Resenha - Power Within - DragonForce

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Power Within - DragonForce


  | Comentários:

Os fãs de DRAGONFORCE esperavam duas coisas com The Power Within, quinto trabalho de estúdio do grupo: Como se sairia o novo vocalista Marc Hudson, selecionado entre dezenas de outros que participaram de um campeonato via YouTube para escolher o substituto de ZP THEART, e se a banda ainda mantinha as suas marcas registradas: solos cheios de "fritação", sons de video-games, letras com conteúdo fantasioso e épico, riffs rápidos.

Nota: 8

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
As respostas para as duas indagações são positivas. MARC HUDSON mostrou-se uma excelente substituição. Deu nova cara à banda, o que é evidenciado pelo seu timbre um tanto mais grave que o de ZP (se bem que a primeira vez em que ele abre a boca no álbum, na intensa abertura "Holding On", é para dar um daqueles agudos de arrepiar). Quanto ao som da banda, continua essencialmente o mesmo: riffs acelerados, solos ágeis, batidas extremas. As novidades por aqui ficam por conta dos backing vocais de EMILY OVENDEN, vocalista da banda de power metal conterrânea PYTHIA. CLIVE NOLAN, mais uma vez, também deu sua contribuição como segunda voz.

Contudo, o álbum tem dois defeitos que impedem qualquer resenha de concedê-lo nota máxima: o primeiro é a atuação do tecladista VADIM PRUZHANOV, que traz em "Last Man Stands" o seu único solo "considerável" do álbum inteiro (sem contar "Seasons", em cujo solo ele acompanha as guitarras e mal é percebido em meio à melodia). No resto do álbum, limitou-se a dar alguma atmosfera às faixas, com mais destaque em algumas e menos em outras. Recentemente, ele afirmou na série de vídeos sobre o making of do álbum que ele procurou fazer um som mais orgânico e manter-se longe de arpeggiators e afins – o resultado pode decepcionar alguns.

Outro defeito é a ausência de faixas longas. Enquanto nos álbuns anteriores as músicas eram de no mínimo cinco ou seis minutos de duração, em The Power Within a média não ultrapassa os quatro ou cinco minutos. A única que foi bem mais longe que a média, "Wings of Liberty", chega aos 7:22 mas não se destaca entre as demais. Não que duração seja o fator determinante da qualidade do som da banda, mas para um grupo que vem fazendo isso há mais de dez anos, soa decepcionante ver um álbum cheio de faixas curtas.

Mesmo assim, The Power Within não deixa de ser um bom álbum. Destaque para a abertura "Holding On"; "Fallen World", a primeira faixa liberada e acertadamente divulgada como "a mais intensa e rápida faixa do RAGONFORCE até hoje" (embora outras mais antigas como "Fury of the Storm" não devam nada a ela); "Seasons", que veio com uma versão acústica como faixa bônus; e "Heart of the Storm", que além de ser muito boa ainda vem em uma versão com refrão diferente, dando a opção de escolha para o fã (se é que ele não gostará das duas).

MARC HUDSON fez uma estreia excelente e demonstrou ter muito potencial. O resto da banda, como nos álbuns anteriores, mostrou tudo aquilo que fez dela uma das maiores forças do power metal atual. Resta apenas esperar que o sexteto continue fritando muito em seus instrumentos e não deixem de investir em suas faixas longas nos próximos trabalhos.

"Holding On" - 4:56
"Fallen World" - 4:09
"Cry Thunder" - 5:17
"Give Me the Night" - 4:29
"Wings of Liberty" - 7:22
"Seasons" - 5:05
"Heart of the Storm" - 4:44
"Die by the Sword" - 4:39
"Last Man Stands" - 5:12
"Seasons (Acoustic Version)" - 4:26

Fonte: Sinfonia de Ideias http://sinfoniadeideias.wordpress.com/2012/04/15/the-power-within-nao-decepciona-mas-faixas-longas-e-solos-de-vadim-fazem-falta/

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Power Within - DragonForce

Dragonforce: Ampliado os horizontes do que já existia


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Dragon Force"

DragonForce: Ouça demo de nova música do álbum Maximum Overload
Dragonforce: título do novo álbum, demo de nova música
Karmaflow: o primeiro jogo ópera rock da história
Dragonforce: banda entrará em estúdio no mês de maio
Dragonforce: videos de show no Loud Park no Japão
Dragonforce: Herman Li no programa "How To Be Epic At Everything"
Dragonforce: Herman Li solando na banheira
Separados no nascimento: Richie Faulkner e Mark Hudson
Metalhammer: 10 ridículos anúncios no Heavy Metal
Dragonforce: em comercial de aplicativo para smartphone
I Am I: banda de ex-Dragonforce lançará novo single
Dragonforce: assista vídeo do show na Holanda.
Dragonforce: lançado videoclipe de "Seasons"
Dragonforce: assista ao video clipe de "Seasons"
DragonForce: banda convida fãs para shows no Brasil

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é paulistano e morador da Granja Viana em Carapicuíba, São Paulo. Formado em Jornalismo pela PUC-SP, tem um blog de resenhas musicais e outros assuntos chamado Sinfonia de Ideias. É voluntário do Movimento Wikimedia Brasil e passa as horas livres editando as Wikipédias em inglês e português. Apaixonado por livros, ciências, cinema, viagens, ufologia, e, é claro, música, que entra em seus ouvidos na forma de rock, metal, pop, dance, folk, erudito, ou todos juntos. Além de ouvir, também toca e compõe com o piano ou teclado.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas