"Farewell": 10 bandas que fizeram turnê de despedida, mas voltaram

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Igor Miranda
Enviar correções  |  Comentários  | 

Quem nunca se arrependeu do que disse, que atire a primeira pedra. Mas em casos de grandes artistas, com forte exposição midiática, nem sempre é possível voltar atrás e ser compreendido.

Imagem

As dez bandas listadas abaixo anunciaram que encerrariam suas atividades ou que não fariam mais turnês, mas voltaram atrás em suas decisões. Alguns grupos retornaram de forma natural, enquanto outros parecem ter forçado a barra.

Veja:

The Band

Pioneiros em não cumprirem o "adeus", a The Band anunciou, em 1976, que faria um show de despedida. "The Last Waltz" foi gravado em vídeo, com direção de Martin Scorsese, e é um dos grandes marcos da chamada "música audiovisual".

Um ano após o show, já havia um sinal de que o "adeus" não seria cumprido: a banda lançou o disco "Islands", com um misto de músicas autorais e covers. "The Last Waltz", por sua vez, só foi lançado em 1978.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Mas a decisão de se afastar das tours só foi quebrada, mesmo, em 1983, quando o grupo retomou os trabalhos sem o guitarrista Robbie Robertson. A Band continuou em atividade até 1999, quando morreu o baixista e vocalista Rick Danko.

The Who

A última turnê do The Who com o baterista Kenney Jones também seria a tour final da banda. Na ocasião, eles divulgavam o álbum "It's Hard" e excursionaram de setembro a dezembro de 1982, pela América do Norte, após fazerem dois shows de aquecimento na Inglaterra.

Em um primeiro momento, Pete Townshend disse que levaria a turnê para o Reino Unido. Contudo, logo os músicos mudaram de ideia e anunciaram que aquela tour pela América marcaria o fim da banda.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O The Who só ficou adormecido por três anos: o grupo se reuniu pela primeira vez em 1985 e contou com retornos esporádicos nos anos de 1988, 1989, 1990, 1991 e 1994, até que, em 1996, retomaram as atividades em definitivo.

Status Quo

Em 1984, o Status Quo deu início à turnê "End of the Road", com datas por toda a Europa. A ideia era que a banda continuasse a existir e lançar discos, mas sem mais tours.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Não foi o que aconteceu. Logo em 1985, voltaram a tocar ao vivo no Live Aid e, em abril de 1986, deram início à turnê "Quo's Back Tour".

Ozzy Osbourne

Mesmo após ter lançado um disco excelente - "No More Tears" - em 1991, Ozzy Osbourne decidiu se aposentar. O anúncio foi feito na primeira metade de 1992. Na época, Ozzy afirmou que estava cansado das turnês e da sua própria imagem de "trevoso".

Posteriormente, Ozzy revelou que também quis parar após ter sido diagnosticado com esclerose múltipla, no início daquele ano. No entanto, os médicos erraram na conclusão: na verdade, ele tinha a raríssima Síndrome de Parkin, um problema genético com sintomas semelhantes aos do Mal de Parkinson.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

A turnê "No More Tours" foi feita, ainda em 1992, com shows pela América do Norte. Várias datas foram canceladas - a maior parte, porque Ozzy quebrou o tornozelo. A tour chegou ao fim em novembro do mesmo ano, mas não aguentou ficar mais do que três anos parado: em 1995, divulgou o disco "Ozzmosis" e voltou aos palcos.

Veja também:

Ozzy Osbourne: quando o Madman se aposentou, mas desistiu

Black Sabbath

Antes da aposentadoria das turnês sacramentada em 2017, o Black Sabbath já havia tentado se retirar dos palcos. Em 1999, o grupo anunciou que faria uma turnê de despedida, por América do Norte e Europa.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Não houve, exatamente, um anúncio: a empresária Sharon Osbourne promovia, com o consentimento do grupo, o show sob a alcunha "The Last Supper". Em um dos flyers, promete-se o último show nos Estados Unidos.

Imagem

A ideia acabou não vingando. O Black Sabbath se "despediu", mas voltou em 2004, quando tocaram no Ozzfest. Um novo hiato ocorreu a partir de 2006 e só foi encerrado em 2011, com a reunião que teria Bill Ward.

Kiss

O caso mais indiscreto dessa lista. Após duas turnês com a formação original reunida, o Kiss anunciou que encerraria suas atividades, mas, antes, realizariam a "Farewell Tour". A excursão rodou pela América do Norte em 2000.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O contrato do baterista Peter Criss se encerrava após o último show de 2000, mas foram marcadas datas em 2001, na Ásia e na Austrália. Não foi possível renovar com Criss, então, Eric Singer assumiu o posto.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Em 2002, já sem Ace Frehley, mas com Peter Criss de volta, a banda anunciou que não se aposentaria. No ano seguinte, foi realizada a "World Domination Tour", com o guitarrista Tommy Thayer no posto de Ace Frehley.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O contrato de Peter Criss, novamente, não foi renovado e ele deixou o Kiss. Em 2004, o grupo voltou com Eric Singer, além de Tommy Thayer. Em entrevistas, os líderes e remanescentes, Paul Stanley e Gene Simmons, explicaram que não queriam encerrar a banda, apenas se "livrarem" de Ace Frehley e Peter Criss.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Mr. Big

Após duas turnês com o guitarrista Richie Kotzen no lugar do original, Paul Gilbert, o Mr. Big anunciou que faria uma turnê de despedida, que rodou, especialmente, a Ásia. Foi o que o baixista Billy Sheehan topou, visto que ele já estava praticamente fora da banda na época - o músico pouco participou do disco "Actual Size" (2001).

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Os shows foram feitos e um DVD, intitulado "Farewell Live In Japan", registrou a última apresentação, em Tóquio, Japão. Anos depois, em 2009, a banda reconsiderou a decisão e voltou com Paul Gilbert. Os músicos seguem na ativa, apesar de Pat Torpey estar com Mal de Parkinson. Ele ainda acompanha o grupo e toca percussão em algumas canções.

Nine Inch Nails

Em 2009, Trent Reznor anunciou a "Wave Goodbye Tour", que colocaria fim na rotina de estrada do Nine Inch Nails. O nome do grupo não deixaria de ser usado, mas turnês não rolariam mais, segundo Reznor.

Ele chegou a alfinetar Gene Simmons, do Kiss, para justificar sua decisão. Disse que não queria acabar como o Demon, que, segundo ele, é um homem velho que se veste de palhaço para proporcionar entretenimento a crianças.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

A "Wave Goodbye Tour" chegou ao fim em setembro de 2009, mas o Nine Inch Nails voltou aos palcos em 2013. A "Twenty Thirteen Tour" contou com mais de 100 apresentações entre 2013 e 2014.

Scorpions

Em 2010, o Scorpions anunciou que "Sting In The Tail" seria o último disco da banda. A turnê que o promoveria, na sequência, também seria a final da carreira do grupo.

A "Get Your Sting and Blackout World Tour" foi lançada e logo se tornou "Final Sting World Tour". Durou de 2010 a 2012 e passou por Europa, Ásia e Américas do Norte e Sul - inclusive, com duas passagens pelo Brasil, em 2010 e 2012.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Contudo, nenhuma das declarações se confirmou. Ao longo da própria turnê, a banda disse que havia reconsiderado a decisão e que seguiria excursionando futuramente. Um novo disco, intitulado "Return To Forever", chegou a público em 2015.

Judas Priest

Em 2011, o Judas Priest anunciou a "Epitaph World Tour". Seria a última turnê da banda, com início em 2011 e fim em 2012. A tour passou por Américas do Norte e Sul, Europa e Ásia.

Antes da turnê ter início, o guitarrista K.K. Downing anunciou sua saída. O jovem Richie Faulkner, à época com 31 anos, o substituiu.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

A decisão de encerrar as atividades foi reconsiderada. O Judas Priest anunciou que continuaria, antes mesmo da turnê chegar ao fim, graças à energia que Faulkner teria dado à banda. O grupo voltou a excursionar em 2014, para promover o disco "Redeemer Of Souls".

Comente: Quais você preferia que não tivesse voltado atrás?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock e Metal
Doze ótimos álbuns para iniciantes

Blend Guitar: em vídeo, as dez maiores bandas de Heavy MetalShows: veja quanto Sabbath, A7X, Red Hot e Disturbed faturaramRock e Metal: em vídeo, as piores covers da históriaTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Vocalistas
Os menos conhecidos de bandas famosas

Black Sabbath e Scorpions
Coincidências em capas das bandas

Metallica
Vídeo com covers de Ronnie James Dio

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 09 de fevereiro de 2017

Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Kiss"Todas as matérias sobre "Scorpions"Todas as matérias sobre "Judas Priest"Todas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"Todas as matérias sobre "Black Sabbath"Todas as matérias sobre "Nine Inch Nails"Todas as matérias sobre "Who"Todas as matérias sobre "Band"Todas as matérias sobre "Status Quo"Todas as matérias sobre "Mr Big"

Loudwire
Os vídeos mais sexys de todos os tempos

Church Of Satan
"Se você queima igrejas é imbecil, não satanista!"

Sepultura
"Vejo os caras tocando e não tem a mesma pegada"

Separados no nascimento: Ritchie Blackmore e Mr. BeanMotorhead: Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"Rock in Rio: Supergrupo de Alice Cooper, Johnny Depp e Joe Perry na edição nacionalMarcelo Barbosa: "Minha admiração pelo Phil Anselmo como pessoa caiu para zero"Guns N' Roses: banda arrecadou uma fortuna na América LatinaRegis Tadeu: "Roots" do Sepultura e o mimimi dos metaleiro troo

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online