Resenha - Hellakin Riders - Harllequin

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Hellakin Riders - Harllequin


  | Comentários:

Ainda hoje no Brasil, as vertentes mais melodiosas acabam sofrendo grande discriminação por parte de fãs, mas isso é algo fútil no tocante a parte musical, uma vez que todos somos fãs de Metal, logo, subdivisões que só nos enfraquecem não fazem sentido algum, ainda mais porque se, de maneira bem simplória, fossemos falar apenas em Metal melodioso e Metal extremo, ambos os lados da questão deram (e ainda dão) contribuições maravilhosas ao Metal nacional como um todo. E mais um ótimo nome que chega é o HARLLEQUIN, de volta depois de um tempinho, que nos brinda com o ótimo 'Hellakin Riders'.

Nota: 10

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
O que temos no CD é aquele bom e velho Metal Tradicional com melodias muito bem apuradas e evidentes, alguns toques bem sacados de Prog Metal, e elementos mais agressivos do Thrash Metal em uma música única, ou seja, vocais usando e abusando de tons bem altos, guitarras ora mais melodiosas, ora mais agressivas, em riffs e solos bem compostos e pesados, baixo vibrante e com técnica, teclados tocados com maestria, mas sem serem inconvenientes em momento algum, e uma bateria que sabe não só alternar andamentos, mas mostra uma técnica muito boa e pesada, sem usar e abusar de bumbos duplos o tempo todo.

A produção sonora como um todo (incluindo mixagem, masterização e toda a engenharia de som) feita por Caio Cortonesi nos BroadBand Studios, deixou o CD com uma limpeza ímpar, mas ao mesmo tempo, está elegante, pesada e encorpada, sem obliterar detalhe algum; a arte do CD é algo de linda, bem trabalhada e que transpira o conteúdo das letras, pois se baseiam em uma lenda espanhola, a do Bando de Arlequim, homens amaldiçoados e presos em uma dimensão onde estão mortos para os vivos, e vivos para os mortos, ou seja, as letras dão um tempero cultural ótimo à música do grupo.

E quando o CD começa a tocar, a coisa fica realmente séria, pois o trabalho desde quinteto é bem acima da média, sempre forte e construído em cima de harmonias excepcionais, logo, fica bem difícil escolher um destaque entre as dez faixas, mas não dá para não citar a beleza e peso de 'Three Days in Hell', onde o vocal de Mário Linhares (sim, o mesmo vocalista do mítico DARK AVENGER) flui com naturalidade nos tons mais secos e agressivos quanto nos tons altos; a força e peso de 'Archangel Asylum', uma faixa mais desacelerada, e por isso, mais pesada e densa, com ótimos riffs de guitarra, e 'Going to War' segue a mesma levada, bem trabalhada e com uma bateria para lá de pesada e variada; 'Overshadow', uma faixa que prioriza mais o peso, com o baixo aparecendo bastante; 'King of the Dead', mais intimista, com levadas muito boas e que prendem a atenção do ouvinte; a arrasa-quarteirões cadenciada 'Hellakin Riders', onde as bases de guitarra são ótimas e os vocais de uma teatralidade soberba, bem como o baixo, bastante evidente, faz bonito; 'The Riddle' e 'The Bride' são mais etéreas, ambas com belos teclados, e na segunda, surge um clima belíssimo, mais uma vez com o baixo dando a tônica; 'Daredevil' é uma faixa mais rápida, mas mesmo assim bem complexa, onde as guitarras e os vocais definitivamente roubam a cena; e a linda 'Ancestors', permeada por um belo piano, quase toda uma semi-balada com bastante peso e melodia. Óbvio que o disco encerra-se aqui, o que nos leva a iniciar tudo mais uma vez, pois tudo que é bom merece uma sucessão de repetições. E dá uma vontade enorme de se erguer da poltrona e aplaudir, pois a banda merece.

Imagem

Um disco maravilhoso, bastante profissional e que deverá constar na lista dos melhores do ano de muitos.

Hellakin Riders - Harllequin
(2012 - Die Hard Records - Nacional)

Tracklist:

01. Three Days in Hell
02. Archangel Asylum
03. Going to War
04. Overshadow
05. King of the Dead
06. Hellakin Riders
07. The Riddle
08. The Bride
09. Daredevil
10. Ancestors

Formação:

Mário Linhares – Vocais
Fabrício Moraes – Guitarras
Caio Cortonesi – Baixo
Pedro Val – Teclados
Kayo John – Bateria

Contatos:

https://www.facebook.com/pages/Harllequin/133952106681357...
http://www.myspace.com/harllequin
[email protected]
http://www.corrosivemusik.com

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Hellakin Riders - Harllequin

Harllequin: A volta dos que não foram
Harllequin: riffs brutais e muito cativantes


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Harllequin"

Harllequin: vídeos da turnê européia de 2013
Harllequin: lançando "Bastidores Pt.1" da turnê européia
Onfire Booking: Harllequin pronta para embarcar para Europa
Harllequin: se preparando para tour européia
Mario Linhares: vocalista em entrevista para o Rock Express Cast
Harllequin: saiba como foi o show no Manifesto Rock Bar em SP
Harllequin: banda fecha turnê na Europa para 2013
Sound'N'Rage: guitarrista fala da parceria com a Harllequin
Harllequin: A volta dos que não foram
Harllequin: show de lançamento do disco Hellakin Riders
Harllequin: riffs brutais e muito cativantes
Harllequin: disponibilizando música de seu primeiro álbum
Harllequin: capa e detalhes do "Hellakin Riders"
Harllequin: Bom e velho Metal Tradicional
Harllequin: lançamento do debut no Brasil e Europa

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas