Resenha - Definitely Maybe - Oasis

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Definitely Maybe - Oasis

Por Fernando Silva

  | Comentários:

Nota: 9

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
"Dez anos de barulho e confusão". O nome da turnê comemorativa do Oasis é um reflexo fiel de tudo o que aconteceu com uma das maiores bandas de rock surgida nos anos 90. As declarações arrogantes(ou sinceras?) dos irmãos Liam e Noel Gallagher(respectivamente vocalista e guitarrista/líder da banda) fizeram com que conquistassem a antipatia de milhares de pessoas que não curtem a banda apenas por achar os membros "egocêntricos" ou "achôes", deixando o mais importante - a música - de lado.

Com seu segundo disco, de 1995, "(What´s The Story?) Morning Glory", graças ao megahit "Wonderwall", o Oasis espalhou para o resto do mundo a fama já alcançada em terras britânicas. Isso todo mundo sabe. Mas como foi que esses rapazes pobres de Manchester consquitaram a Inglaterra? Com o álbum de estréia, "Definitely Maybe", considerado por muitos(inclusive Noel Gallagher) como o melhor de sua carreira.

O disco abre com a faixa sugestivamente intitulada "Rock ´n´ Roll Star", um rock de primeira tocado até hoje nos shows da banda. Em certa parte, Liam canta: "If you´re not down with who i am/Look at you now, you´re all in my hands tonight", um bom exemplo da atitude marcante dos irmãos Gallagher que muitos ainda insistem em chamar de arrogância.

Em seguida vem "Shakermaker" um rock lento e provavelmente o primeiro de vários processos de plágio (esse, movido pela Coca-Cola) que o Oasis enfrentou ao longo dos anos. Mas também, quem manda ser tão cara de pau? A música é completamente chupada de "I´d Like To Teach The World To Sing" de um comercial da Coca-Cola.

"Live Forever" vem a seguir e é bom se preparar pois esse é um dos grandes clássicos da banda. A música soa um pouco mais pop que as demais e é considerada um clássico do rock inglês dos últimos tempos.

O disco segue misturando músicas de altíssima qualidade como "Up In The Sky", "Bring It On Down", "Supersonic" (irresístivel, um clássico absoluto, para mim, a música que traduz o som do Oasis: distorção, melodia e carisma) e "Cigarettes & Alcohol" (outro clássico, plágio de "Get It On" do T.Rex)

O disco termina com "Married With Children", gravada apenas com dois violôes e vocal, um belo modo de encerrar um grande álbum.

Hoje em dia o Oasis não é tão famoso quanto já foi, ou quanto almeija ainda ser. Mas é gratificante para todos os amantes do bom e velho rock and roll poder relembrar nostalgicamente aqueles tempos, hoje distantes, onde o Oasis era apenas uma promessa e o rock parecia ter um futuro mais justo.

01. Rock ´n´Roll Star
02. Shakermaker
03. Live Forever
04. Up In The Sky
05. Columbia
06. Supersonic
07. Brig It On Down
08. Cigarettes & Alcohol
09. Digsy´s Dinner
10. Slide Away
11. Married With Children

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Oasis"

Mais capas de álbuns: a história do rock no Google Street View
Oasis: exposição dedicada aos primórdios da banda em Londres
Oasis: Noel Gallagher recusa 75 milhões para reunir banda
Drogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros
Oasis: Noel Gallagher afirma que nunca voltaria com a banda
Oasis: boatos sobre reunião dos irmãos em 2014
Jess Greenberg: mais vídeos de covers em voz e violão
Liam Gallagher: pai de filho da jornalista Liza Ghorbani
Liam Gallagher: rompendo seu casamento após 5 anos
Beady Eye: clipe traz Gallagher em mar de modelos nuas
Black Sabbath: banda disputa topo das paradas com ex-Oasis
Oasis: comparar-se aos Beatles foi seu beijo da morte, diz Paul
Oasis: a primeira vez no Brasil em 1998
Oasis: Noel Gallagher divide palco com membros do Blur
Bandas: as dez mais turbulentas saídas de integrantes

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernando Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas