Resenha - Origin - Borknagar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
A expectativa em torno do sétimo álbum do Borknagar gerou algumas discussões interessantes por aí. “Origin” é o primeiro registro acústico de uma banda respeitada há anos por todo o underground mundial pela consistência de seu Black Metal épico e sinfônico. Mas um álbum no formato acústico é um passo natural por aqui, pois o esqueleto das canções dos discos destes noruegueses sempre se iniciou através dos arranjos dos violões do guitarrista e mentor Oystein G. Brun.
Borknagar: penso que faço algo tão interessante quanto Pink FloydSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa

O único elemento conhecido que o Borknagar ainda mantém são as letras que abordam a natureza e o desenvolvimento humano, tantas vezes conflitante. Até mesmo o vocalista Vintersorg tirou de pauta suas linhas vocais urradas, cantando somente de forma limpa e naturalmente tendo um desempenho de primeira. Então, para quem aprecia bandas de Heavy Metal que liberam discos no formato acústico, “Origin” terá grandes chances de agradar, principalmente por mostrar um conjunto que faz música acústica com certa preocupação em não soar acessível.

A inspiração e sinergia estão em alta e a colaboração de vários convidados engrandece ainda mais o disco. Todos fazem um belíssimo trabalho com violões, teclados, violinos, cello, flautas e percussão, tendo como resultado arranjos em muitos momentos complexos e sofisticados, quase progressivos, e com grande influência da música clássica e folclórica européia.

Impossível não se impressionar pela atmosfera relaxante de “Cynosure”, que vai crescendo e tomando contornos épicos; ou “The Human Nature”, que apresenta Vintersorg interpretando de maneira fenomenal, além da bonita sonoridade do cello dando um maior volume aos dedilhados de violão. Merece citação também “Oceans Rise”, cujo título soará familiar aos headbangers que acompanham a discografia do Borknagar, pois esta canção saiu originalmente no álbum “The Archaic Course” (97) e agora foi totalmente reestruturada, tornando-se praticamente irreconhecível, mas não por isso menos eficiente, em especial pela presença belíssima de sons de órgão.

O único ponto que deixa a desejar é a curta duração de “Origin”. São aproximadamente 36 minutos apenas e, convenhamos, é muito pouco, principalmente quando as canções agradam pela coerência e beleza dos arranjos. Mas tudo bem, o jeito é apertar “play” novamente...

Formação:
Vintersorg - voz, guitarra e teclados
Oystein G. Brun - guitarra
Lars A. Nedland - teclado
Asgeir Mickelson - bateria

Músicos convidados:
Steiner Ofsdal - flautas
Sareeta - violino
Thomas Nilsson - cello

Borknagar – Origin
(2006 / Century Media Records – importado)

01. Earth Imagery
02. Grains
03. Oceans Rise
04. Signs
05. White
06. Cynosure
07. The Human Nature
08. Acclimation
09. The Spirit Of Nature

Homepage: www.borknagar.com

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Borknagar: penso que faço algo tão interessante quanto Pink FloydBorknagar: Entrevista exclusiva para o Brasil antes dos showsBorknagar: confirmado show no Rio de JaneiroTodas as matérias e notícias sobre "Borknagar"

Metal norueguês
As dez melhores bandas segundo o About.com

Metallica
As 5 melhores versões de terceiros dos seus clássicos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Borknagar"

Skank
Banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa

Nirvana
Krist Novoselic comenta o suicídio de Cobain

Metallica
"Eles eram bons em tudo", diz Corey Taylor

Heavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o LoudwireLemmy Kilmister: "Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"Metallica: guitarrista carioca grava medley com 102 riffsAnimais: dez vídeos de bichorros com Heavy MetalGuitarras Lendárias: Confira os brinquedinhos mais famosos de Jimmy PageLynyrd Skynyrd x Neil Young - Amigos ou inimigos?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online