Resenha - Unbreakable - Scorpions

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Unbreakable - Scorpions


  | Comentários:

Aproveitando que uma das maiores bandas de Rock de todos os tempos está encerrando suas atividades, resolvi escrever sobre o disco que marcou a volta do SCORPIONS ao estilo que sempre o consagrou: Hard Rock de qualidade.

Nota: 8

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Desde Crazy World (1990), e seu megahit Wind Of Change, os alemães de Hanover ficaram apagados, devido à moda Grunge, que varreu a cena pesada. Após Eye To Eye (1999), viram que seu veneno não surtia efeito. Foi então que tiveram a idéia de revisitar sua trajetória, ao gravarem, com o auxílio de uma orquestra, o Moment Of Glory (2000) e desplugarem suas guitarras com Acoustica (2002).

Assim como na música que escreveram, Don´t Make no Promisses, do álbum Animal Magnetism (1980), Rudolf Schenker (guitarra) e cia provaram que voltariam a gravar um disco tão pesado e inquebrável. E é com esse título que nomearam seu então novo trabalho. Unbreakable é folheado com o mais puro aço, tanto nas cordas da guitarra quanto nas cordas vocais de Klaus Meine.

New Generation abre o álbum com as guitarras afiadas e aquele marcante refrão de Klaus. Love ´Em Or Leave ´Em tem aquele riff que só o Rudolf sabe fazer, enquanto Dep And Dark começa sombria e com um refrão marcante. Borderline tem uma introdução mecânica, mas possui um refrão de cantar com os punhos levantados. Blood Too Hot nos leva ao túnel do tempo, com os riffs que remetem ao Blackout. Aliás, vale destacar o trabalho da dupla Schenker/Mathias Jabs.

Quando se falam em Scorpions, lembramos das baladas radiofôficas. E Maybe I Maybe You é uma delas, com uma bela melodia, sob a batuta de Koen van Baal. No final dela, a banda desce a lenha. Outros destaques ficam para Can you Feel It (refrão no início e com a voicebox de Mathias Jabs), This Time, Through My Eyes e Remember The Good Times.

Analisando o disco, seria uma mistura de tudo o que o Scorpions produziu com um toque de modernidade. Portanto, não esperem uma segunda de um Blackout (1982), Love At First Sting (1984), ou qualquer um da fase setentista, quando contavam com Uli Jon Roth. Pois os tempos são outros, a técnologia mudou os parâmetros de gravação. Mas, ainda sim, eles se superaram.

Formação:

Klaus Meine - vocal
Rudolf Schenker - guitarra/backing vocals
Mathias Jabs - guitarra
Pawel Maciwoda - baixo
James Kottak - Bateria/backing vocals

Tracklist:

1-New Generation
2-Love ´Em Or Leave ´Em
3-Deep And Dark
4-Borderline
5-Blood Too hot
6-Maybe I Maybe You
7-Someday Is Now
8-My City My Town
9-Through My Eyes
10-Can You Feel It
11-This Time
12-She Said
13-Remember The Good Times

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Unbreakable - Scorpions

Resenha - Unbreakable - Scorpions
Resenha - Unbreakable - Scorpions
Resenha - Unbreakable - Scorpions


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Scorpions"

Scorpions: novamente no Brasil, pela primeira vez no Ceará?
Scorpions: fãs se perguntam sobre desaparecimento de James Kottak
Scorpions: 30 anos de "Love At First Sting"
Plexiheads: abertura do show de Uli Jon Roth no Manifesto Bar
Uli Jon Roth: Plateia pequena porém fiel e empolgada no RJ
Uli Jon Roth: ex-Scorpions neste sábado em SP
Uli Jon Roth: prometendo show cheio de clássicos no Manifesto Bar
Scorpions: campanha no Facebook pede banda no Rock in Rio
Scorpions: Resenha do Unplugged MTV in Athens
Aerosmith: Michael Schenker lembra do teste para a banda em 1979
Scorpions: quatro dos cinco maiores guitarristas da Alemanha
Scorpions: unboxing de Live In Athens Deluxe por fã brasileiro
Scorpions: banda está gravando cover da era Dio do Rainbow
Michael Schenker: The Attack Of The Mad Axeman atinge NYC
Scorpions: por que a banda não se aposentou conforme anunciado?

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas