Dis-Ordher: Tendo como proposta o Thrash Metal

Resenha - Dis-Ordher - Dis-Ordher

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O Dis-Ordher tem sua origem na cidade de Campinas (SP) e está na ativa desde 2009 tendo como proposta o Thrash Metal. Neste mesmo ano Eric Aguiar (voz e baixo), Antônio Junior (guitarra) e Michel Belletatti (bateria) entraram em estúdio e liberaram seu primeiro registro, esta demo auto-intitulada com quatro faixas.
Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Ozzy Osbourne: ainda sentindo os efeitos do LSD?

E este é um trio que consegue manter as coisas devidamente interessantes ao longo dos pouco mais de 15 minutos de audição. Sua proposta, ainda que tenha como cerne praticamente todas as características do Thrash da velha escola norte-americana, oferece muitas mudanças de andamento bem planejadas e agrega alguns outros estilos, resultando em um dinamismo que não se observa com freqüência entre quem está iniciando suas atividades.

E isso conta muito, é só atentar para a abertura “Written On Your Face” ou “Criminal Poor Soul”... Com uma gravação eficiente, o Dis-Ordher assume que suas influências principais sejam Slayer, Sepultura, Pantera e Lamb Of God. Com certeza, e é o público que admira esses veteranos os que encontrarão os maiores atrativos por aqui. Os paulistas estão de parabéns e avisam que seu debut está em andamento!

Contato:
http://www.myspace.com/disordher

Formação:
Eric Aguiar - voz e baixo
Antônio Junior - guitarra
Michel Belletatti - bateria

Dis-Ordher – Dis-Ordher
(2010 / CD-demo – nacional)

01. Written On Your Face
02. Runaway
03. Criminal Poor Soul
04. Chaos, Hole, World

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dis-Ordher"

Metallica
A lista de exigências da banda em 1983

Ozzy Osbourne
Ainda sentindo os efeitos do excesso de LSD?

Ultimate Guitar
As 28 canções mais sombrias de todos os tempos

Heavy Metal: Loudwire elege 11 melhores álbuns dos 80sPapai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhosThin Lizzy, Metallica: A história de "Whiskey in the Jar"Dave Lombardo: tentou entrar no Megadeth em 1986 mas os caras estavam chapadosGuns N' Roses: sem integrantes legítimos, uma banda tipo MenudoMegadeth: tocar com Kiko e Adler é como um grupo de 4 rockstars

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online