Resenha - Easy Livin'; The Singles A's & B's - Uriah Heep

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Easy Livin'; The Singles A's & B's - Uriah Heep


  | Comentários:

Para muitos, eles são "o DEEP PURPLE que não fez sucesso". Para boa parte dos fãs, eles são gênios quase incompreendidos, pois não chegaram tão longe quanto poderiam (ou deveriam). Opiniões à parte, o fato é que o URIAH HEEP é um dos maiores nomes do rock progressivo em todos os tempos, ocupando importante galho na árvore genealógica do metal. A coletânea dupla "Easy Livin' – The Singles A's & B's" é uma fonte interessante para relembrar – ou conhecer – o legado destes verdadeiros papas do prog.

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Talvez o maior "pecado" da longa e gloriosa trajetória do URIAH HEEP, que segue vivo até hoje sob o comando de Mick Box (vocal e guitarra), seja a ausência de um grande sucesso nas paradas americanas, especialmente durante a primeira metade dos anos 70 – época que foi crucial para transformar bandas como DEEP PURPLE e LED ZEPPELIN em lendas da música. Apesar disso, o Heep construiu legiões de fãs pela Europa (especialmente no Reino Unido), Ásia e América do Sul (especialmente no Brasil). Convenhamos, já é bastante coisa...

Observando atentamente a obra da banda, que está muito bem representada nas 43 faixas da coletânea, destacam-se verdadeiras jóias do rock, como "Gypsy", "Look at Yourself", "The Wizard", "Stealin'", "Return to Fantasy" e a própria faixa-título, "Easy Livin'" – uma prova de que Mick Box e Ken Hensley sabiam, sim, fazer hard rock de qualidade. Assim fica fácil entender por que o Heep é tão venerado entre os fãs de prog, especialmente entre os roqueiros setentistas.

Mais um ponto positivo para "Easy Livin'..." é a sua relevância história. Uma bela vantagem em reunir diversos singles é a preciosidade de resgatar algumas faixas que só entraram em EP's e lançamentos promocionais, na maioria das vezes como lados B de grandes sucessos. Estão nesta categoria músicas como "Why" (em versão editada de uma jam session maior, realizada originalmente durante as gravações do clássico "Demons and Wizards"), "Crime of Passion" (que foi B side do single "Wise Man" no Reino Unido, mas não entrou no álbum "Firefly"), "Cheater" (excluído de "Fallen Angel"), a funkeada "Gimme Love" (excluída de "Fallen Angel") e a pesada – para os padrões do Heep - "Son of a Bitch" (das sessões de "Abominog").

Outro notável registro presente em "Easy Livin'..." é "On The Rebound", principal faixa de trabalho do álbum "Abominog", que marcou o retorno do Heep após a saída de Ken Hensley. Para quem não se lembra, "Abominog" foi uma espécie de "prova de fogo" para Mick Box, que queria se mostrar capaz de manter a bola rolando sem a presença de Hensley. Mas o álbum, pretensamente heavy metal, é deliciosamente atrapalhado. A começar pela capa – uma furiosa cara de demônio sobre um fundo vermelho-sangue -, que facilmente levaria um desavisado a se imaginar diante de um disco do VENON ou qualquer outra banda da linha satanista.

Vale destacar que o encarte de "Easy Livin'...", enriquecido por uma interessante crônica de Dave Ling (jornalista das revistas britânicas "Classic Rock" e "Metal Hammer"), ajuda o ouvinte a aproveitar em sua plenitude todos os tesouros escondidos entre as 43 faixas da coletânea. Cada música tem uma pequena referência, situando-a devidamente na história do grupo. Uma grande sacada!

Este passeio pela obra do URIAH HEEP através de seus singles proporciona uma visão diferente mesmo para aqueles fãs "die hard". Eis uma coletânea que merece estar em qualquer prateleira de rock que se preze.

"Easy Livin' – The Singles A's & B's" – URIAH HEEP

Disco 1
1. Gypsy
2. Wake Up (Set Your Sights)
3. Bird of Prey
4. High Priestess
5. Time to Live
6. Lady in Black
7. Simon the Bullet Freak
8. Look at Yourself
9. The Wizard
10. Easy Livin'
11. Why
12. Stealin'
13. Sunshine
14. Something or Nothing
15. What Can I Do
16. Prima Donna
17. Shout It Out
18. Return to Fantasy
19. The Time Will Come
20. Wise Man
21. Crime of Passion
22. Masquerade

Disco 2
1. Free Me
2. Love or Nothing
3. Gimme Love
4. Come Back to Me
5. Cheater
6. A Right to Live
7. Carry On
8. Been Hurt
9. Love Stealer
10. Think It Over
11. My Joanna Needs Tuning
12. On The Rebound
13. Tin Soldier
14. Son of a Bitch
15. That's the Way That It Is
16. Stay on Top
17. Playing for Time
18. Hold Your Head Up
19. Miracle Child
20. Blood Red Roses
21. Look at Yourself (live)

Gravadora: Dynamo / Sanctuary Records (nacional)

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Uriah Heep"

Rock Meets Classic: vídeo do set completo tocado na Alemanha
Whitesnake e Uriah Heep: clássicos do rock em versão romena
Uriah Heep: Título do novo álbum é revelado
Uriah Heep: banda inglesa virá ao Brasil em maio
Uriah Heep: novo trabalho será lançado no próximo ano
Toe Fat: os dedos gordos do Rock
Bob Daisley: vendendo livro autografado pelo site oficial
Uriah Heep: guitarrista comenta morte de Trevor Bolder
Uriah Heep: morre o baixista Trevor Bolder, aos 62 anos
Uriah Heep: Mick Box elogia regravação do Blackmore's Night
Uriah Heep: John Lawton substituirá Bernie Shaw em turnê
Ken Hensley: falando sobre regravação do Blackmore's Night
Uriah Heep: "Ainda temos paixão e energia para a nossa música"
Uriah Heep: baixista faz pausa por motivos de doença

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernão Silveira

Paulistano, são-paulino, nascido nos "loucos anos 70" (1979 ainda é década de 70, certo?) e jornalista. Sua profissão já o levou a cobrir momentos antológicos da história da humanidade, como o título paulista do São Caetano, a conquista da Copa do Brasil pelo Santo André, a visita de Paris Hilton a São Paulo e shows de bandas como Judas Priest, Whitesnake, W.A.S.P., Megadeth, Slayer, Scorpions, Slipknot, Sepultura e por aí vai. Ainda tem muito gás para o nobre ofício jornalístico, mas acha que não vai muito mais longe depois de ter entrevistado Blackie Lawless, Glenn Tipton, Rogério Ceni e, claro, Paris Hilton.

Mais matérias de Fernão Silveira no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas