Dödsvarg: Sem impor limites à criatividade

Resenha - Glädjedödaren - Dödsvarg

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O cara quando resolve fazer algo sozinho quase sempre o faz porque não quer impor limites à sua criatividade, isso é fato. O Dödsvarg é um desses casos, e quem comanda a coisa aqui é o sueco Jon Ekström, responsável por praticamente tudo, com exceção da masterização que ficou por conta de Brad Boatright, no Audiosiege.
Guns N Roses: Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com AxlFilhas dos rockstars: quem você escolheria como sogro?

Este segundo petardo de estúdio desta one-man-band traz em sua proposta um som focado no Industrial que flerta com Black Metal, Punk, HC e até Groove Metal em certos momentos. E pela descrição do perfil do projeto no Bandcamp, é essa mesmo a intenção do músico.

O mais interessante é que o negócio dá certo. Não de primeira, mas conforme for ouvindo mais e mais, coisas novas fluem e percebe-se muita qualidade no trabalho. Um ponto característico é como Ekström conseguiu dar vários climas diferentes nas composições.

Momentos mais ‘grooviados’ (com nítida influência de Nailbomb) aparecem e logo dão espaços para climas mais densos, que chegam a incomodar (no bom sentido). Há momentos mais agressivos e outros mais melancólicos, angustiantes também. Enfim, um nó na cabeça do ouvinte.

Vários vocalistas participam do trabalho e o grande destaque é Samuel Skoog que engata um gutural na metalizada faixa Ångest och vrede. Amantes do Sepultura da fase ‘Roots’ pra frente irão se deliciar com Outhärdligt e sua pegada pesada cheia de ‘groove’. Destaque também para Glädjens paradise e toda sua fúria.

Muito interessante é o tempo das composições que muitas vezes não passa de 2 minutos e Ekström, mesmo assim, consegue explorar bastante as músicas. Algumas faixasc desnecessárias como I kolgruvorna e Skall slås i spillror, essa última com elementos hip hop, são dispensáveis. Mesmo assim, um trabalho bem interessante.

http://dodsvarg.bandcamp.com/

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dödsvarg"

Guns N Roses
Bon Jovi fez com Steven Tyler o que ele fez com Axl

Prole de rockstar
Quem você escolheria como sogro?

Metalhammer: 10 ridículos anúncios no Heavy MetalRock In Peace: As mortes mais marcantes do Rock/MetalFotos de Infância: Janis JoplinSlayer: "Metal é o que gosto de ouvir. Metal é o que faço."Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rockVideo: Metallica, Slayer, Slipknot, Pantera e A7X sem distorção

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online