Baixo: Felipe Andreoli explica em vídeo o que é o instrumento

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por João Paulo Andrade
Enviar correções  |  Comentários  | 

Na série Especial Rock, quatro músicos foram convidados para falar sobre o papel de seus instrumentos (voz, guitarra, baixo e bateria) nesse gênero musical e de suas principais influências. Felipe conversou com o SaraivaConteúdo sobre o baixo, as características de um bom baixista e o que ele considera a sua marca como músico.

Kiko Loureiro: E se eu for feio e morar no Acre?Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O baixo, para os pouco familiarizados com o universo musical, costumava ser um som misterioso. Quem já não presenciou alguém confundindo o som grave com o de outro instrumento ou perguntando: "Por que aquela 'guitarra' tem apenas quatro cordas? Hoje, a história é bem diferente, e o baixo já é bem assimilado pelo público.

Felipe Andreoli, baixista do Angra, sabe bem disso. Ele define o músico que ocupa esse posto como "o cara firme, da base, que dá o chão [para toda a banda]".

O artista começou tocando violão, ainda adolescente. "Eu tocava 'La Bamba' com a ponta dos dedos", lembra. O teste de fogo veio durante um festival de música na escola, onde ele foi intimado pelos amigos a assumir o baixo, já que tocava bem violão e não havia quem pudesse manusear o instrumento grave.

"Naquela mesma semana, eu ganhei US$ 100 da minha madrinha e fui à Teodoro Sampaio [famosa rua dos instrumentos musicais em São Paulo], onde comprei um baixo por US$ 80. Com os US$ 20 restantes comprei um jogo de cordas", conta Felipe, rindo ao se lembrar de como adquiriu seu primeiro baixo quase no improviso.

Na hora de tocar, a velocidade é um dos segredos do músico. No Angra, por exemplo, as músicas atingem a casa de 200 bpm (batidas por minuto), o que exige precisão e agilidade do baixista.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Kiko Loureiro
Apelo nas redes por guitarra roubada

Kiko Loureiro: E se eu for feio e morar no Acre?Kiko Loureiro: tocar covers ou músicas próprias?Kiko Loureiro: Tocar covers ou músicas próprias?Angra: Odysseya será a banda convidada no show em OsascoTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Megadeth
Pepeu Gomes comenta convite e fala sobre Kiko Loureiro

Kiko Loureiro
Guitarrista fala sobre suas influências e música brasileira

Dave Mustaine
Ellefson é o baixista, Kiko é o meu braço direito

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 27 de junho de 2016

Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Instrumentos"Todas as matérias sobre "Angra"

Capas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

Megadeth
Confira foto exclusiva de Dave Mustaine com Kiko

Lobão
Se metendo na conversa alheia e pagando mico

Mike Portnoy: baterista explica a camisa "Fuck Paul Stanley"Em 11/05/1981: Bob Marley morre, vítima de um tumor no cérebroSlipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscarasIron Maiden: assista crianças tocando "The Trooper"Van Halen: As melhores músicas segundo a Ultimate Classic RockDimmu Borgir: "Não sou fã do Korn, mas respeito-os..."

Sobre João Paulo Andrade

Sempre quis viver de Rock e/ou Heavy Metal. Tentou tocar baixo mas era tremendamente incompetente no instrumento. Em 1996 criou o site Whiplash.Net e hoje vive do seu sonho. :-)

Mais matérias de João Paulo Andrade no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online