WHIPLASH.NET - Rock e Heavy MetalWHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal

FacebookTwitterGoogle+RSSYouTubeInstagramApp IOSApp Android
MenuBuscaReload

Alice Cooper: Um ícone da irreverência e espírito sarcástico

Resenha - Special Forces - Alice Cooper

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Neimar Secco
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Aos 33 anos, Alice Cooper vive o calvário de sua carreira. SPECIAL FORCES é mais um passo rumo ao retorno às paradas, às rádios e à mídia em geral. Mas ainda havia alguns degraus adiante e Alice subiu, mesmo que lentamente, todos eles.
Rock in Rio: Arthur Brown participará do show de Alice CooperUm Beatle chamado George

SPECIAL FORCES é o 13º álbum de estúdio, lançado por Alice Cooper, aos 33 anos. É também o 5º álbum de um período que incluiu 3 LPs autobiográficos (Alice Cooper Goes to Hell, Lace And Whiskey e From The Inside) e outros quatro (FLUSH THE FASHION, SPECIAL FORCES, ZIPPER CATCHES SKIN e DA DA) nos quais predominaram a tentativa de uma sonoridade mais contemporânea e a preservação da imagem de Alice Cooper como um ícone da irreverência e também do espírito sarcástico e irônico do rock.

Imagem

Imagem

Esses números aparentemente irrelevantes servem para ilustrar a fase pela qual passava esse ícone dos anos 70. Produzido por Richard Podolor (que havia atuado em álbuns de Three Dog Night, Steppenwolf, Iron Butterfly, entre outros) SPECIAL FORCES mantém a proposta de FLUSH THE FASHION, o álbum anterior, com uma sonoridade em grande parte recheada de teclados e algumas pontuais doses de bateria eletrônica.

“Who Do You Think We Are” é a faixa de abertura desse álbum de temática “militar”. Uma grande sacada dessa faixa em particular é a abertura com um teclado “pilotado” por Duane Hitchings (que trabalhou também com Jimi Hendrix, Janis Joplin, Miles Davies Rod Stewart, etc.), representando tanto o som de um órgão no melhor estilo rock espacial quanto um helicóptero “patrulhando” um território qualquer. Acontece que pouco mais de um minuto depois, essa introdução é “rompida” pela bateria de Craig Krampf (que havia tocado, entre outros trabalhos, no álbum solo de Paul Stanley, lançado em 1978) seguida pela desafiadora indagação e resposta de Alice: “Who do you think we are? Special Forces in armour car”.

Imagem

A segunda faixa “Seven & Seven Is”, carregada de teclados (e isso não é uma crítica), é cover de um hit da banda LOVE, de Arthur Lee, originalmente lançada em 1966 e que foi o maior sucesso do LOVE. Essa música narra a frustração de Lee que não conseguiu conquistar sua paixão adolescente no colégio. Foi regravada também pelos Ramones em seu álbum de covers (Acid Eaters) lançado em 1993.

A seguir temos “Prettiest Cop On The Block”. Olha o nosso personagem fardado, dizendo que é o cara mais bonito do pedaço e que tem 1m90cm de altura e que vai algemar seus desejos. Mais uma vez os teclados e a bateria dão a tônica do som que embala o humor ácido de Alice.

Imagem

“Don’t Talk Old To Me” deixa uma interrogação no ar. Se foi justamente na primeira metade da década anterior que Alice Cooper viveu seus momentos mais memoráveis, celebrados e rentáveis, por que não queria falar de coisas antigas? O que o incomodava então? Essa é uma das faixas mais radiofônicas do álbum, embora não tenha sido lançada em single, infelizmente.

O lado 1 fecha com uma cover feita com plateia, mas no estúdio, de “Generation Landslide”, a excelente faixa semiacústica do álbum Billion Dollar Babies, música essa que, no conjunto, foi em termos de arranjo e execução, um dos melhores momentos da banda Alice Cooper na década anterior. Mas a cover de estúdio feita aqui, apesar de bem interpretada por Alice, fica muito a dever à original.

Imagem

O lado 2 abre com a excelente “Skeletons In The Closet”, uma música quase tecno permeada pelo teclado de Hitchings. Para o clima se manter em alta, nem há uma pausa entre “Skeletons” e a faixa seguinte. A música termina com o sussurro de Alice: “Alice, we want you, really. Alice... Alice.. Alice.... abruptamente respondido com a indagação dele próprio: WHAT! WHAT DO YOU WANT??? na introdução da mega radiofônica “You Want It, You Got It”, esta sim lançada em um single que teve “Who Do You Think We Are” como lado B. Mais um hit que, infelizmente não vingou, cujo destaque, além do instrumental calcado em teclados e bateria eletrônica super atuais para a época, era o refrão cantado com todo sarcasmo e bom humor de Alice. A rádio Excelsior FM de São Paulo chegou a executá-la algumas vezes, sendo um pequeno hit de sua programação.

Lovely portrait of Alice by Jonathan Exley
A oitava faixa do álbum é “You Look Good In Rags”, que muitos, talvez um tanto maldosamente, dizem que é inspirada no hit da banda Blondie da coelhinha da Playboy, Debbie Harry, “Atomic”. Não vejo semelhanças, porém, não custa conferir. O trecho final dessa música com a banda cantando repetidamente só a palavra Rag, várias vezes seguidas, embalada por guitarras (Danny Johnson e Mike Pinera) contém o som de cliques de rifles verdadeiros sendo “carregados”.

A impagável “You’re A Movie” vem a seguir, novamente com a sonoridade predominante de teclados e dessa vez com destaque para bateria eletrônica. Essa música praticamente “falada” por Alice, retrata um nada modesto general que se gaba de sua liderança em batalhas vencidas. Diz um dos versos: “God told me I would have rivaled Alexander the Great at his best” (Deus me disse que eu teria rivalizado com Alexandre, O Grande em seu auge”).

SPECIAL FORCES fecha com uma composição de Mike Pinera, guitarrista principal da SPECIAL FORCES (já que esse foi o nome não só do álbum, como da banda que acompanhou Alice na respectiva tour), “Vicious Rumours”, a mais tecno de todas as faixas do álbum e também outro hit perdido. A faixa e o álbum se encerram com a banda cantando repetidamente: “Who do you think we are, who do you think we are...” e com a resposta típica de Alice ao final: “We don’t care”. Em seguida o helicóptero do início vem também fazer sua ronda final antes de partir e nos deixar com aquela sensação de: Poxa, já acabou??????

NOTAS
Lançamento: Agosto de 1981

SKELETONS IN THE CLOSET chegou a ser cogitada como título do álbum

FAIXAS:
01 Who Do You Think We Are (Cooper, Hitchings) [4:21]
02 Seven and Seven Is (Arthur Lee) [2:41]
03 Prettiest Cop On the Block (Cooper, Johnstone, Mandel) [3:13]
04 Don't Talk Old To Me (Cooper, Johnstone, Mandel) [2:54]
05 Generation Landslide '81 ('Live') (Cooper, Bruce, Dunaway, Smith, Buxton) [3:50] (*)
06 Skeletons In the Closet (Cooper, Hitchings) [3:42]
07 You Want It, You Got It (Cooper, Scott, Krampf, Steele, Kaz) [3:15]
08 You Look Good In Rags (Cooper, Hitchings) [3:35]
09 You're A Movie (Cooper, Hitchings) [3:37]
10 Vicious Rumours (Cooper, Hitchings, Scott, Pinera) [3:43]

(*) Essa gravação contém versos adicionais escritos por Brian “Renfield” Nelson, que estreava como Assistente Pessoal de Alice Cooper. O trecho escrito por “Renfield” é o que começa com “No one gives na oink about prom night or football...” e que se encerra logo antes de Alice cantar novamente o refrão.

“Look At You Over There, Ripping The Sawdust From My Teddybear”, citada por último na contracapa, Alice decidiu não incluir quando toda a arte da capa já estava pronta. Por isso ela aparece citada junto com as demais faixas, mesmo sem constar do disco. Foi oficialmente lançada somente em 1999 na caixa THE LIFE AND CRIMES OF ALICE COOPER, lançada pela Rhino.

Musicians
Duane Hitchings – Keyboards
Danny Johnson – Guitar
Craig Kampf – Drums
Mike Pinera – Guitar
Erik Scott – Bass
Sleeve Notes
Produced by Richard Podolor
Engineered by Bill Cooper
Recorded at American Recording Company, Studio City
Mixed by Richard Podolor and Bill Cooper
Executive Producer: Shep Gordon
Art Direction: Alice Cooper and Richard Seireeni
Photography: Eric Blum
Alice Portrait: Jonathan Exley

Um bootleg da tour de SPECIAL FORCES

SETLIST DA TOUR
01 Intro-tape
02 Who Do You Think We Are
03 Model Citizen
04 Go To Hell
05 Guilty
06 I'm Eighteen
07 Cold Ethyl
08 Only Women Bleed
09 No More Mr. Nice Guy
10 Clones (We're All)
11 Under My Wheels
12 I Never Cry
13 Grim Facts
14 Pain
15 Billion Dollar Babies
16 Generation Landslide
17 Who Do You Think We Are reprise
18 Schools' Out

Embora as vendagens dos álbuns de Alice Cooper nesse começo de década estivessem em pleno e forte declínio, suas turnês continuavam prestigiadas com vários shows em grandes arenas e muitos deles “sold out”, (com ingressos esgotados)

Um especial foi realizado para a tv francesa em 1982, contendo quase todas as faixas do álbum

ALICE COOPER'S SPECIAL FORCES IN PARIS DVD / TRACKLISTING
1. INTRO (with "You And Me" in the background) (2.27) - 2. GENERATION LANSLIDE '81 (3.40) - 3. UNDER MY WHEELS (2.59) - 4. CLONES (3.33) - 5. PAIN (4.10) - 6. SEVEN AND SEVEN IS (2.54) - 7. PRETTIEST COP IN THE BLOCK (3.29) - 8. YOU'RE A MOVIE (0.30) - 9. MODEL CITIZEN (3.36) - 10. COLD ETHYL (3.53) - 11. ONLY WOMEN BLEED (3.27) - 12. GO TO HELL (3.32) - 13. ALICE COOPER'S SELF INTERVIEW in french (2.30) - 14. VICIOUS RUMOURS live (3.36) - 15. EIGHTEEN live(3.12) - 16. BILLION DOLLAR BABIES live (3.57) - 17. SCHOOL'S OUT live (3.32) - 17. WHO DO YOU THINK WE ARE live (3.42)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock in Rio
Arthur Brown participará do show de Alice Cooper

Todas as matérias e notícias sobre "Alice Cooper"

Burnn
Os maiores guitarristas Hard & Heavy da história

Top 10
Bandas importantes com menos de 10 discos lançados

Alice Cooper
"A CNN tornou-se muito mais chocante que meus shows!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Alice Cooper"

George Harrison
O Beatle calado, sempre à sombra de Lennon e McCartney

Fotos de Infância
Slash, do Guns N' Roses, antes da fama

Puta Que o Pariu
Chris Pitman, do GN'R, em parceria com o KLB?

Separados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote EddieMachine Head: Amps Falsos no Palco - pode isso, Arnaldo?Spin Magazine: as maiores baixarias da história do rockEm 16/08/1977: Morre Elvis Presley

Sobre Neimar Secco

Welcome to my nightmare. Sou professor de inglês e de português e também tradutor eventual. Rock sempre foi e continua sendo a minha trilha sonora de todas as horas. Minhas preferências são hard rock, progressivo e classic rock em geral (anos 60, 70 e 80). Bandas favoritas: Alice Cooper, Led Zeppelin, Black Sabbath, Ozzy Osbourne, Pink Floyd, Beatles, Creedence, The Doors, Dire Straits, entre muitas outras.

Mais matérias de Neimar Secco no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online