Resenha - Opus Eponymous - Ghost

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Opus Eponymous - Ghost


  | Comentários:

Independente de todo o inteligente marketing que rondou os primeiros meses após o lançamento do disco “Opus Eponymous”, em 2010, o fato é que toda a aura de satanismo e mistério auto-imposto pelo Ghost deu muito certo. Muitas atenções se voltaram para a banda sueca e, melhor, pode-se comprovar que por trás da teatralidade das vestes inspiradas nos mantos da igreja medieval, capuzes e máscaras, sua música era muito, mas muito interessante.

Nota: 9

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
A movimentação que este disco gerou fez com que seu lançamento atingisse muitos países, e inclusive a Hellion Records tomou a iniciativa de liberá-lo no mercado brasileiro. Musicalmente, “Opus Eponymous” resgata todo aquele clima setentista soturno e pesado, mas meio lisérgico, além de letras com um satanismo tão descartável que fatalmente adquire contornos humorísticos. Mas, como dito, o Ghost tem tudo planejado e esses temas satânicos aí, aliado ao carregado visual empregado em suas apresentações, faz com que o pacote tenha impacto e funcione muito bem.

Ou seja, tudo é construído de forma a segurar (ou hipnotizar?) a atenção do ouvinte. O grupo transparece uma incrível naturalidade ao resgatar, readaptar e potencializar tantos elementos clássicos no universo do Hard Rock e Heavy Metal que é praticamente impossível não se sentir cativado pelo repertório, que possui pelo menos duas canções que são unanimidade entre a crítica e público: “Ritual” e “Elisabeth”.

Quem acompanha os lançamentos dos últimos anos já deve ter percebido que muitas bandas iniciantes estão vasculhando e estudando o passado para compor as canções neste novo século. Isso resultou em grandes discos mundo afora, mas “Opus Eponymous” conseguiu se sobressair e transformar o Ghost em um gratificante fenômeno, indispensável aos devotos de Black Sabbath, Mercyful Fate, Pentagram e Blue Öyster Cult. Se este é você, confira!

Contato:
http://www.ghost-official.com
http://www.myspace.com/thebandghost

Formação:
Papa Emeritus - voz
Nameless Ghouls - guitarras, baixo, teclados e bateria

Ghost – Opus Eponymous
(2010 / Rise Above Records – 2012 / Hellion Records – nacional)

01. Deus Culpa
02. Con Clavi Con Dio
03. Ritual
04. Elizabeth
05. Stand By Him
06. Satan Prayer
07. Death Knell
08. Prime Mover
09. Genesis

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Opus Eponymous - Ghost

Ghost: "Opus..." é um novo clássico do Metal
Ghost: Odes ao cramulhão repletas de climas sinistros
Ghost: Um disco delicioso, no qual vale a pena apostar
Ghost: Teatro e rock and roll têm tudo a ver
Ghost: Banda misteriosa lança o clássico de uma geração


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Ghost"

Ghost: confira teaser do episódio "Papaganda Part 2"
Ghost: A inspiração em filmes para as capas
Ghost: banda ganha "Grammy Sueco" de melhor Hard Rock/Metal
Ghost: qual a identidade secreta de Papa Emeritus?
Ghost: Papa Emeritus canta sem máscara (em termos) na Austrália
Ghost: com elementos do Mayhem, Sarcófago e Devil Doll
Ghost: na capa de edição especial da revista Terrorizer
Ghost: Qual é a alma do negócio?
Phil Anselmo: flagrado pedindo a benção ao Papa
Ghost: vídeo HD de "Year Zero" em show de Nova York
Loudwire: os 10 melhores álbuns de Metal de 2013
Ghost: Nameless Ghoul entrevistado por garotinhas
Ghost: novo EP entra no Top 100 dos EUA
Ghost: ótimo EP de covers da banda do momento
Ghost: site polonês libera vídeos de show na Alemanha

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas