Resenha - Time To Be King - Masterplan

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Time To Be King - Masterplan


  | Comentários:

Falar que Jorn Lande (Allen/Lande, Jorn, ex-ARK) é um dos melhores vocalistas da atualidade é chover no molhado. Assim como a seleção que o acompanha neste trabalho, que marca seu retorno após ficar fora por cinco anos. Roland Grapow (guitarra, ex-Helloween), Jan-Sören Eckert (baixo, Iron Savior), Axel Mackenrott (teclados) e o renomado Mike Terrana (bateria, Axel Rudi Pell, Tarja, ex- Rage) dispensam maiores apresentações.

Nota: 7

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Mas, é aí que está o ‘porém’ da questão. “Time To Be King”, lançado aqui pela Laser Company, apesar de um trabalho legal e digno, está longe dos dois primeiros discos do grupo e ainda perde em empolgação para “MK II” (trabalho que conta com Mike DiMeo, ex-Riot) nos vocais. É aquele tipo de frustração que deixa a desejar não pela música em si, mas sim pela capacidade da banda não ser tão explorada como deveria.

Pontos positivos? Sim, há, mas isso é obrigação deste time. Ao começar pela excelente produção do disco, a cargo do próprio Grapow. Dentre as composições, Fiddle Of Time, que abre o disco é a única que empolga no quesito Power Metal – que é a proposta inicial da banda. A faixa tem pegada, ritmo e belos arranjos de teclados, além de uma ótima interpretação de Lande.

Porém, as outras grandes músicas do disco soam mais Hard/Prog Metal, o que não é ruim, pelo contrário, mas que pega de surpresa os fiéis fãs do Power Metal típico da banda. Lonely Winds Of War é belíssima, com belos arranjos, bons solos de guitarra, ritmo cadenciado e mais um show de Lande. Aliás, o vocalista consegue eclipsar os outros integrantes na maior parte do álbum.

A ‘quase’ balada The Dark Road, também é belíssima, mas é outra que foge das características da banda. The Black One ainda segue a linha Hard/Prog Metal, mas possui mais peso, com ótimos riffs e uma bela linha de baixo. O restante é boas composições, mas que passam longe do que a banda pode oferecer.

O trabalho gráfico do disco é magnífico, ou seja, mais um fator que exigiria um pouco mais de conteúdo do álbum. Enfim, um trabalho bom, de boa produção e uma mescla de composições ótimas com medianas, porém que pode não empolgar a todos.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Time To Be King - Masterplan

Masterplan: sem o impacto emocional oferecido no passado


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Masterplan"

Jorn Lande: ele não descarta retornar com Ark e Masterplan
Masterplan: vídeo ao vivo de novo DVD do Masters of Rock 2013
Masterplan: Roland Grapow quer regravar músicas do Helloween
Masterplan: recomeço e uma leve volta às origens
Masterplan: Grapow empolgado com álbum de Allen e Sinner
Masterplan: um novo recomeço em grande estilo
Masterplan: segundo Grapow, Jorn Lande nunca fez nada pela banda
Masterplan: assista trailer oficial de "Novum Initium"
Masterplan: assista novo clipe "Keep Your Dream Alive"
Masterplan: ouça samples de todas as faixas de "Novum Initium"
Masterplan: ouça sample do novo single "Keep Your Dream Alive"
Masterplan: ouça nova música, "The Game"
Masterplan: veja o Lyric Video de "The Game"
Masterplan: video teaser do novo álbum "Novum Initium"
Masterplan: divulgada arte de digipack de Novum Initium

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas