Down: Mantendo sempre a pegada Doom/Southern

Resenha - Over the Under - Down

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Derik Kellner
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Muitas coisas aconteceram com esse supergrupo sulista formado por nomes pesados da cena metal. O vocalista Phil Anselmo lutou e superou seus demônios internos, sua personalidade caótica, o uso de drogas e a perda do saudoso Dimebag Darrell, seu ex-companheiro da banda Pantera, morto de forma estúpida durante um show da sua banda Damageplan. Enquanto isso, o furacão Katrina varria New Orleans do mapa, cidade sede da banda.
Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoSteven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas

Em meio a todas essas tragédias, os integrantes encontraram força para se reunirem novamente e embarcar em uma pequena turnê pela Europa, fazendo shows com lotação esgotada no verão de 2006. Voltando a New Orleans, a banda compõe 18 músicas, e em seguida, grava 12 dessas no inicio de 2007, que deu origem ao terceiro álbum do grupo.

Em "Down III: Over The Under", o grupo mostra uma grande diversidade de temas e músicas, criando uma atmosfera musical que poucos conseguem fazer. O CD traz composições bem inspiradas, mantendo as principais características da banda, músicas lentas e pesadas, abordando temas como drogas, experiências e problemas pessoais.

Todas as músicas parecem se enganchar uma as outras, criando uma bela e interessante mistura de ritmos. Não me arrisco a dizer que há alguma faixa fraca em todo o álbum, pois todas elas mantém uma pegada forte e cativante. Sempre com um toque de Black Sabbath, sem dúvida alguma a maior influência da banda.

Uma das coisas que me chamou a atenção nesse álbum é o tema das letras, que reflete bastante a fase difícil que os integrantes da banda passavam na época. Uma das faixas particularmente notáveis é "On March the Saints", não apenas pela forte influência de Black Sabbath, mas também pelo conteúdo da canção. A faixa fala claramente sobre a passagem do furação Katrina por New Orleans em 2005, que causou aproximadamente mil mortes, sendo um dos furações mais fortes já vistos na história dos Estados Unidos. Fica bem claro na música todo o sentimento de tristeza e angústia dos integrantes da banda pela ocorrência da trágedia. Já na faixa "Mourn", o tema abrangente é outro, a música descreve a morte de Dimebag Darrell e a proibição de Phil Anselmo de participar do Velório, que foi imposta pela familia de Dimebag, devido ao ressentimento criados na época do Pantera. Mais uma vez as experiências pessoais colocadas em forma de música. Um álbum realmente pesado, em diversos sentidos.

Outro grande destaque do álbum é o que Kirk Windstein e Pepper Keenan, guitarristas da banda, fazem com as seis cordas. Ambos formam sem dúvida alguma uma das melhores duplas de guitarristas do metal, e é só ouvir o que acontece quando esses dois se juntam para entender que não a exagero algum em escrever isso. Todos os riffs do álbum são inspiradissimos, por mais simples que possam parecer (influência de Tony Iommi? resta alguma dúvida?). Há uma grande variedade de estilos de riffs do álbum, alguns como nas músicas "The Path" e "Mourn", mostram um lado mais sombrio da banda, com riffs lentos, carregados, bem comuns em bandas de Doom Metal; já em músicas como "In The Thrall Of It All" vemos um lado mais "feliz", com claras influências de Hard Rock, isso tudo, logicamente, com uma pitada "Sabbathiana". Uma bela mistura.

Phil Anselmo novamente fez um ótimo trabalho nos vocais, apesar de muitos comentarem que ele já não tem mais o alcance vocal de outrora, creio que sua voz encaixa perfeitamente para a proposta de som da banda. Acho que ele percebeu isso e tirou grande vantagem.

O baixo fica por conta do "cobra criada" Rex Brown, já experiente em tocar bases para grandes guitarristas. A bateria fica por conta de Jimmy Bower, que geralmente é visto com uma guitarra em mãos na sua outra banda (Eyehategod), mas que no Down assumiu as baquetas e fez um bom trabalho.

É uma pena que os integrantes não tenham tempo o suficiente para tornar o Down uma banda de tempo integral, pois há uma química muito grande quando esses caras de juntam para fazer barulho, algo raro até em bandas que estão juntas constantemente e lançam álbum ano após ano. Seria ótimo ouvir sons novos desse supergrupo com mais frequência e não apenas após uma longa espera de anos como é o caso do álbum em questão (apenas o terceiro full-length em mais de 18 anos de banda).

"Down III - Over The Under" não irá decepcionar o ouvinte, pois os caras realmente acertaram a mão, fazendo uma mescla dos dois lançamentos anteriores, mantendo sempre a pegada Doom/Southern. Todo fã de Down deve ouvir esse álbum, e creio que muitos iram concordar que se trata de um dos melhores lançamentos do ano.

E que venha o "Down IV" em um futuro, espero, próximo.

Faixas:

1. Three Suns And One Star
2. The Path
3. N.O.D.
4. I Scream
5. On March The Saints
6. Never Try
7. Mourn
8. Beneath The Tides
9. His Majesty The Desert
10. Pillamyd
11. In The Thrall Of It All
12. Nothing In Return (Walk Away)
13. Invest In Fear «Limited Edition Bonus»

Integrantes:

Phil Anselmo - Vocais
Pepper Keenan - Guitarra
Kirk Windstein - Guitarra
Rex Brown - Baixo
Jimmy Bower - Bateria

Website:
http://www.down-nola.com/
http://www.myspace.com/downnola
http://www.facebook.com/down

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Down"

Loudwire
As várias faces de Phil Anselmo

Phil Anselmo
"Eu odeio astros do rock"

Ô glória
Jesus Cristo capturado em vídeo fazendo stage dive

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Down"

Anthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo

Steven Tyler
"Minha primeira vez foi aos 7 anos, com gêmeas!"

João Gordo
Ed Motta tem razão, brasileiro não tem noção mesmo!

Regis Tadeu: "o cara que tem uma banda hoje queima etapas"Guns N' Roses: show no Troubadour marca definitivamente a "era do reboot"Mike Portnoy: o cara trabalha pra kct, será que ganha bem?Kiss: "Sejam gentis com os ricos! Pobres não geram empregos!"Ghost: uma foto assustadora dos bastidores do Rock In RioNirvana: Bebê da capa de Nevermind planta tomates para viver

Sobre Derik Kellner

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online