Quais as pessoas e objetos da capa do "Sgt. Peppers"?

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Quais as pessoas e objetos da capa do "Sgt. Peppers"?


  | Comentários:

Mova o apontador do mouse sobre os personagens e objetos para descrições.

Swami Sri Yukteswar Giri
Discípulo de Lahiri Mahasaya e Guru de Paramahansa Yogananda, Yukteswar teria o poder de aparecer simultaneamente em dois lugares ao mesmo tempo. Diz-se que ele conscientemente deixou o seu corpo, ressurgindo em um corpo novo.
Aleister Crowley
Filósofo Inglês do século 19, considerado por muitos um bruxo e satanista. Seu pensamento e pregação se resumiam basicamente no conteúdo da obra chamada Livro da Lei e na doutrina conhecida por Thelema (palavra grega que significa vontade) e que pode ser resumida em "Faz o que quiseres que tudo deve ser da lei. Todo homem é um indivíduo único e tem direito de viver como quiser".
Mae West
Simbolo sexual entre as décadas de vinte e quarenta, a atriz Mae West não gostou nada da idéia de associar a sua imagem com algo chamado "Clube dos Corações Solitários" ("Lonely Hearts Club" - o equivalente a uma agência de namoros). Os Beatles tiveram que escrever a ela uma carta, assinada pelos quatro, explicando o conceito da capa e solicitando que aceitasse a homenagem.
Lenny Bruce
Revolucionário cômico americano nascido em 1925, que incomodou muita gente ao usar palavrões e temas como, sexo, política e religião em seus monólogos. Clubes eram ameaçados de perder a licença alcóolica se contratassem o humorista e ele acabou praticamente banido. Morreu de uma overdose de heroína em Agosto de 1966.
Karlheinz Stockhausen
Um dos mais influentes compositores da música eletrônica experimentalista. Alemão de Mödrath, nas cercanias de Cologne, lançou em 1956 "Gesang der Jünglinge", a primeira gravação utilizando a técnica de loops. Sua influência vai desde Pierre Boulez a Can passando pelos Beatles. Seus conceitos foram trazidos à banda por Paul McCartney em 1966, quando gravações em loops passaram a ser utilizados nas gravações de certas músicas, a primeira sendo "Tomorrow Never Knows".
W.C. Fields
William Claude Chesterfield, americano nascido em 1880, fugiu de casa aos 11 anos para trabalhar no show business. Começou como equilibrista de vaudeville passando a comediante quando percebeu que ganhava mais atenção do público quando errava. Se tornou famoso com ajuda do cinema durante os anos vinte, trinta e 40. É mais lembrado por um dos seus últimos filmes, "My Little Chicadee" (1940), onde contracenou com Mae West. Morreu no dia de natal de 1946.
Carl Gustav Jung
Psiquiatra Sueco, conheceu e trabalhou com Freud entre 1907 e 1913, sendo que nos últimos três anos se tornou extremamente crítico a seu trabalho. Depois do rompimento inevitável, Jung criou suas próprias teorias, às quais chamou de Psicologia Analítica, explorando conceitos como a subconsciência auto regulável e o consciente coletivo.
Edgar Allan Poe
Americano de Boston, nascido em 1809 de pais atores, se tornou órfão aos 3 anos de idade. Percebendo que como poeta continuava pobre, passou a escrever contos de suspense, encontrando assim meios para sustentar sua família. Poe elevou o conto para a categoria de arte literária. "The Murders in the Rue Morgue" é considerado por muitos como a primeira história de detetives publicada. Poe é também considerado o pai dos thrillers psicóticos. Faleceu em outubro de 1849, dois anos após o falecimento de sua esposa.
Fred Astaire
O maior dançarino produzido pelo cinema americano. Dançando com a irmã Adele na Broadway nos anos vinte, somente depois dela casar em 1931 Astaire foi dançar para Hollywood. Sua grande chance aconteceu em 1933, durante as filmagens de "Flying Down To Rio", que se tornou um sucesso e incluía uma cena de dança para a música "The Carioca", com Fred e Ginger Rodgers. A aclamação pública acabou por selar o destino para esta nova dupla de dançarinos.
Richard Merkin
Desenhista famoso por seu material erótico entre as décadas de trinta e cinqüenta.
The Varga Girl - Binnie Barnes
Parte de uma série de modelos desenhados pelo artista Alberto Vargas entre 1940 e 1970. Seus desenhos ficaram conhecidos inicialmente na revista Esquire e depois na Playboy. Nascida Gitelle Gertude Maude Barnes em 1905, esta atriz inglêsa da década de trinta encontrou sucesso também em Hollywood. Ela pode ser vista em filmes como "Private Life of Henry VIII" (1933), "The Three Musketeers" (1939) e "Decameron Nights" (1953). Ela se aposentaria em 1955 voltando ao cinema para agradar o marido entre 1968-1972. Faleceu em 1998.
Leo Goacey
Ator juvenil com carreira marcada pelo seu papel como um dos Bowery Boys. Como Goacey pediu US$500 para dar permissão para o uso de sua imagem, acabou sumariamente retirado da arte final.
Huntz Hall
Ator infantil nascido em Nova York em 1915, trabalhou na rádio durante parte dos anos vinte. Nos anos trinta, iniciou sua carreira no cinema que se manteve ativa até já na meia idade. Seu maior papel foi de Stach, adolescente de rua, parte da gangue "The Bowery Boys", série de 48 filmes feitos entre 1946 e 1955. Continuou trabalhando no cinema ou televisão até 1979. Faleceu em 1999.
Simon Rodia
Construtor da Watts Towers de Los Angeles em 1950, decorada inteiramente de lixo (azulejos usados, garrafas e latas usadas, etc.). Embora Rodia tivesse intenção de criar um centro religioso, a torre funciona hoje como museu de arte.
Bob Dylan
Em 1963 elevou a música folk para os patamares de música de conscientização política. Sua influência, assim como a dos Beatles, gerou em 1965 o estilo musical conhecido como folk-rock. Chamado de "O Príncipe dos Poetas", nenhum artista da década de sessenta, nem mesmo os Beatles, pode ser considerado de maior importância ou influência na contra cultura.
Sigmund Freud
Nascido em Viena, Freud é tido como o pai da psicanálise. Seus estudos e conclusões elevaram os conhecimentos da ciência sobre a mente humana. Seus maiores méritos estão em perceber e definir o fenômeno do inconsciente e sua ligação com nossa vida normal e anormal, como também de nos oferecer os fundamentos para a interpretação científica do sonho.
Aubrey Beardsley
Ilustrador inglês nascido em Brighton em 1872. Seu estilo, com linhas lineares em preto e branco, demonstra forte influência japonesa. Seu trabalho chocou seus conterrâneos ingleses por apresentar um forte cunho erótico. Beardsley viria a morrer em 1898 aos 25 anos de idade, em Mentone.
Sir Robert Peel
Nascido em 1788, teve vida politicamente ativa na Grã Bretanha. Promoveu grandes reformas nas leis, incluindo diminuição dos crimes condenáveis à morte. Em 1834, como Primeiro Ministro do Governo Tory, ajudou a promover reformas no Parlamento e nos anos subseqüentes tentou criar uma maior união dentro do Partido Conservador. Na década de quarenta Peel apresentou reformas que encaminharam o país para o comércio livre, como também diminuiu a jornada de trabalho nas fábricas. Deixou o governo em 1846 mas continuou ativo como conselheiro. Em 1849, cobrava da Grã Bretanha apoio econômico para a Irlanda, região que passava fome. Faleceu em 1850.
Aldous Huxley
Nasceu em 1894 de uma família da alta sociedade. Durante o seu tempo de vida, escreveu 47 livros e é descrito como o homem que deu um cérebro ao romance. Aldous cresceu e desenvolveu a noção de que a individualidade era indispensável para a liberdade. Assim, escreveu o livro "Brave New World" em 1931, embora só fosse publicado em 1934. No final dos anos trinta, Huxley se mudou para os Estados Unidos, morando em Hollywood e se tornando um roterista. Escreveu "After Many A Summer Dies The Swan" sobre o mundo alternativo que encontrou na Califórnia da década de quarenta. A partir da década de cinqüenta, passou a estudar drogas psico-ativas, sendo grande consumidor de mescalina e LSD. Escreveu três livros sobre o assunto, "The Doors of Perception" (1954), "Heaven And Hell" (1956) e "Islands" (1962), este último considerado seu melhor trabalho, verdadeiro antídoto para "Brave New World". Faleceu no mesmo dia do assassinato do Presidente Kennedy em 1963. Ao perceber a vida se esvaindo, seu ultimo desejo, atendido pela sua esposa, foi de morrer viajando em LSD.
Dylan Thomas
Nasceu em outubro de 1914 no País de Gales e tornou-se um dos grandes poetas modernos da Grã Bretanha. Escreveu o roteiro de alguns documentários durante a Segunda Guerra e viajou para os Estados Unidos para fazer leituras de seus poemas, conquistando lá admiradores de seu trabalho. Morreu em Nova York em 1953. Bob Dylan que nasceu Robert Zimmerman, pegou seu "Dylan" de Dylan Thomas, possivelmente ajudando a divulgar o poeta entre a massa jovem da década de sessenta.
Terry Southern
Escritor Texano nascido em 1926, que se tornou famoso ao escrever o best-seller "Candy", mais tarde tornado filme com participação de Ringo Starr. Seria autor de diversos roteiros para o cinema, entre eles "Dr. Strangelove", "Cassino Royale", "Barbarella", "The Magic Christian", "Head" e "Easy Rider". Faleceu em 1995.
Dion Di Mucci
Cantor americano nascido e criado no Bronx, bairro de Nova York. Junto com sua banda Dion & the Belmonts e depois em carreira solo, teria hits importantes entre 1958-1963. Sua carreira embora extremamente influente, seria prematuramente encerrada com a Beatlemania.
Tony Curtis
Embora no cinema desde o fim da década de quarenta, foi na década de cinqüenta que ele se tornaria famoso. Símbolo sexual de sua época, amado pelo publico feminino e malhado pelos críticos, suas atuações em filmes como "Spartacus" (1960) lhe trariam o respeito de todos. Por quase uma década e meia, o seu penteado característico seria imitado por homens dos dois lados do Atlântico, visto como sexy e instigante. O penteado Tony Curtis cairia com os Beatles e o fenômeno musical conhecido como "A Invasão Britânica".
Wallace Berman
Artista membro da Beat Generation. Embora os Beatnicks fossem basicamente um movimento literário, existe muita arte gráfica anexada ao gênero. Wallace Berman é um destes artistas, idolatrado por gente como Ginsberg e Ferlinghetti. Berman também publicou poesias embora sob o pseudônimo de Pantale Xantos. Faleceu no Canadá em 1976 aos 50 anos de idade.
Tommy Handley
Nascido em 1902, Handley se tornou um famoso comediante inglês durante a guerra. Chegou a fazer cinema participando de três filmes, "Elstree Calling" (1930), "It's That Man Again" (1943) e "Time Flies" (1944). Faleceu em 1949.
Marilyn Monroe
Nasceu e morreu em Los Angeles. Marilyn Monroe é até hoje um dos maiores (senão o maior) símbolos de sensualidade que o cinema americano conseguiu produzir. Morreu em 1962 por uma overdose de pílulas para dormir, muito embora hajam fortes suspeitas e mistérios em relação à sua morte.
William Burroughs
Escritor Beatnick, movimento literário de contestação nascido durante a depressão da década de trinta, mas que só ganharia publicação e notoriedade na década de cinqüenta. A respeitabilidade viria a partir das décadas seguintes. A importância literária de Burroughs em relação a outros Beatnicks, só pode ser comparado com as de Jack Kerouac e Alan Ginsberg. Entre seus livros mais famosos, estão "Naked Lunch" e "Junkie". Burroughs assim como Ginsberg e muitos outros Beatnicks imigraram para a Inglaterra entre 1965 e 1966, freqüentando o mesmo círculo artístico de amigos, comuns aos Beatles e Rolling Stones. Faleceu em 1997.
Sri Mahavatara Babaji
Chamado de "A encarnação do amor", lendário guru, vive no Himalaia mantendo sua forma física por séculos, talvez milênios. Babaji é um Avatar, como Krishna, Rama e Buddha, e trabalha em total obscuridade.
Stan Laurel
O "Magro" da dupla "O Gordo e o Magro". Ator inglês que foi para a América em 1910, se tornando duble de Charlie Chaplin. Conheceu fama e fortuna ao fazer filmes contracenando com o americano Oliver Hardy, o "Gordo", nascendo assim a famosa dupla. Faleceu em 1965.
Richard Linder
Alemão nascido em Hamburgo em 1901, Linder tornou-se um renomado artista pop com quadros expostos em diversas galerias nos Estados Unidos e Europa. Faleceu em 1978.
Oliver Hardy
O "Gordo" da dupla "O Gordo e o Magro". O Ator americano participou de uma série de filmes de comédia do cinema mudo. Em 1926, por força do produtor Hal Roach, contracenou com Stan Laurel, acidentalmente dando início a uma das mais famosas duplas do cinema. Faleceu em 1957.
Karl Marx
Filósofo Alemão nascido em 1818. Estudou Direito nas Universidades de Bonn e Berlim. Morou na França, Bélgica e Inglaterra, além da Alemanha. Quando se mudou para França, se tornou um comunista, escrevendo lá, em 1844, seu primeiro manifesto, "Economic and Philosophical Manuscripts" que só seria publicado em 1930. Outros livros se seguiram, como "The German Ideology", "The Poverty of Philosophy", "The Class Struggle In France" e "The Outlines", porém a maior parte da sua literatura só foi conhecida após sua morte, e muito de sua filosofia tem sido deturpada para melhor servir intenções políticas. Única grande obra sua publicada em vida fora "O Capital - Vol.1", editado em 1867. Os subsequentes Vol. 2 e 3 como todo o resto, salvo panfletos, ficaram pós mortem. Entre seus panfletos, talvez o mais expressivo seja "The Civil War in France" sobre a rebelião Francesa de 1871, onde o povo, rebelando contra o governo, tomou controle da cidade de Paris por dois meses. Faleceu em Março de 1883.
H. G. Wells
Herbert George Wells nasceu em Kent em 1866. Enquanto ainda criança, quebrou a perna, passando seu tempo de recuperação lendo tudo que chegasse a suas mãos. Na escola, teve aulas de biologia com Thomas Huxley, pai de Aldous Huxley. De seu fascínio sobre a materia, bem apresentada pelo seu professor, Wells passou a escrever contos de ficção cientifica. Sua fama nasceu em 1895 com "The Time Machine", reiterada com livros como "The Invisible Man" (1897) e "The War of The Worlds" (1898). Wells e Julio Verne são os primeiros criadores de histórias de ficção científica.
Paramahansa Yogananda
Guia espiritual, estudioso de elevada capacidade, e divulgador da Kriya Yoga. Autor do livro "Autobiography of a Yogi" e fundador da SRF ("Self Realization Fellowship"). Faleceu em 1952. George Harrison leu seu livro em 1966 e desde então oferece cópias como presente aos amigos. Descreve o livro como "um milagre a cada página". Tributos de George para Yogananda incluem as canções "Dear One", "Life Itself" e "Fish On The Sand".
Manequim de cera de cabeleireiro.
Stuart Sutcliffe
Pintor talentoso e grande amigo de John Lennon durante o período em que estudavam no Liverpool College of Art. Dividiam um apartamento quando Lennon o convidou para se juntar à banda, antes de terem encontrado um nome ideal para o grupo. De fato, é hoje creditada a Sutcliffe a escolha do nome Beetle que Lennon alteraria a grafia. Assumindo o baixo, se mostrou um músico mediano, contribuindo mais em estilo pessoal imitado pelos demais. Permaneceu durante a metamorfose da banda de amadora para profissional, de Beatals para Silver Beetles, para Beatles. Resolveu deixar o grupo em 1961 para voltar a se dedicar à pintura, seu verdadeiro amor. Morando em Hamburgo, faleceu em 10 de Abril de 1962, de uma hemorragia cerebral causado por uma queda na escada de sua residência. Rumores de que o problema havia surgido após uma briga de bar são infundados.
Manequim de cabeleireiro.
Max Miller
Cômico Inglês, nascido em 1894, extremamente popular nas décadas de trinta, quarenta e cinqüenta. Respeitado pelo seu domínio de palco, também fez filmes e discos, compondo e cantando seu próprio material. Faleceu em 1963.
Petty Girl - Lucille Ball
Parte de uma série de modelos desenhados pelo artista George Petty entre 1932 e 1956 para a revista Esquire. Este é da famosa atriz e comediante americana Lucille Ball. Nascida em Jamestown, New York, começou sua carreira no cinema como corista para a MGM em 1933, passsando a fazer pontas para a Columbia (1935) até se tornar uma atriz reconhecida em 1938. Casou com o cantor cubano Desi Arnaz. Em 1950, com o invento da televisão, o casal cria a comédia familiar I Love Lucy que fez tanto sucesso que permitiu o casal fundar sua própria produtora, a Desilu Productions, mantendo assim, todo o controle artistico do seriado. Sua carreira nas décadas seguintes não teve o mesmo impacto mas ela será para sempre lembrada como a primeira dama da televisão americana. Faleceu em 1989, em Beverley Hills, California.
Marlon Brando
Ator que sempre desafiou as regras de Hollywood, é hoje uma lenda viva. Seu primeiro papel significativo foi no filme "A Streetcar Named Desire" (1947), mas foi no filme "The Wild One", em que faz o motoqueiro Johnny, rapaz que rebela até mesmo contra sua gangue de rebeldes, que ele se tornou um símbolo de contestação. O personagem iniciou a moda de roupas de couro entre jovens como também abriu um mercado para uma série de filmes sobre rebeldia juvenil, tais como "Rebel Without A Cause" (O Rebelde Sem Causa) e "Blackboard Jungle". O nome beetle (besouro), apelido dado as garotas dos motoqueiros no filme, é hoje creditado como possível influência em Stuart Stucliff e John Lennon para optarem pelo inseto como o nome da banda, Lennon depois mudando a grafia de Beetle para Beatles. A inspiração original de se procurar o nome de um inseto vem da banda the Crickets (grilos) de Buddy Holly.
Tom Mix
Texano nascido em 1880, foi campeão de rodeio em 1909 e contratado para organizar o gado no filme "Ranch Life In The Great South West" de 1910. Os produtores acabaram por dar-lhe um papel secundário, iniciando assim sua carreira no cinema. Entre 1911 e 1935 se tornou um dos mais famosos cowboys do cinema, influenciando e modificando o estilo para as futuras gerações. Faleceu em 1940.
Oscar Wilde
Escritor Irlandês muito popular no final do Século 19, graças a suas "comédias sociais", peças satíricas que exploram intrigas sociais nos conflitos do enredo. Entre seus melhores livros está o romance "The Picture of Dorian Gray" (1891), criticado na época de ser imoral. Preso em 1895 por dois anos, acusado de sodomia, acusação feita pelo pai de seu amante, faleceu repentinamente por uma infeção no ouvido. Não antes de escrever seu ultimo livro "The Ballad of Reading Gaol" (1898). Embora esquecido no final de sua vida, ele foi novamente descoberto na década de vinte, se tornando o escritor mais lido na Inglaterra depois de Shakespeare e um herói entre os grupos gays que já passaram a surgir.
Tyrone Power
Americano nascido em 1911, filho e neto de atores, começou sua carreira aos 7 anos de idade. Sua fama mundial porém ocorreu a partir de 1936, continuando até a Segunda Guerra Mundial, quando se juntou à Marinha para lutar na Europa. Quando voltou reiniciou sua carreira, trabalhando até morrer de um repentino ataque cardíaco em 1958.
Larry Bell
Escultor e pintor americano nascido em Chicago em 1939. Trabalha com esculturas de vidro explorando a luminosidade e superfície. Um dos grandes artistas abstratos surgidos da geração pós guerra.
David Livingstone
Escocês de Glasgow, passou dois terços de sua vida na África, se tornando um dos maiores pesquisadores do continente. Entre 1804 e 1858, como missionário no sul da África, mapeou o território, descobriu tribos e criou caminhos que ligam através dos rios, facilitando o transporte, tanto para o Oceano Atlântico como para o Oceano Índico, tornando-se, no processo, o primeiro homem a registrar uma travessia do continente de ponta a ponta, leste ao oeste. A partir de 1866, Livingston passou a estudar os rios afluentes do Nilo, no norte do continente.
Johnny Weismuller
Vencedor de cinco medalhes de ouro nas Olimpíadas de 1924 e 1928. Fez alguns comerciais até que em 1932 foi contratado pela MGM para fazer o papel de Tarzan, no que se tornou uma série de filmes sobre o personagem. Nos anos cinqüenta, abandonou o personagem de Tarzan para fazer outro personagem de quadrinhos também da selva, o "Jungle Jim". Se aposentou no final daquela década vindo a falecer em 1984. Será sempre lembrado como o maior e melhor Tarzan que o cinema produziu.
Stephen Crane
Jornalista, poeta e escritor americano, nascido em 1871 em Newark. Morreu cedo, aos vinte e oito anos, deixando como legado dois livros, "Maggie: A Girl From The Streets", e "The Red Badge of Courage", diversos poemas e noventa contos. Faleceu em junho de 1900.
Issy Bonn
Cantor Inglês das décadas de trinta, quarenta e cinqüenta. Gravou "Shake Hands With A Millionaire" (1939), "My Heart is Dancing With You" (1945), "It's Never Too Late To Mend" (1947), "Daddy's Little Girl" (1949), entre outros.
George Bernard Shaw
Renomado escritor e dramaturgo Irlandês, nascido em Dublin em 1856, mudou-se para Londres em 1876 e tornou-se um socialista ativista. Apoiava a idéia de direitos femininos, abolição da propriedade privada e igualdade na distribuição de renda. Escreveu mais peças do que Shakespeare, recebendo o Prêmio Nobel de Literatura de 1925. Ele aceitou o honra mas recusou o dinheiro oferecido como prêmio. Faleceu em 1950.
H. C. Westermann
Horace Clifford Westermann nasceu em Los Angeles em 1922, estudou arte e carpintaria, lutou na guerra da Coréia e depois passou a se dedicar a esculpir. Em 1958, suas esculturas fizeram parte da exibição "New Image of Man", no Museu de Arte Moderna de Nova York, o que lhe rendeu muito prestígio. Em 1973 foi premiado na Bienal de São Paulo.
Albert Stubbins
Famoso jogador de futebol inglês da década de quarenta. Este centro-avante do Liverpool foi o artilheiro de sua equipe em 1947 com 24 gols.
Sri Lahiri Mahasaya
Guru indiano com o poder de exercer milagres. É considerado o escolhido por Badaji para trazer de volta a antiga arte de Kriya Yoga, perdida na Idade das Trevas, para a sociedade. Diferente de outros gurus, Mahasaya constituiu família e manteve responsabilidades sociais comuns. Sua missão era de demonstrar que na busca de Deus, é possível um equilíbrio entre as responsabilidades do mundo externo e a pratica de meditação profunda através da Kriya Yoga.
Lewis Carroll
Matemático e escritor, autor do livro "Alice no Pais das Maravilhas". Grande influência literária para John Lennon e seu estilo de escrever, particularmente visível em seus primeiros livros, mormente "In His Own Write". "I Am The Walrus" é em parte influenciada pelo conto "The Walrus And The Carpenter" de Carroll.
Lawrence da Arábia
Thomas Edward Lawrence, mais conhecido como Lawrence da Arábia, nasceu no País de Gales em 1888. Amante de arqueologia, trabalhou como assistente do Museu Britânico em escavações na Mesopotâmia (hoje parte do Iraque) quando a Primeira Guerra Mundial estourou. Serviu em Cairo como espião da Inteligência Britânica contando seus feitos em dois livros, "Seven Pillars of Wisdom" e "Revolt in the Desert", de onde depois saiu o roteiro para o famoso filme "Lawrence of Arabia". Serviu depois da guerra como consultor de Winston Churchill para assuntos ligados a relações entre a Grã Bretanha e os árabes. Morreu em 1935 na Inglaterra depois de sofrer um acidente de moto.
Sonny Lipton
Um dos grandes boxeadores da década de sessenta. Quando Peter Blake foi para o museu de cera de Madame Tussaud apanhar as quatro figuras dos Beatles - fase 64, achou a figura de cera do boxeador Sonny Lipton que iria ser derretida. Na mesma hora comprou a peça para utilizar na capa. Depois, a figura do boxeador serviu como ornamento em seu estúdio. O verdadeiro Sonny Lipton contracenaria com os Monkees no filme psicodélico "Head", cujo roteiro foi escrito por Terry Southern, outro homenageado nesta capa.
Petty Girl - Jane Adams
Parte de uma série de modelos desenhados pelo artista George Petty entre 1932 e 1956. Nascida Betty Jane Bierce em agosto de 1921, Jane Adams se especializou em filmes B de horror. Foi a corcunda em "House of Dracula" de 1945, e é possivelmente mais lembrada pelo seu personagem Vikki Vale, quase namorada de Bruce Wayne no filme "Batman And Robin" de 1949. Passou a fazer televisão até se aposentar em 1953.
George Harrison
Estátua de cera do museu de Madame Tussaud.
John Lennon
Estátua de cera do museu de Madame Tussaud.
Ringo Starr
Estátua de cera do museu de Madame Tussaud.
Shirley Temple
Atriz infantil. Aqui quase invisível atrás de Ringo e Paul, Temple aparece outras duas vezes nesta capa.
Paul McCartney
Estátua de cera do museu de Madame Tussaud.
Albert Einstein
Autor da teoria da relatividade, possivelmente o conceito mais complexo que o homem conseguiu entender no Século XX. Será o ponto inicial para se entender a criação do universo de uma forma mais cientificamente provável.
John Lennon
Aos 26 anos, segurando um French Horn. Havia casado com Cynthia Powell cinco anos antes e se tornara pai de seu primeiro filho, chamado John Charles Julian Lennon, dois dias antes do lançamento do terceiro single dos Beatles, "From Me To You". Em sua carreira até este momento, excluindo a música, constam a autoria de dois livros, "In His Own Write" e "A Spaniard In The Works", como também a participação em três filmes, "A Hard Days Night", "Help!" e "How I Won The War".
Ringo Starr
Aos 26 anos, segurando um trumpete. Como John, Ringo também optou por casar com uma menina de Liverpool, Maureen Cox, em 1965, dez dias antes do início das filmagens de "Help!". Em agosto daquele ano, Ringo seria pai de Zak Starkey. No momento desta foto, Maureen estava em seu quarto mês de gravidez, o casal aguardando a chegada do segundo filho, Jason.
Paul McCartney
Aos 25 anos, segurando um corne inglês, um tipo de oboé. Na época o unico solteiro do grupo, Paul namorava a atriz Jane Asher a quatro anos. Participando intensamente da vida noturna em "swinging london", Paul era ultimamente quem mais trazia novidades para o grupo.
George Harrison
Aos 25 anos, segurando uma flauta transversa. Conhecera a modelo Patty Boyd durante as filmagens de "A Hard Days Night" casando com ela no inicio de 1966. Durante as filmagens de "Help!" ele teria contato pela primeira vez com instrumentos indianos, o que o aproximaria da cítara, instrumento de cordas que ele passaria a dominar bem.
Bobby Breen
Cantor Canadense que começou sua carreira na rádio, progredindo para o cinema durante a década de trinta e inicio de quarenta. Serviu na Segunda Guerra e depois voltou a cantar em clubes e boates.
Marlene Dietrich
Grande ícone do cinema dos anos trinta, a atriz alemã Marlene Dietrich simbolizava erotismo sensual como o cinema ainda não conhecia. Seus maiores filmes são "O Anjo Azul", "Shanghai Express" e "O Jardim de Alá". Este último foi um sucesso mundial tão grande que deu origem ao nome de um pequeno bairro carioca dentro do Leblon, na cidade do Rio de Janeiro. Antes de dar sua autorização de uso de imagem, Dietrich pediu primeiro para ver qual foto dela seria utilizado na capa.
Legionário Buffalo
Diana Dors
Atriz inglesa dos anos cinqüenta, símbolo sexual, que chegou a ser chamada de "a Marilyn Monroe britânica", muito embora sua carreira fosse mais antiga do que a da atriz americana. Faleceu em 1984 de meningite.
Shirley Temple
Possivelmente a mais popular entre as atrizes infantis, Shirley Temple é a única personagem que é utilizado três vezes nesta capa. Ela está, embora encoberta, entre as figuras de cera de John e Ringo; e dos dois lados de Diana Dors, primeiro como uma figura de papelão depois como a boneca de pano. Para ceder a autorização para o uso de sua imagem na capa, ela pediu em troca autógrafos dos quatro Beatles para seus filhos.
Mahatma Gandhi
Sua localização, escondido atrás das folhagens, é por ordem da EMI que temia represália por parte do povo da Índia que poderia ver a homenagem como ofensiva. Gandhi é líder politico, que foi de substancial influencia na liberação da India das mãos da Inglaterra.
Boneca de Pano
Uma boneca representando uma vovó, tendo no seu colo uma outra boneca representando a menina Shirley Temple. Ambas pertenciam a Jann Haworth, artista e esposa de Peter Blake, além de co-criadora da capa.
Shirley Temple
Esta boneca de pano da Shirley Temple pertencia a Jann Haworth, artista e esposa de Peter Blake, alem de co-criadora da capa.
O pullover dos Rolling Stones sobre a boneca Shirley Temple pertence a Adam Cooper, filho do fotografo Michael Cooper, então com seis anos. Foi idéia de Robert Frazer colocar algo referente aos Rolling Stones na capa dos Beatles, uma vez que existia na mídia, a idéia de que as duas bandas eram inimigas. Vestindo a boneca, nos dizeres pode-se ler: "WMPS Good Guys Welcome The Rolling Stones".
O carro de brinquedo, no colo da boneca, seria tratado como dica sobre o misterioso acidente de carro em que Paul teria morrido. O brinquedo pertence a Adam Cooper, filho do fotografo Michael Cooper. O que aparenta ser manchas vermelhas na roupa da boneca seria visto como manchas de sangue, supostamente outra dica.
Televisão
A pequena televisão portátil pertence a John Lennon, que levou o aparelho para simbolizar seu gosto em assistir TV.
Bumbo
Peter Blake contratou o artista Australiano Joe Ephgrave para fazer o bumbo do Sgt. Pepper. Depois de pronto, os quatro opinaram e um segundo bumbo, ligeiramente diferente foi novamente encomendado. Este é o que acabou na capa e ficou depois com John Lennon. O outro ficou com Paul McCartney.
Brian Epstein cogitou cobrir a capa com um saco marrom de papel por causa desta vegetação que ele pensou se tratar de pequenos pés de maconha.
Em cidades do norte da inglaterra, como Liverpool, era comum haver uma praça com um relógio florido. A idéia do jardim e de um relógio foram inseridas na concepção da capa. Este relógio, feito de flores, seria uma simbolização conceitual. Em um relógio de flores o tempo não passa, ele cresce. Contratempos fizeram com que a idéia se limitasse a apenas um jardim.
Violino ou Baixo
Na teoria da morte do Paul, a capa simbolizaria o enterro do baixista, eis o porque do jardim contendo flores em formato de um violino ou baixo invertido (Paul era canhoto e usava um Hoffman modelo violino). O fato do baixo ter apenas três cordas (uma a menos que o normal) seria mais uma indicação de que um dos quatro Beatles estivesse faltando. O desenho do instrumento feito com flores está diretamente abaixo do LES de Beatles. A palavra "less" em inglês significa "menos", portanto, sugerindo que os Beatles estão sem o seu baixista. Como versão oficial, contada por Peter Blake, a quantidade de flores amarelas compradas eram insuficiente para se desenhar um relógio, idéia original. O rapaz que fez a entrega, vinda da floricultura, foi autorizado a arranjar as flores em um desenho de guitarra.
Sgt. Pepper
John Lennon trouxe o busto do jardim de sua casa para adornar o jardim da capa. Ele passaria a representar a figura humana de Sgt. Pepper, sua imagem aparecendo devidamente uniformizado no encarte incluido no disco. Mais tarde, a figura do busto passaria a ter vida, no desenho animado Submarino Amarelo, como o personagem Fred.
Candelabro mexicano
Estátua de pedra.
Estátua de pedra.
Troféu
Shri Lakshmi Ma
Deusa hindu da fortuna, beleza, prazeres e abundância de todas as boas coisas. Ela é a mãe de Kama, a Deusa do amor e esposa de Vishnu em todas as suas encarnações. Ela se apresenta em diferentes formas. Como Shreedevi, a Deusa transforma homens em reis, lhes presenteando com esplendor, autoridade real e soberania. Ela é a fonte do poder divino de Vishnu, o que lhe permite proteger o universo. Em outra forma, ela é Bhudevi, a Deusa da terra mãe, dando de comer, vestindo e abrigando todas as criaturas. Ela é adorada igualmente por Deuses, demônios e humanos.
Hookah
Aparelho indiano para fumantes. Espécie de narguilé. A fumaça é conduzida por um tubo através de água perfumada antes de chegar ao fumante.
Tuba
Estátua de pedra japonesa.
Branca de Neve
Estátua de pedra.
Gnomo
Estátua de pedra.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Matérias e Biografias
Todas as matérias sobre "Capas"
Todas as matérias sobre "Beatles"

Beatles: há exatos 50 anos, banda estabelecia recorde inquebrável
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Stevie Riks: um "ressuscitador" de Rockstars
Cobain, Lennon e Elvis: para cervejaria todos eles estão vivos
Bem vivos: Elvis, Cobain, Lennon e outros em comercial de cerveja
Separados no nascimento: Ringo Starr e Pit Bicha
Paul McCartney: trilha sonora para filme de animação
Beatles: piano usado pra compor "Yesterday" irá a leilão
George Harrison: veja o manuscrito original de Here Comes The Sun
John Lennon: O álbum mais pessoal e intimista do ex-beatle
Beatles Day: festival em Porto Alegre no dia 22 de março
Beatles: qual foi o maior erro cometido por Brian Epstein?
Hendrix, Joplin e Lennon: entre homenageados em selos nos EUA
The Beatles: HQ faz menção a álbum clássico
Kiss: a vida deles mudou quando assistiram os Beatles

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Márcio Ribeiro

Nascido no ano do rato. Era o inicio dos anos sessenta e quem tirou jovens como ele do eixo samba e bossa nova foi Roberto Carlos. O nosso Elvis levou o rock nacional à televisão abrindo as portas para um estilo musical estrangeiro em um país ufanista, prepotente e que acabaria tomado por um golpe militar. Com oito anos, já era maluco por Monkees, Beatles, Archies e temas de desenhos animados em geral. Hoje evita açúcar no seu rock embora clássicos sempre sejam clássicos.

Mais matérias de Márcio Ribeiro no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas