Aerosmith: Clássicos que influenciaram toda uma geração

Resenha - Get Your Wings - Aerosmith

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Renato Trevisan
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O primeiro álbum do "Aerosmith" não teve boas vendagens, então, no ano seguinte, a banda apostou em um novo lançamento: Get Your Wings. Esse álbum foi gravado ainda em 1973, mas só foi lançado em 1974, logo após a turnê de divulgação do primeiro álbum. Com 8 faixas (o que era normal pra época), ele é relativamente curto, tem cerca de 38 minutos. "Get Your Wings" não teve boas vendagens na época, mas até os dias de hoje, vendeu cerca de 4 milhões de cópias. O álbum conta com a formação clássica do Aero: Steven Tyler nos vocais, Joe Perry e Brad Whitford nas guitarras, Tom Hamilton no baixo e Joey Kramer nas baquetas. Ele foi lançado pela Columbia, Ray Colcord e Jack Douglas foram os produtores.
Aerosmith: Tyler demonstra mágoa com banda em sua autobiografiaSlayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Infelizmente, este álbum também marca o início da interferência de pessoas de fora da banda, desde as composições até às faixas das musicas, coisa que assolou não só Aero, mas todas as bandas nos anos 70. Desculpa se eu ferir os sonhos de alguns de vocês, mas Joe Perry e Brad Whitford não tocaram no álbum... Bob Ezrin estava cozido com o álbum não chegar a perfeição que ele queria e tira os dois... Coloca pra tocar dois músicos desconhecidos, Dick Wagner e Steve Hunter... Enquanto Perry se matou 2 meses e nada, eles fizeram tudo em 5 dias". Joey Kramer também quase tomou um pé por não conseguir tocar as músicas. Pra vocês terem uma ideia, ele fez mais de 15 takes pra conseguir tocar S.O.S (Too Bad). Mas tudo que está gravado no álbum é da banda, Joe e Brad não tocavam, mas compunham.

Nesse álbum, vemos um Aerosmith mais maduro. Steven Tyler tem uma voz mais suave, menos seca e consequentemente menos parecida com a de Mike Jagger. Joey Kramer colocou mais peso e fez linhas mais difíceis na sua bateria. Tom Hamilton continua regular como sempre e as guitarras tem uma melhora significativa, graças aos "novos guitarristas" da banda.

O álbum começa com "Same Old Song And Dance". A primeira música, além de ter um excepcional vocal de Steven Tyler, tem belos riff’s, um solo “ok” na guitarra e um maravilhoso solo de saxofone. "Same Old Song and Dance" tem tudo o que um bom rock n’ roll precisa. "Lord Of The Thighs" tem simplesmente o melhor vocal do disco. Eu diria que essa música é divertida, tem uma bateria forte e o baixo e as guitarras meio que se completam, isso dá a música um tom de “música de filme policial americano da década de 90”. Logo depois vem "Spaced", uma música meio repetitiva, mas mesmo assim ela desce direitinho. Tyler como sempre arrasa nos vocais e as guitarras soam fortes. A faixa tem belos riffs (principalmente o do final), mas um solo faz falta. "Woman of the World" é uma das mais belas introducões do Aerosmith, e as guitarras são os destaques daqui. Em seguida vem "S.O.S. (Too Bad)". Rock n’ Roll em sua essencia, uma música simples, com uma boa pegada na bateria, um solo legal e um riff simples mas contagiante. "Train Kept A Rollin" dispensa comentários, um cover do The Yardbirds mas que virou hino nas mãos do Aero. Vocal ótimo, riff ótimo, solo ótimo. Um dos clássicos absolutos da banda. "Seasons Of Wither" é uma faixa de extremos. Considerada por muitos uma das melhores baladas do Aero mas, por outros, uma das piores músicas do grupo de Boston. Ela tem uma bela melodia, uma bateria pesada mas que se encaixa perfeitamente no ritmo calmo da música e tem também dois belos solos de guitarra no final. E fechando o disco temos "Pandora's Box". Outro rockzão direto, o que se disse para S.O.S. (Too Bad) também vale para essa.

Daquele Hard Blues seco, o Aerosmith evoluiu e transformou seu som em Hard Rock puro e de qualidade suprema. "Get Your Wings" traz clássicos que influenciaram toda uma geração e é um daqueles discos que merecem espaço reservado em qualquer prateleira de qualquer um que se diz amante de boa música.

01. Same Old Song And Dance
02. Lord Of The Thighs
03. Spaced
04. Woman Of The World
05. S.O.S. (Too Bad)
06. Train Kept A Rollin´
07. Seasons Of Wither
08. Pandora´s Box

Line Up:
Steven Tyler - vocais
Joe Perry - guitarra
Brad Whitford - guitarra
Tom Hamilton - baixo
Joey Kramer - bateria

Dick Wagner e Steve Hunter - guitarras (não creditados)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Get Your Wings - Aerosmith

Aerosmith: no início dos 70, escrevendo a história do Hard

Aerosmith
Steven Tyler demonstra mágoa com banda em sua autobiografia

Bastille: cover para "I Don't Want To Miss A Thing", do AerosmithAlta Fidelidade: Aerosmith ou Stones... Quem é melhor ao vivo?Todas as matérias e notícias sobre "Aerosmith"

Aerosmith
Novo patamar em erros na impressão de CDs piratas

Aerosmith
Curiosidades sobre a voz de Steven Tyler

Aerosmith
"Escreveram grandes músicas quando eram bêbados e drogados!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Aerosmith"

Slayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Metallica
Dave Grohl responde sobre carta aberta à banda

Teoria da conspiração
Teria The Rev do A7X cometido suicídio?

Megadeth: Nick Menza e Marty Friedman iam retornarDave Mustaine para James Hetfield: "Nós mudamos o mundo, irmão"Loudwire: as 10 melhores músicas do Slipknot segundo o siteArin Ilejay: "O Avenged Sevenfold quer ser uma banda clássica"Jared Leto: carta de amor e rato vivo para Margot RobbieKiss: a relação de Gene Simmons com o Van Halen

Sobre Renato Trevisan

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online