Creptum: Black Metal na sua mais pura essência

Resenha - Age of Darkness - Creptum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Demo com cara de registro profissional, além de ser mais uma prova que o Black Metal brasileiro vive sua melhor fase. Afinal, o Creptum destila neste trabalho composições que representam muito bem o estilo, não devendo nada para nomes tradicionais do gênero.
Tarja: reagindo à escolha de canção em casamento de Léo ÁquilaSeparados no nascimento: Dave Mustaine e Mika Hakkinen

Este disco é a regravação da segunda demo lançada em 2004 e conta com a atual formação. Nele você irá notar um Black Metal que dispensa arranjos com teclados ou climas épicos e que vai diretamente ao ponto. Guitarras ríspidas e prioridade na velocidade são as marcas.

Ainda há espaço para vocais rasgados e uma cozinha agressiva. A banda não mantém o pé no acelerador o tempo todo e encaixa umas quebradas de vez em quando, mas nada que influencie tanto e que possa ser percebido pelos desatentos. A produção do disco é outro fator positivo, com timbres bem escolhidos e qualidade de primeira.

Destaque para The Fall of The Nazarene Whore, The Strength of a Master e Oh My Lord... (esta da primeira demo “Make This World Burn” de 2003), mas todas as 6 composições merecem uma audição mais atenta, já que são de primeira linha. O disco ainda vem numa embalagenzinha caprichada!

http://www.creptum.com/
https://www.facebook.com/creptum

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Creptum"

Tarja
Reagindo à escolha de canção em casamento de Léo Áquila

Separados no nascimento
Dave Mustaine e Mika Hakkinen

Vocalista
Dez razões pelas quais os demais integrantes o odeiam

Donald Trump: a reação de roqueiros brasileiros com a vitóriaBlind Guardian: Algumas verdades sobre Hansi KürschGuns N' Roses: melhores músicas segundo a Ultimate Classic RockAll That Metal: Bandas que pagam para abrir showsMachine Head: a experiência de abrir para o MetallicaAC/DC: os atrasos de Axl, Steven Tyler estava na lista

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online