Arkona: integração admirável entre folk e Heavy Metal

Resenha - Goi, Rode, Goi! - Arkona

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O público familiarizado com o Arkona sabe que seus álbuns proporcionam uma interessantíssima experiência ao ouvinte. Natural da capital russa, na ativa desde 2002 e tendo à frente a vocalista Masha, o Pagan Folk Metal desta banda atingiu rapidamente os países europeus e americanos – inclusive seu último disco, "Ot Serdtsa K Nebu" (07), chegou ao mercado brasileiro numa grande iniciativa da Höllehamer Propaganda.
Arkona: regravação de seu primeiro álbum chega ao mercadoSlipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Agora o Arkona está liberando seu quinto e mais ambicioso trabalho de estúdio. "Goi, Rode, Goi!" – equivalente à saudação "Hail, Rode, Hail!", onde ‘Rode’ é o nome de um importante deus eslavo conhecido por ser o Pai do Universo – foi praticamente todo composto pela dedicada Masha, que não poupou esforços e buscou o amparo de mais de quarenta músicos que assumiram vocalizações ou os mais variados instrumentos tradicionais.

E a banda soube trabalhar muito bem ao combinar todos os elementos a que se propôs, tanto que, mesmo fazendo uso de tantos recursos folclóricos, é importante ressaltar que as composições dificilmente deixam de soar Heavy Metal. A integração entre os estilos é admirável. Há excelentes riffs, blastbeats e tudo o mais que honre o estilo, e, é claro, lá estão as versáteis linhas vocais de sua líder, que canta, grita e urra em sua língua natal.

O resultado geral é que, entre sentimentos de fúria e alegria, tudo possui tal fervor que explicita todo o orgulho que o Arkona possui de sua cultura em faixas bastante diversificadas entre si, tendo como destaque "Na Moey Zemle" (tradução: “na minha terra”), dramática superprodução com longos 15 minutos narrando as peripécias dos eslavos em países da Europa, e que inclusive conta com a participação das vozes do pessoal do Månegarm, Obtest, Skyforger, Menhir e Heidevolk. E tenha a certeza que o repertório revela muitas outras faixas matadoras!

Ainda que tantos detalhes impossibilitem que se aprecie todas as nuances em uma única audição, toda a grandeza épica das melodias de "Goi, Rode, Goi!" apenas comprova que o Arkona continua em ótima fase, sendo uma das mais autênticas bandas em sua proposta. Um excelente álbum, que inclusive também já está previsto para ser lançado em território nacional. É só aguardar!

Contato:
http://www.arkona-russia.com
http://www.myspace.com/arkonarussia

Formação:
Masha 'Scream' - voz
Sergey 'Lazar' - guitarra
Ruslan 'Kniaz' - baixo
Vlad 'Artist' - bateria

Arkona - Goi, Rode, Goi!
(2009 / Napalm Records - importado)

01. Goi, Rode, Goi!
02. Tropoiu Nevedannoi
03. Nevidal
04. Na Moey Zemle
05. Pritcha
06. V Tsepiakh Drevney Tainy
07. Yarilo
08. Liki Bessmertnykh Bogov
09. Kolo Navi
10. Korochun
11. Pamiat
12. Kupalets
13. Arkona
14. Nebo Hmuroe, Tuchi Mrachniye

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Arkona: regravação de seu primeiro álbum chega ao mercadoTodas as matérias e notícias sobre "Arkona"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Arkona"

Slipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Angra
Carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída da banda

Deep Purple
Blackmore removido de camisetas do Machine Head

Mulheres: 10 músicas que ajudarão a conquistá-lasAs piores tatuagens de rockstars8 de Dezembro: a data mais macabra do rockFinalmente explicado: Metalheads seguram laranjas invisíveisSlayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlash: "Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online