Cervical: A redenção do "Rock paulera"?

Resenha - Caminhos da Dor - Cervical

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O termo ‘rock paulera’ causa arrepios e náuseas em qualquer fã de música pesada que se preze. Mas, se um dia for associar uma música a essa (horrorosa) expressão, a sonoridade feita pelo Cervical se encaixaria muito bem. E não estou sendo pejorativo não, porque a música aqui encontrada é simplesmente ‘paulera’.
Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rockMetallica: fãs pediam que eles transassem com suas namoradas?

O quinteto de Macaé/RJ destila um Hardcore mesclado com Thrash Metal que serve exatamente para colocar no aparelho de som depois de um dia estressante. Passando longe das tendências Metalcore, o Thrashcore do grupo prima pela agressividade em composições que alternam ritmos mais rápidos com alguns mais cadenciados.

Para ficar melhor ainda, a banda canta em português e abrange os temas típicos do caos social, protestos e políticos. Destaque para as boas linhas de guitarras que mesclam bem influências mais diretas do HC com a técnica do Thrash Metal. Ouça faixas como Dor e Sange, Destruição e Ódio.

Saindo da música, temos uma das capas mais condizentes com o título do álbum, já que a arte de Gustavo Saez (Abstrata Designs) ficou belíssima e correspondeu totalmente ao tema. A produção sonora ficou por conta de Davi Baeta (Confronto). “Caminhos da Dor” é intenso e brutal, então ouça com cuidado e sem objetos por perto.

https://www.facebook.com/pages/Cervical/231387196881790?fref...
Download: http://depositfiles.org/files/88968b8ez

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cervical"

Ultimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

Lars Ulrich
Fãs pediam que eles transassem com suas namoradas?

Dimebag: Rede de TV libera fotos inéditas da cena do crimeHumor involuntário: as resenhas de discos da Rock Brigade na década de 80Metallica: "Whiplash" era uma das preferidas de Kurt CobainHeavy Metal: fãs sofrem de baixa autoestima, diz estudoLegião Urbana: A homenagem da Vivo a "Eduardo e Mônica"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online