Resenha - All My Life - Viper

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - All My Life - Viper


  | Comentários:

Onze anos depois, finalmente os veteranos do Viper lançam material inédito por aqui. Em “All My Life”, esqueça a sonoridade punk rock suja de “Coma Rage” ou mesmo as confluências pop em português de “Tem Pra Todo Mundo”. Este Viper, capitaneado pelos membros originais Pit Passarell [baixo] e Felipe Machado [guitarra], comanda uma bem-vinda volta ao passado, estabelecendo seu som como uma espécie de sucessão natural do clássico “Theatre of Fate”, de 1989 – mas com traços da crueza herdada do primeiríssimo “Soldiers of Sunrise”, metal básico e tradicional da melhor qualidade, diretamente da escola Iron Maiden de música. Junte a este caldo as influências hard rock trazidas pelo novo vocalista Ricardo Bocci e – bingo! Eis um Viper renovado e pronto para encarar o futuro.

Nota: 8

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
A principal prova de que o Viper foi buscar o peso de tempos passados para, ironicamente, injetar vida nova numa banda que sempre foi referência do gênero no Brasil pode ser ouvida em “Do It All Again” e “Dreamer” [na qual se sente um quê de metal melódico, admito], duas pauladas clássicas com um venerável duo de guitarras para bater cabeça com estilo. Ou, quem sabe na cadenciada “Cross the Line”, que usa até uma afinação mais baixa de guitarra e abusa das palhetadas, lembrando até uma certa banda chamada Metallica. Ou mesmo na faixa-título, que abre a bolacha em alta velocidade e sem frescuras, para headbanger nenhum botar defeito.

Quem ainda duvidava da capacidade do gogó de Bocci para substituir o “lendário” vocalista original Andre Matos, vai ter que engolir em seco. Se durante o festival Rock The Planet [com Edguy, Shaman e Kotipelto] o cara já tinha surpreendido a platéia, aqui ele parece estar ainda mais seguro, longe do nervosismo do clima de estréia, e solta a voz como se já fosse o frontman da banda há anos. Egresso da banda de hard rock Rei Lagarto, suas referências do hard mais tradicional parecem permear e influenciar os colegas de grupo – basta ver tudo que é possível identificar salpicado em “Miles Away” e seu refrão para repetir por dias a fio. “Come on Come on”, highlight disparado do álbum, ecoa aquele bom hardão setentista do Deep Purple e côngeneres.

Em “Love Is All”, ele ainda encara o desafio de se engajar em uma espécie de duelo vocal com o próprio Matos, em participação especial, e no qual mal dá para se perceber quem é quem – afinal, Bocci tem talento de sobra e está lutando para marcar seu próprio estilo e fugindo das inevitáveis comparações, mas ele é nitidamente um aluno da escola Matos de se cantar heavy metal. E que isso não seja entendido como um defeito, vale ressaltar. É nítido, em cada parte de “All My Life”, que a presença de Bocci fez muito bem a este grupo, trazendo uma vívida e palpável renovação.

Por falar em antigos integrantes, a belíssima balada “Violet” traz um solo do guitarrista Yves Passarel, irmão de Pit, ex-integrante do Viper e atual membro da formação do Capital Inicial. Em se tratando de baladas, que tal experimentar ainda “Not That Easy”, uma power ballad emotiva e que tem tudo para se tornar um dos pontos mais altos das vindouras apresentações ao vivo dos caras?

Se “All My Life” é, como eu mesmo escrevi no início deste texto, “uma bem-vinda volta ao passado”, as presenças de Yves e Andre só corroboram o clima de “tudo em família”. Um retorno altamente promissor, que merece ser conferido - especialmente ao vivo. O Viper está vivo. Longa vida ao Viper!

Curiosidades:

O guitarrista Felipe Machado é jornalista do Grupo Estado (Estadão/Jornal da Tarde) e mantém um divertido blog chamado Palavra de Homem. Neste espaço, ele contou algumas curiosidades interessantes a respeito de “All My Life”:

- A música “Come on Come on”, sua única composição no álbum, é inspirada no conto “The Outsider”, do H.P. Lovecraft. Em um dos riffs, Felipe toca a melodia de “Pharao’s Dance”, canção do magistral jazzista Miles Davis.

- “Not That Easy” foi gravada em português em uma “banda-projeto” que Pit e Felipe tiveram, chamada Metanol. O nome da canção era “Última Festa”.

- No solo principal de “Love Is All”, Felipe encaixou o riff de “'Love Supreme Part 2: Resolution”, do também mestre do jazz John Coltrane.

Line-Up:
Ricardo Bocci — Vocal
Felipe Machado — Guitarra
Val Santos — Guitarra
Pit Passarell — Baixo
Renato Graccia — Bateria

Tracklist:
1. All My Life
2. Come On Come On
3. Miles Away
4. Not That Easy
5. Love Is All
6. Cross The Line
7. Do It All Again
8. Violet
9. Dreamer
10. Soldier Boy
11. Rising Sun
12. Miracle

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de All My Life - Viper

Viper: retorno ao heavy em "All My Life"


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Viper"

V Project: Sergio Facci revive os tempos de Vodu, Viper e Volkana
Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São Paulo
Hélcio Aguirra: Felipe Machado homenageia guitarrista
Andre Matos: sua carreira, seus últimos anos e projetos para 2014
Andre Matos: vídeo de "Carry On" do último show de 2013
Andre Matos: show em SP terá 3h de duração
Andre Matos: A carreira solo não foi uma escolha
Viper: Evolution, o disco mais bem sucedido? Arte Extrema discute
Andre Matos: encerrando tour comemorativa de Angels Cry em SP
Andre Matos: volta a São Paulo na comemoração de Angels Cry
Andre Matos: concedendo entrevista à CETV
Andre Matos: participando do projeto (IM) Pulso do SESC
Andre Matos: confirmado show em Belo Horizonte
Viper: resgatado registro da primeira apresentação da banda
Andre Matos: Fazendo um show valer cada centavo pago

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas