Resenha - What If... - Mr. Big

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - What If... - Mr. Big


  | Comentários:

Marcando a volta da formação clássica do MR. BIG, “What If...” é o primeiro disco da banda em aproximadamente 10 anos – lançado no final de 2010, no Japão, e no início de 2011, no resto do mundo. Como os outros grandes conjuntos de hard rock que estão voltando, o MR. BIG tenta também regressar ao passado para trazer todas as sonoridades que compõem seu estilo. Assim, estão presentes o virtuosismo de Paul Gilbert, a habilidade de Billy Sheehan, a versatilidade de Eric Martin nos vocais e a precisão de Pat Torpey na bateria.

Nota: 8

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
A primeira faixa é a excelente “Undertow”, já conhecida por ter sido apresentada em um single e em um videoclipe prévios ao disco. Essa abertura ressalta justamente o vigor e a emoção presente nos vocais precisos de Eric Martin, bem como a criatividade de Paul nas bases e nos solos. Em seguida, “American Beauty” conta com uma base mais solidificada no baixo e explora uma fusão de um rock mais acelerado e de um instrumental mais clássico do início dos anos 80, presente também na misteriosa “Nobody Takes The Blame”.

“Stranger In My Life” é uma balada convencional, que peca por se basear apenas na voz de Eric Martin, sem o refino que diferencia o MR. BIG de outras bandas de rock. Por outro lado, “Once Upon A Time” traz peso nos instrumentos e um groove em seu andamento, resultando em uma faixa muito interessante, oposta à anteriormente mencionada. Na sequência, “As Far As I Can See” é outra faixa muito boa e traz um lado mais funky, coroado com um belo refrão, muito bem trabalhado e pegajoso.

“I Won’t Get In My Way” novamente investe em firulas de todos os músicos e, acelerando sobre a harmonia do refrão, cria um hard rock contemporâneo muito bem concebido. Paul Gilbert se rende a esse estilo ainda em “I Get The Feeling” que, com um vocal mais contido e cuidadoso de Eric, revisita também um pouco do blues.

“Still Ain’t Enough For Me” e “Around The World” são embaladas intensamente pela bateria e pelo baixo, sendo, na primeira, sucedidos por um vocal mais grave e rápido, e por uma série de improvisações, enquanto que, na segunda, a criatividade vai fluindo pelos instrumentos com a crescente faixa. Por fim, “Kill Me With A Kiss” encerra a audição reunindo, em uma faixa animada, o bom trabalho em equipe que a banda logra nessa reunião, com os instrumentistas, sem exceção, muito inspirados em uma canção bem intrincada.

Portanto, pode-se dizer que “What If...” é uma boa tentativa de reviver a glória do MR. BIG, sendo um lançamento que realmente nos reaproxima de tudo que o conjunto já buscou em sua bem sucedida carreira. No entanto, em determinados momentos, as canções excedem um pouco e parecem se tornar meras experimentações, com pouco compromisso com a melodia. Esse experimentalismo garante faixas muito distintas entre si e, por isso, o álbum não enjoa. Em contrapartida, nesses momentos, a banda foge um pouco do hard rock que o grupo mostrou saber fazer ao longo do tempo e em “All The Way Up” e “I Won’t Get In My Way”, por exemplo. Nas faixas em questão, percebe-se o vocalista à frente, enquanto os instrumentos o servem, enriquecendo a melodia. “As Far As I Can See” e “Once Upon A Time” são complexas, bem compostas, mas passam um pouco do ponto.

Apesar disso, esses aspectos levantados são também subjetivos, fruto de uma prévia expectativa ao se ter o álbum em mãos. É também compreensível tal posicionamento por parte dos músicos que, com mais bagagem acumulada ao longo desses anos de separação, têm agora um horizonte ainda maior para explorar. No geral, um grande disco, recomendado aos fãs do rock bem feito, que foge da mesmice. Boa sugestão para iniciar bem o ano de 2011.

Integrantes:
Eric Martin - vocais
Paul Gilbert - guitarra
Billy Sheehan - baixo
Pat Torpey - bateria

Faixas:

1. Undertow
2. American Beauty
3. Stranger in My Life
4. Nobody Takes The Blame
5. Still Ain't Enough For Me
6. Once Upon A Time
7. As Far As I Can See
8. All the Way Up
9. I Won't Get In My Way
10. Around The World
11. I Get The Feeling
12. Kill Me With A Kiss

Gravadora: Frontiers Records

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Mr Big"

The Winery Dogs: vídeos da banda no Monsters Of Rock Cruise
Paul Gilbert: chamada para os workshops no Brasil
The Winery Dogs: estreando nova música em Nova York
Jeff Scott Soto e Eric Martin: Músicas que vieram para ficar
Eric Martin: Agitando BH com sucessos do Mr.Big
Jeff Scott Soto e Eric Martin: final de semana em Vinhedo e SP
Jeff Scott Soto e Eric Martin: Enchendo de alegria os fãs de Hard
Mr Big: Paul Gilbert em turnê brasileira
Jeff Scott Soto: entrevista nesta quarta na Kiss FM
Eric Martin: vocalista conta a história de "To Be With You"
Jeff Scott Soto e Eric Martin: convocando fãs para shows
Eric Martin: O grunge acabou com muitas bandas nos anos 90
Steve Vai: vídeo ao lado de Billy Sheehan e com Mike Portnoy
The Winery Dogs: disco de estreia terá duas reedições de luxo
Eric Martin & Jeff Scott Soto: informações sobre ingressos

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Felipe Kahan Bonato

Felipe Kahan Bonato: Nascido em 88, há mais de 10 anos - por enquanto - escuta praticamente qualquer subgênero de rock e metal, explorando principalmente bandas mais desconhecidas. Teve contato tardio com a guitarra, seu instrumento preferido, optando então em seguir a carreira de Engenheiro de Produção e em contribuir esporadicamente com resenhas no Whiplash.

Mais matérias de Felipe Kahan Bonato no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas