento"Queen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicosIron Maiden: assista crianças tocando "The Trooper"Van Halen: As melhores músicas segundo a Ultimate Classic RockDimmu Borgir: "Não sou fã do Korn, mas respeito-os..."

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online