Resenha - End of an Era - Nightwish

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Renato Fernandes (Delfos)
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Já pensou alguém filmar sua demissão e lançar em DVD? Após o inicio da novela entre Nightwish e Tarja Turunen muita expectativa foi criada para o lançamento do DVD "End of an Era", que em bom português significa “fim de uma era”. Nada mais apropriado para uma troca tão significativa de formação, concorda?
Nightwish: nasce a filha de Floor Jansen e Hannes Van DahlMetallica: os álbuns da banda, do pior para o melhor

Matéria escrita para o site Delfos
http://www.delfos.jor.br

Trocas de integrantes e gravações de shows ao vivo andam praticamente de mãos dadas no Nightwish, pois o ex-baixista, Sami, também saiu logo após a gravação do From Wishes to Eternity, primeiro ao vivo dos finlandeses.

Não agüentei esperar o produto sair por aqui e comprei pelo site oficial da banda. A ansiedade era absurda e eu não via a hora de colocar as minhas mãos no DVD. Quando chegou, constatei que se tratava de um trabalho caprichado. Vem em uma embalagem, que traz, além de outras coisinhas mais, dois CDs com o áudio do show e o estojo deixa qualquer um, fã ou não de Heavy Metal, com lágrimas nos olhos de tão bonito.

Falando agora do show, que aconteceu na Hartwall Arena em Helsinki, Finlândia, local muito bem escolhido.A primeira coisa que se percebe é o palco que, além do pano de fundo do álbum Once tinha três telões, onde eram passadas animações/vídeos de acordo com a música que era executada, dando um efeito a mais ao show. Tudo muito legal, mas o primeiro problema aparece, e não é um probleminha, mas um problemão: o tecladista, compositor e “dono” da banda, Tuomas Holopainen, decidiu focar o setlist nos últimos trabalhos, deixando de fora músicas dos primeiros CDs, o que acabou por descaracterizar o show, que teoricamente representa o fim da era de nove anos de Tarja nos vocais. Eu esperava uma apresentação que resumisse todo esse tempo, tocando músicas de todos os discos, mas infelizmente Tuomas não pensou do mesmo jeito.

Outra coisa que ficou explicita foi o péssimo clima entre a banda e a futura ex-vocalista. É evidente que eles não são mais os mesmos amigos que eram quando da gravação do último DVD, onde era fácil perceber o ótimo clima que rondava a banda, que até ganhou disco de ouro no fim do show. Mas infelizmente, nesse show, as coisas foram bem diferentes. Era claro que os outros integrantes não se sentiam bem em relação à Tarja e foram poucas as vezes em que algum deles trocou algum olhar com ela, o que dificulta muito qualquer tipo de trabalho, principalmente música.

Tirando esses dois problemas, o show foi muito bom, com momentos dignos de emocionar até o mais sem coração dos headbangers. Toda essa emoção vem de músicas como "Ghost Love Score" que, como o nome já diz, parece uma trilha sonora mesmo. São mais de dez minutos que passam como dois, não só pela música ser uma das melhores do mais recente CD, mas também por todos os efeitos que a acompanharam.

Outras músicas mais antigas, como as já desgastadas "Wishmaster" e "Over the Hills and far Away" (que é uma cover do Gary Moore), foram cantadas por todo o público que foi ao delírio com essas duas, mas eu acho que elas poderiam ter dado espaço a outras músicas mais antigas, principalmente dos dois primeiros CDs.

A semi-balada "Nemo" também foi muito bem recebida e cantada por todos. Destaco duas adolescentes, muito pentelhas, que não pararam de chorar por um minuto, o que fez com que elas fossem filmadas muitas vezes, o que dá vontade de dar a elas um verdadeiro motivo para chorarem. Quem já viu o DVD sabe do que eu estou falando.

Mas como todo DVD precisa de participações especiais, Tuomas chamou o índio John Two-Hawks que, com sua flauta (indígena?), fez uma introdução desnecessária na "Creek Mary´s Blood", música que seria como uma "Run to the Hills" mais elaborada. Aliás, já disse que a introdução foi desnecessária? Então, ela foi tão desnecessária, quanto os sacais solos de baterias que atormentam todos os shows de Heavy Metal. E assim como os malditos solos, ela acabou por roubar espaço de alguma outra música.

Rolou também um "cover" de Pink Floyd. A música escolhida foi "High Hopes" (que também está na nova coletânea da banda, que você pode comprar aqui), que ganhou um clima bem melancólico e foi cantada pelo baixista Marco Hietala, que fez um ótimo show, tirando a sua vergonhosa participação nos vocais de "The Phantom of the Opera".

Mas Marco não foi o único a errar. Tarja também teve erros. E bobos por sinal. Ela inclusive errou algumas letras, como em "Everdream", por exemplo. O baterista Jukka teve uma apresentação perfeita, sem erros e com muito sentimento e entusiasmo. Emppu e Tuomas também fizeram ótimas apresentações. Infelizmente, o guitarrista não tem muito “espaço” na banda, que se concentra mais nos teclados mas, como sempre, deu conta do recado, improvisando quando necessário, e tudo com muito "feeling".

Outra música que merece destaque é "Kuolema Tekee Taiteilijan", música em finlandês que é executada por Tarja sozinha no palco. Enquanto a vocalista, acompanhada pelo público, cantava, imagens da banda eram mostradas no telão, deixando claro que algo grande aconteceria depois desse show. Grande o suficiente para marcar a história da banda (se você não sabe, a vocalista foi demitida logo após o show).

Além do show, o DVD possui um bocado de coisas legais que vão deixar os fãs com água na boca, entre elas um ótimo documentário, com imagens de bastidores dos shows, a maior parte delas em shows realizados no Brasil.

Tirando o triste contexto que envolveu o show, o DVD fez jus ao nome que carrega e fecha com chave de ouro os nove anos de Tarja Turunen no Nightwish. Prato cheio para quem já conhece ou para quem se interessa em conhecer a banda.

(Nuclear Blast - 2006)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de End of an Era - Nightwish

Resenha - End of an Era - Nightwish

Tarja Turunen
Cantora esclarece post sobre novo álbum

Nightwish: nasce a filha de Floor Jansen e Hannes Van DahlNightwish: inseto que vive nas sombras ganha nome de TuomasNightwish: inseto é batizado com nome em homenagem a TuomasNightwish: Uma banda com infinitas qualidades!Todas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

Floor Jansen
"Eu não sou uma puta arrogante"

Symphonic Metal
As dez cantoras mais influentes e impressionantes

Floor Jansen
Ela acha Slayer horrível e entediante

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Nightwish"

Metallica
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

Butcher Babies
Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

Motorhead
Os 22 álbuns da banda, do pior para o melhor

Vocalistas: 10 deles que soam como grandes lendas do MetalBlack Sabbath: o dia em que Tony Iommi quase matou Bill WardDire Straits: um impressionante cover no centro de São PauloLynyrd Skynyrd: o professor que inspirou nome da bandaJared Dines: qual a diferença entre metal e o metalcore?Heavy Metal: os 11 melhores álbuns da década de 70

Sobre Renato Fernandes (Delfos)

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online