Resenha - AssassiNation - Krisiun

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - AssassiNation - Krisiun


  | Comentários:

Depois de conquistar o seu posto entre as grandes bandas do metal mundial com "Conquerors of Armageddon" (2000), o trio gaúcho formado pelos irmãos Max (bateria) e Moyses (guitarra) Kolesne e Alex Camargo (vocal e baixo) continuou com a velocidade lá em cima até o último álbum, "Works of Carnage" (2003). Porém, quem ouviu o último lançamento, o EP "Bloodshed" (2004), já teve um aperitivo e podia prever o que a banda de death/black metal traria pela frente.

Nota: 9

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
AssassiNation mostra como a banda amadureceu e não tem medo de se renovar. Para quem torce o nariz só de ouvir a última palavra, o Krisiun consegue neste novo lançamento se renovar, mas está longe de perder a identidade e as principais características do seu som. A velocidade, a brutalidade e o peso estão lá, mas agora a banda passou a investir em ritmos mais quebrados, mais variados, com algumas levadas mais cadenciadas. Ainda deve ser levado em conta que o Krisiun é conhecido como uma das bandas mais pesadas do mundo (isso se não for A mais pesada!) então, imagine o que é "cadenciado" para esses caras.

O CD começa com "Bloodcraft", a faixa mais longa, com cerca de 6 minutos, e é uma das melhores. Ela resume bem a nova proposta do Krisiun, com trechos rápidos e brutais, mas não constantes como se via antes, e sim intercalado com partes cadenciadas. Além das discussões sobre os novos ritmos, um dos pontos fortes são os riffs, bastante criativos e extremamente pesados.

A segunda é "Natural Genocide", que mostra outra tendência do álbum, com boas frases e solos de guitarra. Moyses continua com as suas guitarras sobrepostas e seus arpejos na velocidade da luz, mas também varia nos solos e utiliza efeitos bastante interessantes como em "Vicious Wrath". Nesta última Alex também detona com o seu baixo. No vocal, mais grave do que nunca, continua esbravejando com todo o ódio. A produção também é um dos pontos altos do CD e ficou a cargo de Andy Classen (Rotting Christ, Belphegor, Tankard, Graveworm, etc.)

Para provar que o velho Krisiun ainda está bem vivo, há músicas como "Refusal" e "Suicidal Savagery", que tem aquela levada que os consagrou. E se o primeiro que poderia ser criticado é Max, pelos ritmos mais cadenciados, ele mostra (e, claro, não só nessas duas músicas), que está longe de perder o fôlego. E dá-lhe blast beats, dois bumbos e viradas ultra-rápidas!

Ainda pode-se destacar "H.O.G (House of God)", uma das melhores, e "United in Deception". Para completar os pouco mais de 45 minutos e 10 músicas, há ainda uma introdução à la Testament em The New Order e um "outro", com "Summon", nada mais do que aquelas 'brincadeiras' com efeitos criando um clima bem sinistro e que a banda fez muito bem. Pra fechar, uma homenagem ao metal old-school com "Sweet Revenge", do Motorhead, numa versão bem legal (e pesada).

O resultado final é que os gaúchos não têm medo de evoluir. Ao fazer as mudanças que se pode ouvir neste álbum, o Krisiun se permite experimentar (coisa que depois de um tempo a maioria das bandas adora) e acaba sendo mais criativo, de um jeito bastante positivo. A banda tem tudo para manter o nome do Brasil lá em cima e seguir com a destruição.

Assassination já foi lançado no exterior e será lançado em território brasileiro no show do dia 28 de maio em Porto Alegre. O lançamento é da Hellion Records.

Faixas:
Bloodcraft
Natural Genocife
Vicious Wrath
Refusal
H.O.G (House of God)
Father's Perversion
Suicidal Savagery
Doomed
United in Deception
Decimated
Summon
Sweet Revenge (Motorhead)

Integrantes:
Alex Camargo (baixo/vocal)
Moyses Kolesne (guitarra)
Max Kolesne (bateria)

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de AssassiNation - Krisiun

Krisiun: Uma das grandes obras primas do Metal Nacional e Mundial


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Krisiun"

Krisiun: banda invade o Estúdio PlayTV deste sábado
Krisiun: no "Estúdio PlayTv" deste sábado
Krisiun: Em turnê pela América do Norte ao lado do Destruction
Krisiun: Uma das grandes obras primas do Metal Nacional e Mundial
Heavy Metal Online: O Krisiun tocaria com bandas de White Metal?
Armageddon Metal 2014: Kataklysm, Voivod, Krisiun e Grim Reaper
Krisiun e Kataklysm: primeiro lote em Porto Alegre esgotado
Heavy Metal: Warner exibe documentário sobre a cena no Brasil
Krisiun e Kataklysm: juntos em Belo Horizonte
Krisiun: banda embarca para nova tour pela Europa
Nile: "eles diziam que eu não podia tocar sobre o Egito"
Bill Ward: baterista original do Sabbath se declara fã do Krisiun
Krisiun: detonando mais uma vez em show esgotado em SP
Ratos de Porão: guitarrista do Krisiun participa de novo álbum
Krisiun: show gratuito neste domingo e novas datas pelo Brasil

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Maurício Dehò

Nascido em 1986, é mais um "maidenmaníaco". Iniciou-se no metal ao som da chuva e dos sinos de "Black Sabbath", aos 11 anos, em Jundiaí/SP. Hoje morando em São Paulo, formou-se em jornalismo pela PUC e é repórter de esportes, sem deixar de lado o amor pela música (e tentando fazer dela um segundo emprego!). Desde meados de 2007, também colabora para a Roadie Crew. Tratando-se do duo rock/metal, é eclético, ouvindo do hard rock ao metal mais extremo: Maiden, Sabbath, Kiss, Bon Jovi, Sepultura, Dimmu Borgir, Megadeth, Slayer e muitas, muitas outras. E é de um quarteto básico que espera viver: jornalismo, esporte, música e amor (da eterna namorada Carol).

Mais matérias de Maurício Dehò no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas