Dominici: o ex-Dream Theater ainda fiel ao Prog Metal

Resenha - O3; A Trilogy (Part 2) - Dominici

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Charlie Dominici, vocalista que gravou o primeiro álbum do Dream Theater, "When Day And Dream United" (1989), resolveu retornar a sua carreira musical e montou este projeto que carrega o seu nome. Fiel ao Prog Metal, Dominici já embarcou de cara em um projeto conceitual de três partes, intitulado "O3: A Trilogy". O segundo capítulo dessa saga é o objeto desta análise.
Astros do rock: o patrimônio líquido de cada umIron Maiden: "Run To The Hills" no The Voice da Suécia

Lançado originalmente em 2007 (a primeira saiu em 2005 e terceira sairá esse ano), "O3: A Trilogy (Part 2)" é um competente álbum de heavy metal progressivo, com influências claras do grupo que revelou Charlie, o hoje gigantesco Dream Theater. Refinado musicalmente, o álbum deve agradar aqueles fãs do grupo de Mike Portnoy que valorizam mais os aspectos progressivos da banda americana em detrimento ao peso. As canções de "O3: A Trilogy (Part 2)" evoluem em construções muito bem elaboradas, adicionando camadas sonoras devidamente complementadas pela voz de Dominici, fazendo com que, em alguns momentos, estejamos de volta à época áurea do Rock Progressivo, aquela passada durante os anos 1970, onde gigantes, às vezes gentis e outras não, dominavam o planeta.

Passagens complexas, climas variados em uma mesma canção, exuberência instrumental, virtuosismo explícito: tudo isso existe em profusão nas longas canções de "O3: A Trilogy (Part 2)". Charlie Dominici, um aficcionado pelo estilo, soube explorar com talento e paixão a música que tanto ama, entregando aos seus fãs um disco surpreendente, não só pelo seu retorno à ativa, mas sobretudo por explorar um caminho artístico totalmente anti-comercial e despretencioso em relação ao mercado. Uma atitude digna de respeito, de um músico que recolocou a sua carreira nos trilhos com um disco que irá pegar muita gente de surpresa.

Faixas:
1. The Monster
2. Nowhere To Hide
3. Captured
4. Greed, The Evil Seed
5. School Of Pain
6. The Calling
7. The Real Life
8. The Cop
9. A New Hope

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Dominici"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dominici"

Astros do rock
O patrimônio líquido de cada um

Iron Maiden
"Run To The Hills" no The Voice da Suécia

Mulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa

Death: "Chuck Schuldiner não era um cara simpático!"Machine Head: Rob diz que A7X copia Guns, Metallica e MegadethAxl Rose: "Sobe na porra do palco ou você vai morrer!"Corey Taylor: a tecnologia está arruinando demais a músicaMegadeth: Dave Mustaine acha que é odiado por causa do MetallicaCourtney Love: "Essa música é sobre minha vagina, sabia?"

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online