Chun Qiu: mostrando que a China também pode fazer metal

Resenha - Chun Qiu - Chun Qiu

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Felipe Kahan Bonato
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O vultoso crescimento da China na economia não é novidade, ainda mais com as recentes notícias de que o país já começa a ameaçar o posto do Japão de segunda principal potência do mundo. Apesar disso, pelo seu regime de governo, a China ainda é um país ligeiramente desligado da cultura ocidental e, assim, do rock. No entanto, o gênero é explorado desde os anos 80 e tem ganhado força no novo milênio. Nesse quadro aparece o CHUN QIU, que lançou em 2006 seu debut auto intitulado, traduzido para o inglês como “Spring and Autumn”.
Tenacious D: faturando o Grammy com cover de Ronnie James DioRolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 90

A proposta do grupo, segundo seu guitarrista Kaiser Kuo, é executar uma mistura entre o metal progressivo, o hard rock e a música tradicional chinesa, com elementos densos e agressivos. Analisando sua estreia, o conjunto parece focar acertadamente em algo diferenciado e único, que é justamente a incorporação das melodias chinesas, inclusive cantando em seu idioma nativo, o que soa estranho apenas ao primeiro contato. Em relação aos elementos de peso, a banda não o vincula como principal identidade, mas sem dúvida não foge do metal, com guitarras penetrantes e bem trabalhadas.

Em relação às faixas, merece menção “Murder Room”, que oscila entre um ar sombrio, com um instrumental caótico e bem experimental, abrindo espaço também para uma passagem com vocais e teclados muito bonita. Ainda em termos de beleza, é impossível não citar “The Legend”, com suas guitarras marcantes, soando entre celta e country, o bom vocal na diferente “The Last Page” e o feeling na acústica “Between the Mountains and the Sea”. “A Call from Afar” consegue exibir bem a tônica do disco, que consegue criar instrumentais únicos para cada faixa. No início de “The Subcelestial”, essa tendência prossegue, com destaque para o andamento mais lento que remete mais claramente às composições chinesas. Nesse sentido, a grande faixa do álbum é justamente aquela que consegue incorporar o mais típico da China nos instrumentais e manter o peso, o que ocorre em “The Huntsman”. O único ponto a melhorar talvez seja nos refrãos, que às vezes se repetem demais, mesmo com as experimentações bem sucedidas.

Os chineses do Chun Qiu mostram que o metal tem enorme potencial no país mais populoso do mundo, mesmo que à sua maneira, sendo justamente a grande contribuição da música do grupo a adição de elementos mais tradicionais. Tomara que, com esse álbum, outros músicos chineses possam ter contato com a música ocidental para, através da fusão das culturas, mais trabalhos como esse “Spring and Autumn” possam ser lançados. Ótimo disco, que, como curiosidade, faz jus ao seu nome, que remete ao período compreendido de 771 A.C. e 551 A.C., que fora marcado por um intenso desenvolvimento filosófico.

Faixas:
1.A New Day - 新的一天 (Xin De Yi Tian)
2.Murder Room - 凶宅 (Xiong Zhai)
3.A Call from Afar - 远方的召唤 (Yuan Fang De Zhao Huan)
4.The Subcelestial - 天下 (Tian Xia)
5.Legend - 传奇 (Chuan Qi)
6.Boom of the Storm - 暴风雨所诞生的 (Bao Feng Yu Suo Dan Sheng De)
7.The Huntsman - 猎人 (Lie Ren)
8.The Last Page - 最后的一页 (Zui Huo De Yi Ye)
9.Between the Mountains and the Sea - 山海间 (Shan Hai Jian)

Formação:
Yang Meng - Vocais/Guitarra
Kaiser Kuo - Guitarra
Kou Zhengyu - Guitarra
Li Bo - Baixo
Li Meng - Teclado
Diao Lei - Bateria

Gravadora: R.H.C. Records

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Chun Qiu"

Tenacious D
Faturando o Grammy com cover de Ronnie James Dio

Rolling Stone
Revista lista os 100 melhores álbuns dos anos 90

Guitarpedia
Os 5 erros mais comuns do guitarrista

MetalSucks: As 25 maiores bandas de metal da históriaPantera: "Phil Anselmo é um canalha", diz ex de DimebagLuiz Calanca - a coleção do dono da Baratos AfinsMetallica: detonando o Kiss por continuar após turnê de despedidaSinead O'Connor: cantora publicou carta de suicídio no Facebook?Iron Maiden: Os quatro ex-vocalistas da banda

Sobre Felipe Kahan Bonato

Felipe Kahan Bonato: Nascido em 88, há mais de 10 anos - por enquanto - escuta praticamente qualquer subgênero de rock e metal, explorando principalmente bandas mais desconhecidas. Teve contato tardio com a guitarra, seu instrumento preferido, optando então em seguir a carreira de Engenheiro de Produção e em contribuir esporadicamente com resenhas no Whiplash.

Mais matérias de Felipe Kahan Bonato no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online