Resenha - Vices - Circus of Power

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Vices - Circus of Power


  | Comentários:

Nos anos 80, o hard rock festeiro e farofa encontrou Hollywood e vice-versa: feitos um para o outro sob o sol escaldante da Califórnia, MÖTLEY CRÜE, WARRANT e QUIET RIOT recriavam os dias de sexo e drogas – e rock n´roll de vez em quando – naquele que já fora o palco do THE DOORS e outras figuras, anos antes. Entretanto, espalhados poelo terrítorio ianque, surgiam o POISON, CINDERELLA, BON JOVI – alguns de alta qualidade sonora – outros que de tão ruins se sufocaram no próprio glitter.

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Dentre os esquecidos, alguns realmente fizeram um som diferenciado: bandas como AXE, JUNKYARD e WAR BABIES possuíam um som mais enxuto e visceral do que seus contemporâneos. Nessa praia, o CIRCUS OF POWER, banda nova iorquina surgida em 1987 sofreu, até o último respiro em meados dos anos 90, a pecha de ser uma cópia do GUNS – uma comparação das mais idiotas, diga-se de passagem. Portadores de uma identidade mais blues-rock do que seus contemporâneos, o CIRCUS lançou em 1988, o excelente Lp homônimo, seguido de "Got Hard with you", dois anos depois. Ainda nesse ano, a banda, que contava com ALEX MITCHELL (vocais), RICKY BECK MAHLER e SUNSHINE GARY (guitarras), ZOWIE (baixo), e RYAN MAHER (bateria) soltou ao mundo "Vices".

Produzido por DANIEL REY (RAMONES, MISFITS, NASHVILLE PUSSY), "Vices" mostra o convívio pacífico entre slide guitar, melodias power pop e riffs envenenados e certeiros: enquanto 'Two River Higway", possui uma mistura infálivel entre um refrão suave e guitarras slide ao melhor estilo sulista, "Vices" – a faixa - possui uma cadência obscura e o riff de um insistente nervosismo. " Don´t Drag me Down" é tudo o que os posers tentaram a vida interia em vão: uma balada com leve acento country, e guitarras que estão mais para o EAGLES dos anos 70 do que para baladas bregas de novelas da época.

Os vocais "sleaze" de ALEX MITCHELL são um caso a parte - nada de gritos em exagero ou falsetes canastrões: seja na "AC\\DCdiana", "Last Call Rosie" ou no metal de "Doctor Potion" a fórmula é a mesma : pouca conversa e muito serviço- ainda que eventualmente prejudicada por uma mixagem baixa demais. Guitarras raivosas? Não espere por nada do estilo WARREN DE MARTINI- aqui a parada é outra: totalmente influenciados por um mix setentão entre o FREE e o ZZ TOP, melodias jangle pop e uma pitada de metal oitentista, a dupla de guitarristas faz valer em faixas não menos que sensacionais como "Los Angeles" e no southern hard-rock de "Got Hard" e 'Simple Man\\Simple Woman".

Erros? Em minha opinião, com a abolição de alguns backing "chicletes" desnecessários e uma captação de som mais a frente, o registro rivalizaria fácil com o melhor do hard do período. Nada que justifique ao leitor não dar uma passada por aqui.

Track List:
1. Gates Of Love
2. Desire/Fire In The Night
3. Two River Highway
4. Vices
5. Don't Drag Me Down
6. Last Call Rosie
7. Doctor Potion
8. Los Angeles
9. Got Hard...
10. Temptation
11. Junkie Girl
12. Simple Man/Simple Woman

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Circus Of Power"

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: [email protected]

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas