Axel Rudi Pell: na linha dos trabalhos anteriores

Resenha - Mystica - Axel Rudi Pell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
“Mystica”, décimo-primeiro trabalho do guitarrista alemão Axel Rudi Pell, segue a mesma linha adotada em toda a sua carreira: um heavy metal clássico, repleto de melodias e refrãos poderosos, onde a principal influência é o Rainbow de Ritchie Blackmore.
Axel Rudi Pell: Seu melhor trabalho em anosGibson: Top 10 de baixistas que também lidam com vocais

Sendo assim, o principal atrativo deste álbum acaba sendo a participação do excepcional baterista Mike Terrana (ex-Rage e atual Masterplan), que coloca a sua técnica e a sua pegada para elevar ainda mais a qualidade do trabalho de Pell.

Mantendo a mesma banda que tem estado ao seu lado nos últimos anos, onde o destaque é o ótimo vocalista Johnny Gioeli, o guitarrista não irá decepcionar seus fãs, que encontrarão em “Mystica” canções dignas da carreira de Axel, como “Fly To The Moon”, “Rock The Nation”, a baladaça “No Chance To Live”, o hard rock de “Losing The Game” e o encerramento épico com a longa “The Curse Of The Damned”.

Se você é fã de Axel Rudi Pell, pode comprar de olhos fechados, pois “Mystica” segue a mesma linha dos trabalhos anteriores, e ainda traz atuações soberbas de Johnny Gioeli e de Mike Terrana, dando ainda mais vitalidade e força às canções do guitarrista alemão.

Se ainda se dedicasse ao heavy metal, Ritchie Blackmore certamente curtiria este disco.

Faixas:
1. The Mysterious Return
2. Fly To The Moon
3. Rock The Nation
4. Valley Of Sin
5. Living A Lie
6. No Chance To Live
7. Mystica
8. Haunted Castle Serenade (Opus #4 Grazioso e Agresso)
9. Losing The Game
10. The Curse Of Damned

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Mystica - Axel Rudi Pell

Axel Rudi Pell: hard maduro, evoluído e modernoAxel Rudi Pell: orgulho em não inovar?Resenha - Mystica - Axel Rudi Pell

Axel Rudi Pell: Seu melhor trabalho em anosTodas as matérias e notícias sobre "Axel Rudi Pell"

Heavy Metal
Discos que são obras-primas pouco lembradas - Parte 1

Baladas do Metal
Blog elege as mais bonitas de todos os tempos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Axel Rudi Pell"

Gibson
Top 10 de baixistas que também lidam com vocais

Guitarra
Os melhores solos da história segundo a Guitar World

Roqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja

Dio: de onde ele tirou os tais "chifres" do Heavy Metal?Slayer: ouça "Seasons In The Abyss" com Corey Taylor no vocalSpin Magazine: as maiores baixarias da história do rockHeavy Metal: os 10 discos essenciais lançados nos anos 1970Angra: Público clamou por Chimbinha no show do Rock In RioRush: Letícia Santos, aos 11 anos, impressiona tocando Tom Sawyer

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online