Resenha - Show no Mercy - Slayer

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Show no Mercy - Slayer


  | Comentários:

Não tem graça resenhar Slayer, já que o negócio é sempre de alto nível. Mais desafiador é falar de um dos maiores clássicos do Thrash Metal mundial, relançado no Brasil pela Shinigami Records (www.shinigamirecords.com.br). Tudo devidamente remasterizado e com um novo encarte caprichado!

Nota: 10

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Há quase trinta anos, “Show no Mercy”, primeiro ‘full length’ do quarteto, aparecia para espalhar muita maldade musical pelo planeta. Embalado em velocidade, peso e técnica – mesmo ainda não estando no seu auge -, o disco marcou, aliás, marca até hoje os headbangers afoitos por violência sonora.

“The Antichrist” ou “Black Magic” (excepcional!), por exemplo, são obrigatórias nas apresentações. Incrível como essas músicas não envelhecem. Mas é preciso mencionar também “Metal Storm/Face the Slayer”, bem trabalhada e empolgante, sem ser veloz. A introdução é muito boa.

Os solos maravilhosamente desesperados da dupla imbatível Jeff Hanneman e Kerry King são um show à parte. Exemplo é a faixa de abertura – “Evil Has No Boundaries” – fantástica! E olha que não está sendo mencionada a rifferama feroz, típica do estilo.

Tom Araya cantando de forma mais sombria – mas com os agudos que sempre caractarizaram os primeiros discos da banda – também agrada bastante. No baixo, ele se garante!

Rever fotos dos integrantes – todos obviamente moleques na época – também é uma experiência interessante. Os guitarristas usando um leve corpse paint ao redor dos olhos, além daquelas roupas de couro, com muitos pregos, remetem de forma positiva a tudo o que foi o início do Thrash.

Enfim, o álbum clássico tem aquela pegada irada, bem executada e com músicos consagrados (Dave Lombardo já tocava muito naquele tempo – ouçam o início da faixa-título). É rápido, pesado, certeiro e atemporal. Indispensável para a coleção. Portanto, é a chance de quem ainda não tem, adquiri-lo, e para os que já o possuem, vale a pena pelo fato de o material ser remasterizado, como já dito.

PORRA, É SLAYER!

Slayer – Show no Mercy
Metal Blade/Shinigami Records – 1983/2012 (relançamento) – Estados Unidos

http://www.slayer.net
http://www.myspace.com/slayer

Tracklist:
1. Evil Has No Boundaries 03:12
2. The Antichrist 02:50
3. Die by the Sword 03:37
4. Fight Till Death 03:40
5. Metal Storm/Face the Slayer 04:55
6. Black Magic 04:07
7. Tormentor 03:46
8. The Final Command 02:33
9. Crionics 03:30
10. Show No Mercy 03:08

Total: 35:18

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com
@som_extremo

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Show no Mercy - Slayer

Slayer: Raízes do Black Metal em Show No Mercy
Slayer: Em 1983, antes de serem Thrash Metal


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Slayer"

Gary Holt: resistência matadora por tocar em duas bandas
E Se...: Sua banda favorita mudasse de gênero musical?
Slayer e Exodus: Gary Holt fala como é tocar em duas bandas
Dave Lombardo: Jeff não gostaria de ver o Slayer dessa forma
Lombardo: ele acha que nunca mais tocará novamente com o Slayer
Guitar World: 10 Álbuns clássicos essenciais do Metal
Slayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff Hanneman
Pylon: recrutando Tim Gaines, do Stryper, para cover do Slayer
Slayer: Lombardo mente quanto a seu salário, afirma biógrafo
Dave Lombardo: menos de mil dólares por show com o Slayer
Dave Lombardo: eles não eram amigos, apenas parceiros de negócios
Slayer: as fotos mais legais do Instagram da mulher de Kerry King
Dave Lombardo: Baterista está em uma fase de imersão no funk
Slayer: série de óculos escuros finalmente foi lançada
Jeff Hanneman: baixo em leilão para ajudar veteranos de guerra

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas