Resenha - Straight Out Of Hell - Helloween

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Straight Out Of Hell - Helloween

Por Gustavo Dezan

  | Comentários:

O HELLOWEEN sempre foi uma de minhas bandas favoritas, mas desde a dissolução da formação do “The Dark Ride”, em 2001, fui perdendo um pouco do interesse a cada lançamento, culminando com o fraco “7 Sinners”. Prestes a desistir do grupo, resolvi dar uma última chance, escutando seu mais novo lançamento. “Straight Out Of Hell” é uma boa surpresa que, em vários momentos, parece resgatar a atmosfera do auge da fase com Andi Deris nos vocais.

Nota: 8

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
O disco começa bem, com a já conhecida anteriormente “Nabataea”, pesada, rápida, com bons riffs de guitarra e versos melódicos. O baixo de Markus Grosskopf em evidência é a primeira referência ao excelente “Better than Raw”, de 1998, assim como as mudanças de tempo durante seus sete minutos de música. Ela é seguida pela melhor faixa do disco, “World of War”. Esta possui o riff mais pesado do álbum, que remete a “Revelation”, também do “Better”, mas tem uma atmosfera melancólica que lembra mais o “The Dark Ride”, unindo peso e belas melodias. Grande contribuição do guitarrista Sascha Gerstner que, finalmente, parece que pegou a manha.

O nível cai um pouco na terceira música, “Live Now!”, que segue a linha dos últimos singles “preguiçosos” dos últimos discos, sem as pontes melódicas entre estrofe e refrão, que é chato. Pior do álbum. Já “Far From The Stars” volta ao “Happy Happy Helloween”, trazendo o que seu fã mais espera: música rápida, melódica, alegre, mas que, nesse caso, não chega a empolgar tanto. Exceto pelo solo de guitarras clássico, um belo dueto “das antigas”.

“Burning Sun” é o single que já foi lançado há meses. Autoria de Michael Weikath, pai de muitos clássicos da banda, mas que ultimamente tem deixado a tarefa de compor para os outros membros. Acredito que a queda de qualidade do HELLOWEEN nos últimos anos tem a ver também com isso. Voltando à música, é uma boa canção, com riffs bacanas e refrão pegajoso, em coro, mas que não tem cara de música de trabalho. Diferentemente da faixa seguinte, “Waiting for the Thunder” que, na minha opinião, seria a escolha ideal. Não é rápida nem muito pesada, mas também não apela para o “pop” barato e preguiçoso de outrora, como já foi citado anteriormente. É bem trabalhada e apresenta todas as características da banda , como a ponte já referida e um solo interessante. Um single digno, como “Why”, “Power” ou “I Can”, por exemplo.

A balada “Hold Me In Your Arms” é morna, alterna bons momentos no violão com um teclado brega e refrão clichê. Definitivamente, o HELLOWEEN já fez melhores. “Wanna Be God”, que vem em seguida, também presente no single “Burning Sun”, é uma música estranha, praticamente com Deris cantando, com batidas tribais e um barulho de plateia ou torcida ao fundo. Talvez, uma tentativa de criar o sua própria “We Will Rock You”, inclusive com um solo parecido no fim. É uma experiência diferente, mas não sei dizer se deu certo. Vale pelo trabalho do baterista Dani Loble, que manda bem em todo o play.

“Straight Out Of Hell”, a faixa-título, é uma das melhores do álbum. Ao meu ver, é o HELLOWEEN moderno e definitivo, exatamente o que um fã da banda espera. A sequência também não decepciona, com “Asshole”, outra boa contribuição de Sascha, “Years”, de Weikath, que é bem alegre e volta a lembrar do “Better”, e “Make Fire Catch The Fly”, que é uma ótima música, mas tem um refrão muito parecido com “Black Diamond”, do STRATOVARIUS. “Church Breaks Down” fecha o álbum com uma pitada progressiva.

Resumindo, “Straight Out Of Hell” é um disco mais coeso que os últimos. É rápido e pesado, sem ser barulhento como “7 Sinners”, não é genérico como “Gambling With The Devil”, também não é uma volta forçada às raízes como o “Keeper Legacy”. Dá a impressão de que ainda falta alguma coisa, mas parece que a banda se encontrou novamente e voltou a evoluir.

TRACKLIST:

1. Nabataea – 7:03
2. World of War – 4:56
3. Live Now! – 3:10
4. Far from the Stars – 4:41
5. Burning Sun – 5:33
6. Waiting for the Thunder – 3:53
7. Hold me in your Arms – 5:10
8. Wanna be God – 2:02
9. Straight out of Hell – 4:33
10. Asshole – 4:09
11. Years – 4:22
12. Make Fire Catch the Fly – 4:22
13. Church Breaks Down – 6:06

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Straight Out Of Hell - Helloween

Helloween: mostrando que ainda é bastante relevante
Helloween: faz qualquer um ter mais vontade de ouvi-lo
Helloween: uma das bandas mais importantes da história do Metal


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Helloween"

Helloween: banda retorna para a Nuclear Blast
Helloween: "Future World" em mashup com os três vocalistas
Gamma Ray: Um vídeo que dá vontade de assistir e reassistir
Rock Station: vinte anos e 5 discos que marcaram 1994
Helloween: Mario Linhares grava "The Dark Ride" para tributo
Helloween: Michael Weikath promete novo álbum em 2015
Helloween: "Live In The U.K." é diversão garantida
Heavy Metal: uma nação constituída por músicas
Helloween: "I Want Out" teria sido inspirada por Gary Moore?
Helloween: The Dark Ride desagradou a muitos fãs e agregou outros
Helloween: assista "Laranja Mecânica" ao som de "Victim of Fate"
Michael Kiske: Helloween já tem um vocalista, se chama Andi Deris
Helloween: video da turnê Hellish Rock Part II
Helloween: Kiske aceitaria reunião por 2 milhões de Euros?
Michael Kiske: cantando clássicos do Helloween em show de Natal

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Gustavo Dezan

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas