Bon Jovi: não é pior do que os anteriores... nem melhor...

Resenha - Circle - Bon Jovi

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Fábio Cavalcanti
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 5

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Depois de entregar um dos piores álbuns de 2007 (o equivocado álbum de "country rock" "Lost Highway"), o qual havia sucedido outro trabalho igualmente fraco (o "moderninho" "Have A Nice Day"), o Bon Jovi tenta se redimir musicalmente com o recém-lançado "The Circle" (2009), tido pela própria banda como um "retorno ao rock 'n' roll". O resultado não é pior do que os anteriores... mas também não é dos melhores...
Rock In Rio: saiba quais dias esgotaram primeiro na pré-vendaLinkin Park: um exemplo mostra que é a banda mais foda do mundo

Logo de cara, temos a empolgante e grudenta "We Weren't Born to Follow", uma acertada escolha para single, visto que mantém o alto padrão de qualidade musical presente nos ótimos rocks melódicos que também foram lançados como singles nos quatro últimos álbuns da banda. Já em "When We Were Beautiful", com a sua longa - e quase interminável - passagem lenta, temática "épica", e final "pra levantar estádios" à la U2 (como é?), notamos bem o tipo de "rock 'n' roll" que Jon Bon Jovi e sua trupe tentaram fazer neste novo trabalho: um rock mais melodioso do que de costume, com uma aposta ainda maior na sua habitual veia pop/rock.

Claro, nada de errado no som de bandas como U2, Coldplay e Snow Patrol, mas vamos ser sinceros: é esse tipo de influência que queremos ouvir em algo do Bon Jovi? Ao dar o benefício da dúvida para a banda, percebemos que o nosso preconceito inicial logo se transforma em um diagnóstico de decadência musical. Como exemplos, temos as fraquíssimas e enjoadas "Love's the Only Rule", "Fast Cars" e "Happy Now", três das piores músicas já feitas pela banda. As agitadinhas "Thorn In My Side" e "Superman Tonight" (esta última sugando um pouco da fórmula daquele hit "xarope" do Snow Patrol) também não ficam muito na frente, mas pelo menos trazem um "pingo" de inspiração em suas melodias.

E quanto aos rocks poderosos e arrepiantes, como a já citada faixa de abertura do álbum? Pode-se dizer que apenas "Brokenpromiseland" cumpre este papel com maestria, enquanto que as pesadas "Work for the Working Man" e "Bullet" apenas trazem ecos mais "cansados" e menos brilhantes de "Bounce" e "Everyday", respectivamente. Em tais momentos, podemos ver que a banda (especialmente o guitarrista Richie Sambora) até se esforça, mas não consegue trazer para seus novos trabalhos toda a magia dos rocks de álbuns como "Slippery When Wet" e "New Jersey", sob a desculpa - sempre furada, vinda de qualquer artista de rock - de que seus integrantes "cresceram"...

No que diz respeito ao objetivo de deixar as baladas em segundo plano neste novo trabalho, a banda mostrou que a idéia não poderia ser melhor, pois a sem graça e pseudo-grandiosa "Live Before You Die" não causa nada além de vergonha alheia. A simpática "Learn to Love" poderia até render um bom terceiro ou quarto single, mas nada muito além disso...

Infelizmente, a única conclusão cabível a respeito da qualidade musical atual do Bon Jovi é que o quarteto esqueceu da sua própria capacidade de fazer ótimas músicas e álbuns sem "enchimentos de linguiça", algo que já foi uma tarefa bem fácil para o grupo nos anos 80, 90, e até mesmo nos "recentes" álbuns "Crush" e "Bounce". "The Circle" mostra que talvez esteja mesmo na hora do Bon Jovi encontrar um fim no seu "círculo"...

Músicas:
1. We Weren't Born to Follow
2. When We Were Beautiful
3. Work for the Working Man
4. Superman Tonight
5. Bullet
6. Thorn In My Side
7. Live Before You Die
8. Brokenpromiseland
9. Love's the Only Rule
10. Fast Cars
11. Happy Now
12. Learn to Love

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Circle - Bon Jovi

Bon Jovi: uma banda a ser respeitada e odiada por muitos

Rock In Rio
Saiba quais dias esgotaram primeiro na pré-venda

Rio Rock City: Bon Jovi não faz mais música boa?Todas as matérias e notícias sobre "Bon Jovi"

Collectors Room
Centenas de ítens do Bon Jovi na coleção de um paulistano

Bon Jovi
As 10 melhores canções, segundo o Watchmojo

Bon Jovi
Uma performance empolgada de "Livin On A Prayer"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bon Jovi"

Linkin Park
Um exemplo mostra que é a banda mais foda do mundo

Epica
Entrevista de Simone Simons para a Playboy

Gibson
Os 10 melhores guitarristas de Heavy Metal

Metallica: Lars Ulrich revela o sofrimento de Lou ReedRob Halford: 11 coisas que você não sabia sobre eleDavid Gilmour: Esposa o está protegendo nas últimas horas de 2016Guns N' Roses: a história do videoclipe "Since I Don't Have You"Slayer: King não entende como alguém pode querer entrar no MegadethRock Cristão: as principais bandas nacionais

Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online