Arnaldo Baptista: vida retratada magistralmente em "Loki"

Resenha - Loki - Arnaldo Baptista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Daniel Pala Abeche
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Pergunte aos seus amigos roqueiros, quantos gostam dos Mutantes? Desses, quantos conhecem a fundo a obra da banda? Desses, quantos gostam de Arnaldo Baptista?

Arnaldo Baptista: Polysom relançará "Loki?" em vinil de 180gTwisted Sister: morre o baterista A.J. Pero, também do Adrenaline Mob

O gênio mutante é consagrado mundialmente, sendo ídolo de figuras como Sean Lennon, Kurt Cobain, David Byrne, só para citar alguns, mas aqui, em seu país, a história é um pouco diferente. Responsável pelas principais criações da banda mais original e inventiva da música brasileira, e por que não, umas das mais importantes do mundo? – o artista tem sua vida retratada magistralmente no documentário “Loki”, dirigido por Paulo Henrique Fontenelle.

A abordagem começa com o grupo O´Seis (embrião dos Mutantes) e foca em boa parte na trajetória dos Mutantes, banda formada ao lado do irmão Sergio Dias e Rita Lee. O “boom” do Tropicalismo, a evolução musical do grupo, o envolvimento pesado com drogas, a turnê européia... está tudo registrado com uma infinidade de raras imagens de encher os olhos.

Como não poderia deixar de ser, há também o foco no curioso acidente que divide a vida do artista, onde Arnaldo cai pela janela de um hospital, deixando-o com graves sequelas.

Conforme o andar do documentário, Arnaldo pinta em uma tela imagens que remetam às passagens importantes de sua vida, é de arrepiar...

Ao contrário de muitos documentários, este chega a quase duas horas e o passar do tempo nem é percebido. Feito de maneira dinâmica, eficiente, com ótimas imagens, depoimentos de Tom Zé, Gilberto Gil, Sean Lennon, os ex-Mutantes Sergio, Liminha e Dinho, o longa emociona. Indico sem medo a todos que se interessam, o mínimo que seja, pela cultura brasileira, fãs de Mutantes ou não, independente do estilo musical/cinematográfico que apreciem.

Um filme essencial para conhecer este grande gênio brasileiro da música mundial. E também entender como a mídia pode auxiliar sim na reclusão de um grande mito. Afinal, se Arnaldo andar por aí hoje nas ruas paulistanas, ele seria mais reconhecido do que celebridades pop de hoje em dia, que conquistam muito mais prestígio da massa?

Julgado por muitos como “louco”, termino com a frase do próprio: “ Mas louco é quem me diz, e não é feliz... Eu sou feliz.”

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Guitarras
As mais icônicas do Rock - Parte 8

Arnaldo Baptista: Polysom relançará "Loki?" em vinil de 180gTodas as matérias e notícias sobre "Mutantes"

Mutantes
Rita Lee: "Fui expulsa dos Mutantes!"

Rock Progressivo
10 álbuns mais underrated da década de 70

Copa do Mundo
Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Arnaldo Baptista"Todas as matérias sobre "Mutantes"

Twisted Sister
Morre o baterista A.J. Pero, também do Adrenaline Mob

Slipknot
Demissão de Joey foi a decisão mais difícil da carreira

Kiko Loureiro
Os cinco discos mais marcantes

Death: "Chuck Schuldiner não era um cara simpático!"Machine Head: Rob diz que A7X copia Guns, Metallica e MegadethAxl Rose: "Sobe na porra do palco ou você vai morrer!"Gene Simmons: um cuzão com quem não chega sóbrio e na hora certaSlipknot: ouça os urros de Corey Taylor na série "Doctor Who"Christopher Lee: conheça trabalho do lendário ator no heavy metal

Sobre Daniel Pala Abeche

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online