Candlemass: queda pelo lado obscuro da existência

Resenha - Death Magic Doom - Candlemass

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Giorgio Moraes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Com 23 anos de serviços prestados ao bom e velho Rock n' Roll, uma banda ainda precisa provar alguma coisa pra alguém? Talvez realmente não precise, mas para o Candlemass isso não pode ser motivo para que se passe a produzir discos ruins. Prova disso é o excelente "Death Magic Doom", 10º trabalho dos doomers suecos.
Avatarium: banda divulga capa e tracklist de novo álbumGuns N' Roses: Público tem dificuldade em reconhecer Axl Rose

A fórmula não foi mexida: Doom com fortíssimas pitadas de Heavy. Isso já se vê (e ouve) em "If I Ever Die", música que abre caminho para as guitarras arrastadas de Lars Johansson e Mappe Bjorkman; para o poderoso vocal de Robert Lowe; para a correta bateria de Jan Lindh; e para o baixo pulsante de Leif Edling. Ao longo de mais de 51 minutos, somos brindados com pérolas como "The Bleeding Baroness"; "Demon Of The Deep"; House Of 1000 Voices"; e "Dead Angel".

É inegável que o Candlemass bebe na fonte do Black Sabbath: melodias arrastadas, construídas em cima de riffs graúdos e emolduradas por letras que tratam da queda do ser humano pelo lado obscuro da existência. Creio não ser exagero afirmar que o Doom, em si, beba dessa fonte.

Destaque para o encarte - simples, direto e objetivo - e para a produção em estúdio. A mixagem de Chris Laney (cultuado músico sueco) conseguiu dar quilos extras aos já carregados riffs de guitarra. O "tapa" final ficou por conta da masterização comandada por Soren von Malmborg.

O Ministério da Saúde Musical adverte: aperte o play!

Para conhecer mais:
http://www.myspace.com/candlemass

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Death Magic Doom - Candlemass

Candlemass: a essência da banda com o vocalista Robert Lowe

Avatarium: banda divulga capa e tracklist de novo álbumThe Doomsday Kingdom: ouça nova música, "A Spoonful Of Darkness"Todas as matérias e notícias sobre "Candlemass"

Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1987

Doom Metal
Os trabalhos essenciais segundo o About.com

Elizabeth Bathory
O legado da condessa sanguinária no cenário Rock

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Candlemass"

Guns N' Roses
Público tem dificuldade em reconhecer Axl Rose

Nikki Sixx
Gene Simmons o alertou sobre flertes com Satanás

Massacration
Luiz Fernando Guimarães ou Língua de Trapo?

David Lee Roth: strippers, cocaína, maconha e Jack Daniel'sMax Cavalera sobre o Sepultura: "O vocalista deles não estava lá no começo, né?"Dave Mustaine: Kiko é o primeiro que me intimida desde FriedmanU2: histórias dos bastidores no show do grupo no MorumbiVocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rockNew York Times: os 100 melhores covers de todos os tempos

Sobre Giorgio Moraes

Giorgio Moraes, 33 anos, é formado em Letras. Natural do Rio de Janeiro, ele reside a 20 anos em São Luis do Maranhão. Tem em seu currículo shows como Raimundos, Detonautas, Skank, e a histórica apresentação dos Stones em Copacabana, no ano de 2006. Escritor, atualmente divulga seu 1º Ebook de poesia.

Mais informações sobre Giorgio Moraes

Mais matérias de Giorgio Moraes no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online