En Fandens Ridder: Álbum bastante ousado em termo de Brasil

Resenha - Forest of Thy Light - En Fandens Ridder

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Um estilo que tem ficado cada vez mais em evidência dentro dos estilos mais extremados do Metal é o Avant Garde Black Metal, ou seja, é o próprio estilo, só que rebuscado em várias influências externas ao gênero, com maior diversidade, ou seja, é uma evolução do próprio Black Metal, que como todos os estilos do Metal, necessita disso para poder sobreviver às vicissitudes do tempo.
Heavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhosGhost: De quais bandas brasileiras eles gostam?

O estilo tem crescido bastante no Brasil, e mais uma banda chega para a apreciação de todos, o EN FANDENS RIDDER, de Cascavel, PR, com seu primeiro CD, ‘Forests of Thy Light’, em que vemos a coragem em fazer um trabalho muito bom, apesar das dificuldades inerentes à nossa realidade cotidiana no país.

Primando por um trabalho mais cadenciado e soturno, com boas guitarras em riffs soturnos, solos bem melodiosos e vez por outra limpas, baixo presente e bem firme (que de vez em quando se arrisca em fazer uns acordes por fora), bateria bem sólida, vocais variando entre o rasgado e o melancólico, teclados muito bem tocados, que servem para dar um clima mais opressivo, embora não se prendam apenas em ‘fazer clima’, a banda consegue atingir um nível muito bom.

A gravação, feita de forma caseira e produzida pelo próprio tecladista da banda, não é muito boa, porque as guitarras ficaram um pouco abafadas, mas ainda assim, é bem melhor que algumas de discos clássicos do gênero, logo, podemos ouvir os instrumentos com clareza razoável, bem como ter acesso auditivo ao trabalho instrumental da banda, que é de um nível muito bom.

As músicas do trabalho em si tem um nível muito bom, com composições bem fortes, como a instigante ‘Behind the Curtains’, opressiva e mórbida, com ótimas guitarras e incursões de teclados muito boas; a variada e soturna ‘Endless Pleasure’, onde os vocais mostram saber variar bastante, bem como existem mudanças de andamento bem interessantes, e o baixo aparece bastante; a longa e densa ‘Morning Weakness Breeze’, com um forte apelo melancólico, pois seus teclados climáticos dão uma atmosfera agonizante de tão densa; e a ótima ‘Rising Through Desperation’, esta que tem um forte andamento, com trabalho muito bom de guitarras e da cozinha rítmica, e os vocais mostram certa versatilidade.

Enfim, um trabalho muito bom, honesto e até que bastante ousado em termo de Brasil, pois poucas bandas ousam trilhar estes caminhos, logo, esperamos mais notícias da banda em breve, já que há uma nova mixagem em andamento, bem como sairão cópias físicas do CD.

E para um aperitivo, a versão ao vivo de ‘Behind the Curtains’:

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Forest of Thy Light – En Fandens Ridder
(2011 – Independente – Nacional)

Tracklist:
01. Forest of thy Light
02. Behind the Curtains
03. Endless Pleasure
04. Morning Weakness Breeze
05. March into the Light
06. Rising Through Desperation

Formação:
Haoach – Vocais
Paradox – Guitarras, backing vocais
Kizien – Guitarras
The Void – Baixo
Arios – Teclados, pianos e efeitos
Asgard – Bateria

Contatos:
http://www.myspace.com/enfandensridder
http://http://enfandensridder.bandcamp.com/
http://www.youtube.com/EFRblackmetal
http://letras.terra.com.br/en-fandens-ridder
http://www.feelmetwice.blogspot.com
efrblackmetal@gmail.com

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "En Fandens Ridder"

Heavy Metal
10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

Ghost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

AC/DC
Axl conta por que Angus vive correndo no palco

Bon Jovi: freira italiana arrebenta em "Livin' On A Prayer"Capas: confira 10 das mais belas do Rock/Metal NacionalRaimundos: Uma indireta de Rodolfo a Digão e Canisso?Judas Priest: uma insana versão caipira do clássico Painkiller!Black and "Blues": a influência do lamento negro no Black SabbathSepultura: aceite ou não, a maior banda brasileira da história

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online