Rockers respondem: O que você achou do novo álbum do Metallica? Parte 1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Thiago Rahal Mauro
Enviar correções  |  Comentários  | 

Astros do Rock e Heavy Metal brasileiros contam as suas impressões sobre o novo álbum do METALLICA, "Hardwired... to Self-Destruct".

Metallica: mapa do Lollapalooza e guia de informaçõesVocalistas: 10 deles que soam como grandes lendas do Metal

Imagem

Imagem

Bruno Sutter
Detonator, Massacration
Vocal

Achei sensacional! Eles acharam uma forma de compor madura e ao mesmo tempo Old School! As músicas ao mesmo tempo que lembram o Metallica antigo não tem uma cara de releitura. Soa novo ao mesmo tempo! Excelente trabalho! "Atlas Rise", "Mosh into Flame" e "Spit out the Bone" já valem o disco e já estão na lista das minhas músicas favoritas do Metallica!

Imagem

Cristiano Wortmann
Hangar
Guitarra

O Metallica fez um ótimo disco e eu gosto muito de toda a discografia deles. Já ouvi algumas vezes o "Hardwired... To Self-Destruct" e realmente gostei desde a primeira vez que escutei. Excelentes riffs de guitarra, ótimas letras e melodias, muito peso e a mixagem ficou ótima.

Imagem

Dudé
Dudé e a Máfia
Vocal

É legal ver o Metallica revisitar sua origem com um álbum vigoroso e cheio de energia. Mas também achei superinteressante a campanha de divulgação que a banda fez para esse álbum, principalmente no que se refere à Internet. Foi o casamento perfeito com o tradicional aliado com a dinâmica do mundo digital.

Imagem

Eduardo Jarry
Forahneo
Baixo

Hardwired... To Self-Destruct não vai mudar sua vida, como “Hit The Lights” mudou a minha em 1984; não vai te emocionar e fazer o tempo parar como o faz “Orion”; não vai te dar vontade de jogar as cadeiras pela janela como quando rola “Fight Fire with Fire”. Mas, sem dúvida, é o melhor trabalho da banda desde Metallica (ou Black Album para muitos). No geral as músicas funcionam bem. O Thrash de “Hardwired”; o clima “Master of Puppets” de “Dream No More”; a merecida homenagem a Lemmy de “Murder One”; e, tudo termina com “Spit Out the Bone”... Pena que só tem uma “Spit Out the Bone”.

Imagem

Gus Nascimento
Solo e ANIE
Vocal

Metallica nunca me decepciona, esse álbum voltou um pouco mais pra raiz da banda, e todo o trabalho das músicas aos clipes são incríveis. Queria eu ter grana pra fazer uma produção completa assim!

Imagem

Johnny Moraes
Hevilan e Warrel Dane
Guitarra

Gostei, apesar de não ter achado tão bom como poderia ser; mas já é uma boa tentativa de voltar ao passado glorioso da banda, de músicas mais curtas, com ótimos riffs. Quem sabe no próximo disco eles acertam em cheio.

Imagem

Junior Carelli
Noturnall, ANIE

A pressão de sempre, sangue jorrando, vontade de dar socos. Metallica sendo Metallica e é o que todos nós queríamos e precisávamos.

Imagem

Luciano Vassan
Tamuya Thrash Tribe
Vocal e Guitarra

Acho um bom álbum, muito bem produzido, tudo soando muito bem, meu destaque fica para os timbres de guitarra, pois curti bastante o fato deles terem diminuído o ganho das guitarras e o peso das músicas agora estar vindo da “patada” do James. Mas confesso que eu esperava mais. É um bom disco, mas eu sempre espero coisas incríveis vindo deles. Esperava um Metallica inovando e não se preocupando com a opinião alheia, como eles sempre foram. Mas desde o “Death Magnetic” me parece que eles não andam muito inspirados, e ambos os álbuns me parecem mais uma tentativa de oferecer aos fãs um ‘revival’ dos álbuns clássicos como “Master of Puppets” e “And Justice For All”.

Imagem

Mario Pastore
Heaviest, Powerfull e Pastore
Vocal

O que ouvi do Metallica até agora me convenceu que eles querem fazer aquilo que os consagrou e resgatar a fidelidade de verdadeiros fãs e não seguir modinha de mercado.

Imagem

Ramires
Muqueta na Oreia
Vocal

Muito bom, como todos os álbuns deles, mesmo os mais polêmicos tipos Load/Reload ou St Anger têm excelentes composições. Gostemos ou não. (rs) Metallica é uma banda que não tem medo do novo, eles contestam o que é pré estabelecido, do que as pessoas acham que eles deveriam ser. James é um músico brilhante, um dos principais pilares do Metal.

Imagem

Raphael Dantas
Ego Absence
Vocal

Admito que nunca fui um grande fã do Metallica, mas sempre achei que eles são grandes músicos e contribuíram bastantes para música mundial. E vejo esse novo álbum como um possível retorno ao que eles faziam de melhor! Espero estar certo!

Imagem

Ricardo Peres
Demolition Inc.
Vocal

Confesso que em se tratando do Metallica, sempre cometerei o pecado da comparação com os quatro primeiros discos que ao meu ver são impecáveis, mas estou ciente que é pedir demais, pois estou falando de outra época , outra fase, e para quebrar a minha opinião a banda é deles (rsisos!) No “Death Magnetic” a música “That was just your life” nos remete ao Metallica que gostaríamos de ouvir logo de cara, mas é só. Já o novo álbum ouvi pouco depois de ouvir vários amigos dizendo a banda voltou as raízes, e de imediato não consegui ver da mesma forma, mas isso até fechar os olhos e imaginar todas as aquelas músicas como parte de um “Ride” ou “Master”... imaginar a voz de moleque do James como era naquela fase, para assim notar que realmente a essência está de fato neste disco. Minha única queixa com este disco e com o anterior, é que acho que algumas passagens soam um pouco repetitivas, desnecessárias, mas pode se tratar apenas do meu gosto particular falando mais alto.

Imagem

Shucky Miranda
Skin Culture
Vocal

Acho que o METALLICA está sempre à frente do seu tempo. Em se tratando de Music Business eles sabem muito bem o que precisa ser feito. O novo álbum pode não me agradar como fã Xiita, mas seguramente vai conquistar novos fãs.

Imagem

Vinicius Neves
About2Crash
Vocal

O Metallica é uma referência para mim, sou fã de carterinha dos caras. Esse novo disco me soou muito bem, na minha opinião é o melhor desde o Black álbum (apesar de achar que existem grandes músicas nos álbuns "polêmicos" como Load e Reload e o St Anger) , é agressivo, tem riffs fantásticos, melodia e as letras são bem legais, ou seja a receita de sucesso. Mas uma coisa é certa, qualquer que fosse o lançamento de uma banda como o Metallica, que é referência no que faz, sempre haverá discussão, julgamento e opinião, justamente porque esses caras que balizam o segmento, e quando se é "vidraça" é muito fácil atirar a pedra. O difícil é após anos de carreira, se reinventar, trazer algo novo e de impacto (faça um paralelo com sua profissão, será que estaremos tão bem assim após anos de profissão?). Só existe 1 Metallica, assim como 1 Iron Maiden, 1 Black Sabbath, 1 Sepultura e por aí vai, são referências e temos o privilégio de viver na mesma época desses ícones da música!

Imagem

Vitor Rodrigues
Voodoopriest
Vocal

Gostei do novo álbum porque existe um resgate às raízes Thrash da banda. Claro que não está num nível do Master Of Puppets mas acho louvável músicas onde elementos musicais que fizeram a grandiosidade da banda estarem de volta permeando o novo álbum.

Aguarde a segunda parte da matéria...

Comente: E você? Qual a sua opinião sobre o novo álbum do Metallica?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Metallica
Mapa do Lollapalooza e guia de informações

Metallica: veja making of de "Halo On Fire"Metallica: em vídeo, as músicas que mais tocaram ao vivoMetallica: vídeo profissional de "Whiskey In The Jar" ao vivoTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Mustaine
Uma nota de Gilmour vale mais que muitos solos incríveis

Metallica
Lista de exigências deles e de outras bandas para o Lollapalooza

Metallica
Independente, vivendo em sua própria bolha

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 16 de março de 2017

Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Metallica"

Vocalistas
10 deles que soam como grandes lendas do Metal

Black Sabbath
O dia em que Tony Iommi quase matou Bill Ward

Dire Straits
Um impressionante cover no centro de São Paulo

Sharon Osbourne: revelando que hoje ela é mais "apertadinha"Metallica: ouça Lars Ulrich tocando com o Iron MaidenGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!Lady Gaga: fã de Iron Maiden e Black Sabbath?Phil Anselmo: ele se arrepende de ter deixado a escola?Scorpions: Axl/DC, uma coisa bem estranha, diz Rudolf Schenker

Sobre Thiago Rahal Mauro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online