Resenha - New York Dolls - New York Dolls

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - New York Dolls - New York Dolls


  | Comentários:

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Disco marco de uma era que só chegaria três anos depois, a estréia dos New York Dolls é punk antes que o estilo tivesse um rótulo. Na época, eles eram apenas esquisitos e aviadados. Vestidos de mulher com barba mal feita e um ar extremamente agressivo, esses quatro rapazes, Johnny Thunders na guitarra e voz, Sylvian Sylvian, guitarra, piano e vocais, David Jo Hansen, vocais e gaita, Arthur Harold Kane no baixo e Jerry Nolan na bateria, são os precursores do movimento punk. Apenas Ramones teria equivalência em importância para a ignição deste movimento que tomaria Londres e o mundo a partir de 1976.

O álbum abre com Personality Crises, um rock visceral. Thunders e Hansen não cantam apenas; eles se esgoelam com todo o ar dos pulmões! Isso é música para ser ouvido no volume onze de preferência com raiva de alguém. O mesmo pode ser dito para Frankenstein, outro tema deliciosamente neurótico. É fácil perceber de onde gente como Johnny Rotten tira sua perfomance. Está tudo aqui neste disco, nesta banda. Looking For A Kiss lembra um cruzamento entre David Bowie fase Alladin Sane com Marc Bolan fase Electric Warrior. Nada específico, portanto não há plágios, apenas a sugestão, a influência. Outra influência óbvia por todo o disco é Rolling Stones, mas de novo nada específico, apenas sugestivo. Pills, outro "rocker" de respeito com uma historinha engraçada sobre a estadia em um hospital com uma enfermeira injetando rock'n'roll que ia direto "pras cabeças."

Todd Rundgren oferece uma produção boa que organiza sonoramente essa banda extremamente zoneira. Ele também contribui com pianos adicionais e moog. Outro músico incluído é Buddy Bowser, que contribui em Lonely Planet Boy com seu saxofone. O disco foi respeitosamente dedicado a Billy Murcer, falecido baterista da banda, antecessor de Nolan.

Embora nenhum dos dois discos da banda tenha vendido xongas na época do lançamento, e por isso mesmo as gravadoras desistiram deles, a qualidade de seu legado e sua importância pode ser constatada pelo fato de que até hoje nenhum dos álbuns saíram de catálogo. Pelo contrário, apareceram com os anos diversos piratas, alguns 'oficiais', para somar a seu catálogo.

NEW YORK DOLLS
1. Personality Crises
2. Looking For A Kiss
3. Vietnamese Baby
4. Lonely Planet Boy
5. Frankenstein
6. Trash
7. Bad Girl
8. Subway Train
9. Pills
10. Private World
11. Jet Boy

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de New York Dolls - New York Dolls

New York Dolls: um dos clássicos registros do proto punk


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "New York Dolls"

Mate-me Por Favor: obra clássica revela a gênese do punk
New York Dolls: um dos clássicos registros do proto punk
New York Dolls: biografia traz nome de álbum da banda
Motley Crue e Poison: vídeo da turnê e novas datas nos EUA
Mötley Crüe: New York Dolls também na turnê com Poison
New York Dolls: capa de novo álbum revelada
New York Dolls: detalhes sobre o novo disco
New York Dolls: projeto de integrante lança EP em vinil
Batusis: New York Dolls, Dead Boys e Joan Jett
New York Dolls: guitarrista forma banda com ícone do Punk
New York Dolls: versão nacional do novo álbum em pré-venda
New York Dolls: esse retorno realmente valeu a pena?
New York Dolls: matéria sobre Arthur Kane no "O Martelo"
New York Dolls: show de SP adiado por problemas na turnê
New York Dolls: única apresentação no Brasil em abril

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Márcio Ribeiro

Nascido no ano do rato. Era o inicio dos anos sessenta e quem tirou jovens como ele do eixo samba e bossa nova foi Roberto Carlos. O nosso Elvis levou o rock nacional à televisão abrindo as portas para um estilo musical estrangeiro em um país ufanista, prepotente e que acabaria tomado por um golpe militar. Com oito anos, já era maluco por Monkees, Beatles, Archies e temas de desenhos animados em geral. Hoje evita açúcar no seu rock embora clássicos sempre sejam clássicos.

Mais matérias de Márcio Ribeiro no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas