Whiplash.NetMenuBuscaReload

10cc: Um dos mais originais e agradáveis do Rock Progressivo

Resenha - 10cc - Sheet Music

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Elias Rodigues Emídio
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Kevin Godley, Lol Creme e Graham Gouldman eram amigos de infância e estudaram na mesma escola secundária em Manchester na Inglaterra, eles nutriam um interesse especial pela música. Quase na metade dos anos 60, Graham Gouldman criou a banda The Whirlwinds e gravou uma composição de Lol Creme chamada "Baby Not Like You".

Heaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbumKiss: Paul Stanley presta tributo a Jimmy Page

Pouco tempo depois a banda mudou seus membros e também seu nome e passaram a ser denominados de The Mockingbirds, integrado pelo cantor e guitarrista Graham Gouldman, Stephen Jacobson como guitarrista, Bernard Basso como baixista e Kevin Godley como baterista, que anteriormente tocava no conjunto The Sabres, juntamente como Lol Creme. Como The Mockingbirds gravaram cinco singles entre 1965 a 1966, mas não alcançaram nenhum sucesso, e assim sendo resolveram dissolver a banda.

Pouco tempo depois da dissolução de The Mockingbirds, Kevin Godley e Lol Creme resolveram gravar umas músicas na CBS UK, sob o nome de The Yellow Room Boom e pouco tempo depois conseguiram chamar a atenção do produtor Giorgio Gomelskly que ficou impressionado com o falsete de Kevin Godley, resolveu contratá-los e desta forma começaram a galgar um pouco de sucesso, e também conhecer gente importante do mundo musical.

Por outro lado Graham Gouldman também começou a fazer sucesso, e finalmente em 1970 eles formaram uma nova banda denominada Hotlegs e gravaram o seu primeiro LP denominado "Thinks: School Stings", um álbum duplo contendo nove músicas no primeiro disco e o outro com 13 faixas, e chegando as paradas de sucesso com a música "Neanderthal Man".

Em meados de 1972 a banda assina contrato com a Jonathan King UK e finalmente começam a empregar o nome de 10cc, com esse nome a banda lança o disco homônimo em 1973 que alcançou algum sucesso com canções como a regravação de "Donna" de Richie Valens.

Porém foi em 1974 que a banda mostraria de uma vez por todas as suas potencialidades com o excelente "Sheet Music". Neste discos estão todas as marcas que tornariam o 10cc uma das maiores referências do rock inglês em meados dos anos 70: guitarra aveludadas típicas dos grupos do soft rock, harmonia vocais esplêndidas e variações de ritmo e melodia dentro de uma mesma canção.

Vale lembrar que os 4 membros da banda eram multi instrumentistas e compositores de primeira linha (Gouldman havia composto vários hits anos anos 60 como "Bus Stop" do The Hollies e "For Your Love" dos Yardbirds). Isto proporcionava uma grande versatilidade para a banda. Stewart e Gouldman queriam que a banda investisse numa sonoridade mais pop, enquanto Godley e Creme pensavam numa sonoridade mais experimental para o grupo. "Sheet Music" é o trabalho no qual a banda consegue "temperar" sua faceta pop com o experimentalismo na doce certa e assim sair com um conjunto de canções inesquecíveis, provavelmente as melhores de sua carreira.

Em "Wall Street Shuffle" (a mais conhecida do álbum 10º lugar nas paradas inglesas) , "Silly Love" e "Oh Effendi" a banda se mostra capaz de aventurar com naturalidade por Rocks mais tradicionais quando quer.

"Clockwork Creep", com seu teclado infantil, recria o dialogo entre um jato e uma bomba, fazendo ainda referências ao vodu. Os teclados espaciais no inicio de "Hotel", fazem parecer que o disco vai embarcar num Stonehenge, porém a canção rapidamente é tomada por um ritmo de rock latino que também domina a boa "Baron Samedi".

A faceta mais progressiva da banda se torna evidente na cinematográfica "Somewhere In Hollywood" onde os teclados dão a tônica da canção. Harmonias luminosas se destacam em "The Worst Band In The World", talvez a mais irônica canção já composta por um grupo de Rock e na elegia acústica de "The Sacro-Illiac" onde Gouldman e Stewart inventam uma nova dança para os que não sabem dançar.

Na balada "Old Wild Man " aparece pela primeira vez o Gizmo um aparelho criado por Godley e Creme para ser acoplado a guitarra e que permite emular o som de diversos instrumentos. Este apetrecho fica em primeiro plano na instrumental "Gizmo My Way" que foi lançada apenas em single como lado b do rock enérgico de "18 Carat Of Man" que aparece no álbum somente em relançamento posteriores.

Com a formação original seriam gravado ainda os bons "Original Soundtrack" de 1975 e "How Dare You!" de 1976. Após esse disco devido a divergências musicais Creme e Godley saem do grupo que vivencia então um constante entra e sai de integrantes. Desde 1999, Gouldman tem feito uma turnê com uma versão da banda formada por Rick Fenn, Paul Burgess, Mick Wilson, Mike Stevens e/ou Keith Hayman, com aparições ocasionais de Kevin Godley como convidado.

Esse disco é até os dias de hoje, um dos mais originais e agradáveis de se ouvir na história do rock progressivo e se só pudesse ser definido em uma palavra como bem disse o crítico George Bardalau no livro "1001 discos para se ouvir antes de morrer", esta seria: "CRIATIVIDADE".

FAIXAS
1. The Wall Street Shuffle
2. The Worst Band In The World
3. Hotel
4. Old Wild Men
5. Clockwork Creep
6. Silly Love
7. Somewhere In Hollywood
8. Baron Samedi
9. The Sacro-Illiac
10. Oh Efeendi

Fontes:
http://www.tvsinopse.kinghost.net/art/numeral/10cc.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/10cc

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "10CC"

Heaven & Hell
Mistérios e autocensura na capa de álbum

Led Zeppelin
Paul Stanley comenta a influência de Jimmy Page

Heavy Metal
Nem sempre o estilo é sujo, feio e bruto

Dj Ashba: "de fato, eu tive um jantar com Slash"Guns N' Roses: a história das tours, de 85 a 2007Axl Rose: Izzy, Adler, Gilby, Slash, U2 e abuso sexualSlayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaMamonas Assassinas: músicos já sabiam que iam morrer?Malefactor: Os discos que marcaram Lord Vlad

Sobre Elias Rodigues Emídio

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online