Spun in Darkness/Chronic Infect: Split pra quem gosta de Death

Resenha - Sickness Misery and Evoked Doom - Spun in Darkness/Chronic Infect

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Excelente split lançado em 2011 pela Rotten Foetus Records, selo underground especializado em Metal extremo. Unindo a banda cearense Chronic Infect e norte-americana Spun in Darkness, a sonoridade encontrada engloba a nata do Death Metal, ambos focados no ‘old school’.
Red Hot Chili Peppers: ouça baixo isolado de Flea em várias músicasSupernatural: uma série com uma trilha sonora do caralho

A primeira parte fica por conta dos brasileiros que trazem um som que flerta com o Grind/Splatter (a banda se originou destes gêneros). Com uma sonoridade mais direta e mesmo assim com alternâncias de ritmos, o som cativa pela chama enraizada no Death tradicional.

São sete faixas mais diretas, mas que trazem o mérito de mostrar como a banda sabe explorar seu limite em um tempo curto. Destaque sem dúvidas para Sacrificial Monolith e Invoking the Damnation e sua quebrada estonteante. Apesar de um pouco abafada, a produção é boa e não compromete.

Com uma produção inferior, a banda de Las Vegas Spun in Darkness demonstra um pouco mais de experiência e técnica, pelo menos em termos de execução. Não fosse diferente já que, enquanto a banda americana possui dois álbuns completos gravados, os brasileiros ainda não gravaram um disco oficial.

O Spun In Darkness faz o típico Death Metal norte-americano que ficou famoso com nomes como Malevolent Creation e Massacre. Algumas influências de Thrash Metal também se fazem presentes. Com passagens e quebradas mais intrincadas (inclusive acústicas), a banda soa até mais interessante, mas curiosamente quase sai prejudicada pela produção muito baixa. No mais, é um split que vale à pena conferir. Principalmente por parte dos ‘deathbangers’ (e ainda está em catálogo).

http://www.spunindarkness.com/
https://myspace.com/chronicinfect

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Spun In Darkness"Todas as matérias sobre "Chronic Infect"

Red Hot
Ouça baixo isolado de Flea em várias músicas

Supernatural
Uma série com uma trilha sonora do caralho

Guitar World: melhores solos de guitarra de todos os temposCorey Taylor: Não podíamos trabalhar junto com JordisonSlayer: assassino do pai culpa a banda e assume morte de JeffSlash: guitarrista fala sobre Jimi HendrixMegadeth: David Ellefson e a lenda de Mary JaneCapas Assustadoras: Loudwire elege as Top 10 do Metal

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online