WHIPLASH.NET - Rock e Heavy MetalWHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal

FacebookTwitterGoogle+RSSYouTubeInstagramApp IOSApp Android
MenuBuscaReload

Rancid Flesh: traz toda fúria típica de suas composições

Resenha - Pathological Zombie Carnage - Rancid Flesh

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O duo nordestino - assim me refiro, pois são de Fortaleza/CE e Natal/RN - Laerte Guedes (vocais) e Adriano Sabiano (todos os instrumentos) já gravou com o Rancid Flesh um EP e 7 splits desde 2009 quando a banda se formou. Ou seja, os caras são produtivos.
Separados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie

"Pahological Zombie Carnage" é o primeiro trabalho oficial deles e traz em seu Death/Goregrind toda a fúria típica de suas composições e muito mais. Este trabalho é algo que entrará fácil para o 'hall' de um dos mais importantes do gênero feitos no país. Vou explicar o porquê disso.

"Pathological...", além de conter composições de alto nível, possui uma produção fora do comum dentro do Goregrind. Sejamos sinceros, a maioria das bandas/projetos do estilo acham que gravar apenas o barulho é algo que já dignifica o seu trabalho, o que é completamente errado.

O Rancid Flesh não só investiu em uma ótima produção sonora (a cargo da dupla e Jorge Albuquerque) com instrumentos nítidos, como também priorizou um belo encarte com letras e as demais informações suficientes.

Falando do que mais importa, que é o som, temos uma pérola em mãos. São 25 composições de podridão e brutalidade a dar com pau. Apesar da média de pouco mais de 1 minuto de cada faixa, tudo é bem explorado e feito com uma pegada digna e com muita energia.

Simplesmente não há tempo para respirar ao ouvir as já clássicas Dr. Zombie, Slow Death, Autopsied Alive, Rancid Flesh, Cannibal Ripper, Sarcoma, A Day In The Morgue, enfim todas, pois praticamente mantêm um equilíbrio que fará muito bem aos ouvidos mais acostumados às sonoridades pútridas.

Se você aprecia letras doentias e um som que é devidamente podre, mas muito bem executado, produzido e vomitado, não perca seu tempo, corra atrás de "Pathological Zombie Carnage". Este álbum não irá mudar a história do Metal extremo, mas acrescentará muito à cena!

http://www.reverbnation.com/rancidflesh
http://www.facebook.com/pages/Rancid-Flesh/106504702835272...

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Rancid Flesh"

Separados
Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie

Spin
Revista elege as maiores baixarias da história do rock

Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Dream Theater: Como John Petrucci vê os fãs da banda?Ozzy Osbourne: foto do pastel favorito do MadmanA História Impopular dos Rolling Stones - Livro 2 - Mick Taylor

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online